Compensa comprar laptop em 2020 ou é melhor esperar?

Ando acompanhando os preços dos laptops aqui no Brasil e está uma montanha russa os preços. Cito o exemplo do LG Gram de 14" que no dia 14 de agosto estava na faixa dos R$4,6 mil e agora está R$6,2 mil parcelado.

Eu, hoje, tenho um Samsung básico com core i3 de 3ª geração que uso para estudos e jogo (tibia), só que sinto que a idade dele está chegando, por mais que eu tenha colocado um SSD.
Queria comprar um novo com uma autonomia de bateria de pelo menos 6h de uso, não muito pesado para leva-lo a unviersidade e que dê para jogar sem tem queda de fps. Só que os preços estão malucos e os que têm em oferta são decepcionantes.
Vocês têm alguma sugestão se vale esperar pra ver se os preços baixam ou um laptop legal que não custe um fígado?

1 Curtida

Como que tibia tem queda de FPS num Core i3? Isso rodava em Pentium 1… :V

Mas falando sério agora, eu esperaria ano que vem, se o COVID acabar, acredito que talvez leve uns meses para cair o dólar e quando cair, vai ficar mais em conta os lançamentos… (à menos que o pessoal resolva lucrar muito mais alto… só pra ferrar o povo).

Ou tu pode esperar para comprar um notebook de 2019/2020 por um preço mais bacana em 2021. (Atualmente os notes atuais tão com um desempenho bem interessante. Se tu pegar um Ryzen 7 3700U, tu deve conseguir manter a maquina por mais uns 5-7 anos antes de sentir a idade dela)

Se bem que tinha um Lenovo com 7 3700U e SSD por 3999 esses dias…

3 Curtidas

O FPS tem caído quando tem muito player e bichos na tela. O tibia evoluiu graficamente.

Eu fiquei muito tentando no lg gram por ter uma autonomia de bateria muito boa, mas o que vende no Brasil é o 2018, se fosse ao menos o 2020 que saiu nos EUA que tem a nova placa Intel Iris Plus, acho que poderia ir sem medo e pagaria o preço que esse 2018 está custando atualmente aqui.

Vixi… Nem em conversão direta tu consegue o mesmo preço… A versão 14" tá 1200 dólares, em conversão direta, 6731 reais. E a mais cara, de 17", tá 1900 dólares… 10657 reais.

(segundo o https://www.notebookcheck.net/LG-Gram-2020-pricing-and-availability-on-the-US-market-is-revealed.454742.0.html )

2 Curtidas

O preço de laptops antes da pandemia mais que duplicou e não é previsto que isso mude este ano. Não conheço o LG Gram em detalhes pra saber se é um preço que compensa, mas comparando por cima as especificações, está dentro do preço esperado pela categoria, que pelo que vi é um computador com especificações intermediarias que vendem com um acabamento “premium” (se é isso mesmo não sei).

Em comparação, direto da minha cabeça tem o Ideapad L340 que custa um pouco menos e tem placa de video, mas não vem com SSD e é mais pesado: https://www.lenovo.com/br/pt/laptops/ideapad/ideapad-gaming-laptops/IdeaPad-L340-15IRH-Gaming/p/88IPL301161

2 Curtidas

LG Gram é pra um público específico que quer alguma potência mas muito pouco peso.
Não faz sentido comparar o LG Gram, que pesa menos de 1kg a versão de 14;’, com um IdeaPad que pesa 2,1kg.
Tem que comparar com um XPS, HP Spectre, Macbook (se não se importar em não ser Windows) e afins.

E nenhum desses laptops são baratos, nem mesmo no exterior.
O preço base dessa categoria sempre foi na casa dos US$1.000, o que vai dar mais de R$5.600 só na conversão direta.

Pessoalmente acho que a não ser que você tenha como pedir pra alguém trazer de fora, comprar aqui não compensa nem agora nem depois. O XPS está custando R$8.999 o modelo mais básico (contra US$899 nos EUA, apesar desse modelo ser mais fraco).

E mesmo que no futuro o dólar caia, não quer dizer que o preço dos eletrônicos vão cair também.

3 Curtidas

Comentei do IdeaPad pois o OP pareceu estar disposto a perder algum “luxo” (ele comentou de um “laptop legal”, não necessariamente na mesma linha do Gram) em questão de preço. Se ele realmente quer um laptop de categoria premium ai não tem o que fazer.

Se bem que eu não ache que esse LG se compare com um XPS, Spectre e muito menos Macbook, mas ai é opinião minha. E eu acho que o Spectre nem vende aqui, o que a HP vende é o Elitebook e o Dragonfly que tá na casa dos 10 mil.

Sobre trazer do exterior, ai tem que pagar no cash e a vista, como ele mencionou parcelado creio que não seja viavel.

1 Curtida

XPS, Spectre e Macbook são exemplos de laptops leves (na casa dos 1,2kg no máximo), que é o que o LG Gram oferece de principal diferencial.
E depende do que cada um considera laptop “não muito pesado” também.

Como mencionei, o Gram 14 pesa menos de 1kg, o XPS 13 pesa 1,27kg, o Spectre pesa 1,26kg, o Macbook você encontra alguns modelos na casa dos 1kg também.

1 Curtida

Nem sabia que estava esse preço todo… o Gram 2018 parece ser uma opção a ser fortemente considerada.

Vou considerar esse laptop e analisá-lo, vou ver se tem uma autonomia pelo menos ok, alem disso saber de sua refrigeração, ja vi os da linha S145 e 330s que parece que vai pegar voo.

