Google Bard: ferramenta de IA é lançada no Brasil; entenda como usar

IA é um gerador de lero-lero estatístico.

A IA joga palavras aleatórias que estatisticamente sejam as mais ideais para responder uma pergunta de forma que pareça ter algum sentido!

6 curtidas

meu sonho a Alexa chegar neste nível, hoje eu tenho que repetir o comando de desligar minha tv 3, 4x até ela realmente desligar e se quero que minha tomada inteligente desligue em x minutos eu tenho que ir no app smart life e selecionar

5 curtidas

Comparado ao ChatGPT é patético, e não é por menos. De um lado, um chatbot que vem sendo desenvolvido e revisado desde 2018… Do outro, o Bard feito as pressas para “tentar” rivalizar com o GPT.

8 curtidas

Burrice Artificial

1 curtida

Sempre achei muito mais rápido desligar a TV do modo convencional: apertando o botão de desligar no controle remoto.

Já tive vontade de comprar uma alexa, mas acho que se tornaria peso de papel em minha casa.

1 curtida

Pelo que testei do Bard, achei bem mais burro que o ChatGPT. E erra bem mais em Matemática.

2 curtidas

Eu não vi um avanço na inteligência da Alexa em todo o tempo que a tenho, acho absurdo ela não conseguir realizar duas tarefas unidas por um “e”, sem falar nas vezes que o mesmo comando traz resultados diferentes. No final das contas se você quiser algo mais complexo tem que criar uma rotina.

7 curtidas

Achei diplomático kk

1 curtida

Infelizmente essa combinação de comandos só existe em inglês, foi a única forma que consegui utilizar isso.

1 curtida

Qual o modelo da sua Echo?
Aqui em casa uso uma Echo Dot 4º Geração com controle universal e funciona muito bem.

Tenho essa bronca com a alexa tbm. Se vc falar pra ela deixar a luz X brancA ela não entende, tem q falar brancO.

2 curtidas

Eu odeio todas essas assistentes pessoais, mas algo que me faz odiar muito elas é o fato de serem focadas em voz. Se eu estou no computador ou no celular, provavelmente não irei querer usar a voz, geralmente é mais fácil e mais rápido usar texto. Muitas vezes eu estou em ambientes onde não posso falar, é muito raro eu querer pesquisar algo com minha voz.

Se o ChatGPT tivesse surgido em 2016 ele talvez seria focado em fazer pesquisas com voz, o que tornaria o serviço muito pior, mas na época era moda.

1 curtida

Mas aí tu pode criar uma rotina para que tua Alexa reconheça que quando tu fala branco ou branca tu quer dizer a mesma coisa. Deveria reconhecer por padrão? Deveria. Mas ao menos tu tem a opção de ‘calibrar’ a inteligência.

3 curtidas

Cara, isso jamais passou pela minha cabeça, devo admitir. É uma boa solução, mas eu só tava testando as limitações dela quando descobri isso, eu nem fico mudando a cor da lâmpada. Mas vou lembrar disso caso precise um dia, boa dica

2 curtidas

Tenho um Echo que recebi da Amazon ainda quando estavam fazendo testes antes do lançamento aqui no Brasil e realmente esses dispositivos ainda são limitados, não tem muito uso além de despertar, criar lembretes e tocar música.

Facilita o meu uso pra não ter que me levantar pra apagar ou ligar luz, alterar temperatura no ar condicionado, mas fica nisso aí. E as skills são aquelas coisas que você usa vez ou outra pra se distrair, nada que impacte sua rotina consideravelmente.

2 curtidas

É que no caso, apesar dele pesquisar na web, ele não clica. Dessa forma não sabe qual é esse artigo.

Logo pedir pra ele fazer referência do DOI que não tenha sido treinado no datasets utilizados, ele só vai buscar nos datasets treinados algo similar, logo por isso “inventa”

1 curtida

Peçam para ela contar os carácteres de um texto. Não consegue

Criar timer quando estou cozinhando pra não queimar a comida.

Isso no twitter daria uma bela treta

O changelog do App de Busca parou de ser atualizado faz 7 anos. Eu não esperaria mais nada daquilo ali.

2016 (fonte):
image

Hoje a tarde:

1 curtida