Carregamento rápido degrada bateria precocemente?

Há algum tempo alguém aqui na comunidade me falou que carregamento rápido em smartphones causava desgaste bem mais rápido da bateri, e isso me deixou preocupado pois tenho um aparelho da Motorola que suporta carregador Turbo.

No entanto, o fabricante não projetou a bateria para aguentar correntes ou tensões maiores que o padrão, a fim de não comprometer vida útil da bateria? Afinal, usar carregador rápido estraga ou não estraga a bateria à longo prazo?

Não é isso. Tem mais relação com como as baterias atuais de íons de lítio funcionam.

Baterias são suscetíveis a temperaturas altas, isso por si só é um fator que as degrada. Carregamento rápido por exemplo, precisa colocar uma quantia de energia grande em pouco tempo, e isso estressa a célula, normalmente para compensar isso algumas fabricantes reduzem o carregamento ao chegar em 80%.

Existem proteções para a bateria, porém quanto mais camadas colocar, mais grossa fica e impacta diretamente na espessura do aparelho. Tbm entra questão de dissipação térmica, controladores de energia … é uma engenharia complexa.

E outro fator inerente a vida útil dessas baterias são seus ciclos (carga e descarga de 0-100%), hoje uma bateria é projetada para resistir 500 ciclos, o que daria uns 2 anos no máximo. Após isso, a bateria começa a reter menos carga e sua capacidade nominal diminui.

Se você quer uma explicação científica mais aprofundada, sugiro ler alguns trabalhos científicos, basta dar um Google.

3 Curtidas

Entendi, que temperaturas altas são o maior inimigo das células de íons/polímero de lítio já é um fato bem conhecido, mas é que não noto muita diferença no aquecimento em aparelhos sem suporte a carregamento rápido. Como eu sempre carrego o celular em ambiente fresco e evito usar wifi ou dados móveis durante a recarga, justamente para limitar o aquecimento, acredito que a bateria aguentará os 500 ciclos usuais.

Na verdade, às vezes durante à noite até desligo o aparelho para carregar mais rápido e não esquentar muito, como eu faço com notebook, que só carrego desligado. Talvez seja exagero, mas noto que o aparelho esquenta bem menos quando está sendo carregado desligado.

1 Curtida

Eu deixo o carregamento inteligente ativado sempre, então uma coisa a menos pra me preocupar.

Sobre carregar com ele desligado, esses números que as fabricantes divulgam, é justamente com o aparelho desligado :wink:.

É bom deixar ao menos uma vez a cada x meses o aparelho drenar por completo, antes de por a carregar, ajuda a calibrar a célula.

2 Curtidas

Eu deixo drenar uma vez por mês pra calibrar as células, está bom ou é muito frequente? Pelo visto não tem muito mais o que eu fazer não, acho que já tomo todos os cuidados pra tentar garantir longevidade da bateria.

Tem especialistas que recomendam uma vez ao mês, mas não sou tão regrado assim.

1 Curtida

Dando uma pesquisada, parece que carregamento rápido pode degradar a bateria mais rápido, depende do protocolo de carregamento.

Nesse paper “Fast and safe charging method suppressing side reaction and lithium deposition reaction in lithium ion battery”, na introdução eles já falam o seguinte:

Na conclusão diz o seguinte:

Como bateria não é minha área, a maior parte do paper me é alien total, mas o paper é sobre um protocolo de carregamento rápido que minimiza a degradação da bateria.

4 Curtidas

O que frequentemente ocorre é que os carregamentos rapidos te deixam mais suscetíveis a dar mais ciclos de recarga no seu smartphone se você começar a ter um uso mais pesado, se valendo do fato de que, se precisar, vai carregar mais rapido, mas o fato de degradar mais rapidamente a bateria, se acontecer pode ser considerado um defeito.

Este tópico foi fechado automaticamente 2 dias depois da úlima resposta. Novas respostas não são mais permitidas.