Essa é a ideia, ele tem uma ótima autonomia, que vai ser muito bom pra mim no mestrado e passar o dia fora, e quando chegar conseguir jogar meu Tibia. Os modelos 2020 são legais, mas a casa dos 8k é fora de cogitação, para mim teria que ser na casa dos 5k no máximo.

Acho que com cinco mil reais realmente não tem o que fazer, a não ser considerar um segmento inferior.

1 Curtida

Não precisa ser realmente segmento inferior, pode ser de um ano anterior ou dois.

1 Curtida

Infelizmente mesmo os modelos de anos anteriores estarão caros, fora que esses modelos, no Brasil, você provavelmente só vai encontrar usado, o que significa bateria com menor autonomia. E eles provavelmente serão importados, o que significaria ter o teclado no padrão US (que é bom mencionar porque muita gente não gosta desse padrão ou prefere o padrão PT-BR).

Eu realmente não vejo muita opção, já que os ultra leves são produtos de nicho que já são um pouco mais caros lá fora, o que os torna proibitivamente caros aqui.

Eu organizarei minhas ideias em tópicos pra te ajudar.

  1. Dezenas de milhares de pessoas que já tinham smartphone mas não tinham notebook subitamente precisaram comprá-los por causa de home-office, o que causou um aumento nos preços sem que houvesse linha de produção pra repôr o estoque.
  2. Quando houve linha de produção, os custos de produção já eram outros.
  3. Nem em conversão direta o LG Gram é barato; mas o problema é: nada NOVO está barato hoje em dia. Eu precisava indicar pra uma pessoa idade um notebook de até 2000 reais, solução? Thinkpad/Dell Lattitude usado do mercado livre com SSD. Uma das 3 portas USB não funciona, mas só isso!
  4. Notebooks Gamer usados precisam de uma inspeção boa porque eles podem ter problema de confiabilidade (além de operarem no limite térmico o que diminui o desempenho deles conforme começam a acumular poeira)
  5. Boa sorte! Tá difícil mesmo :neutral_face:
2 Curtidas
  • Normal. Mas desktop também serve para home office. E dá/dava pra fazer uns bem em conta até por menos que o custo de um Notebook. (Porém nem todo mundo gosta da idéia* ou seabe montar as coisas)

[*sim, escrevo com acento, não gosto da nova regra nessa palavra.]

  • Tá tudo caro, até pra respirar.

  • Dependendo do que a pessoa precisa, um de 2015~2018 com SSD já funciona bem. Mas evita Celeron/Pentium/Core <5 ª geração… (Ia falar do Linux, mas não sei se a pessoa se adaptaria, então deixa quieto)

  • Não é só Notebook Gamer. Eu tenho um E5 que vive superaquecendo… tanto que tive de trocar a pasta térmica para derrubar a temperatura em 20°C~25ºC.

  • Boa sorte! Tá difícil mesmo :neutral_face:

Sinceramente, creio que o uso de desktops em ambiente residencial entrou em desuso. É muito raro alguém querer ter um computador de mesa, exceto casos que a pessoa preza por perfomance e custo beneficio, que geralmente são gamers ou alguns desenvolvedores.

1 Curtida

É uma opinião totalmente minha mas eu sou muito cético a utilizar computadores pessoais de segunda mão. Você já não tem garantia do fabricante, então é bateu morreu. E geralmente vendas assim no particular exigem pagamento a vista (ou possuem taxas de intermediario para parcelar).

Caso o OP opte por ver o mercado de usados, uma opção que acho mais “segura” é ver o de laptops corporativos de segunda mão. Algumas pessoas vendem laptops antigos de empresas que trocaram a “frota”. Tem bastante Thinkpad que vendem nessa condição, alguns com nota fiscal, como o @jvvargas comentou. Mas até isso tá caro, então não sei se compensa tanto.

1 Curtida

Estava vendo umas noticias agora, achei um note interessante, vou colocar o link aqui:

https://m.casasbahia.com.br/notebooks-acer-aspire-5-a515-54g-59c0-intel-core-i5-8gb-512gb-ssd-nvidia-mx250-156-windows-10-1504308004.html?utm_medium=Cpc&utm_source=GP_PLA&idLojista=16746&utm_campaign=info_smart_notebook&gclid=EAIaIQobChMIv_uVz-a76wIVEAWRCh1AoQcKEAQYBCABEgKXwfD_BwE

A tela eh ruim… LCD 1024x768 não é IPS e espectro de cores baixo, mas o resto do hardware eh legal sim.

1 Curtida

Ainda não caiu em desuso… tá menos comum? Tá. Mas em desuso? Não.
Essa é a época pós PC. Boa parte das pessoas consegue fazer tudo que precisa em um smartphone low/mid end e acabam não precisando de um notebook/desktop.
Mas ainda existe muito desktop sendo usado, mas muito mesmo. Não só pela questão de custo/beneficio ou desempenho… e sim porque o desktop já está lá.

Depende da pessoa… eu recomendo testar o hardware antes de comprar… mas nem todo mundo deixa por causa que nem todo mundo tem boa indole de não roubar quando se deixa testar antes…

Problema é que esses notes/desktops usados de empresas geralmente saem por um preço ridiculo… já vi notebook usado, com Core i3 de primeira geração, 4GB de RAM e 500GB de HD por pouco menos de um notebook com Core i5-7200U, 8GB e 500GB…
A empresa que vai revender os notes compra por um preço que deveria estar vendendo e enfia um lucro absurdo. hahaha (Não todas, mas muitas fazem…)

3 Curtidas

super caro esse…

Apesar de menos armazenamento, eu ficaria com esse:
https://www.kabum.com.br/produto/106998/