YouTube vai remover vídeos que sugerem cloroquina contra COVID-19

Originally published at: https://tecnoblog.net/433588/youtube-vai-remover-videos-cloroquina-covid-19/

YouTube atualizou regras para proibir vídeos que incentivam uso de Ivermectina e Hidroxicloroquina contra COVID-19

1 curtida

Se sugerir reiki ou homeopatia eles removem também?

5 curtidas

Do jeito que anda as coisas parece que sim viu…

Vão remover o Alexandre Garcia do ar? e os milhares de médicos que receitam?

Na dúvida, se o médico mandar tomar, tomo com gosto, não é rede social que vai me influenciar sobre qualquer coisa a respeito dessa doença. Tem tanta coisa por trás disso que apenas o tempo dirá. Tem um monte de gente que vai pesquisar sobre doenças no Google e esquece que são as pessoas da saúde que sabem e podem realmente falar sobre algo, de resto, é ruído que só atrapalha.

2 curtidas

O preço da liberdade é a eterna vigilância, já diz um velho Norte Americano. Acho que não teremos mais recomendação de beber água, fazer exercícios, se alimentar bem, alho, enfim tudo isso não é comprovado cientificamente. Esse é o problema que dá interferir na liberdade, entra-se num terreno muito perigoso e que dar margem para planos maléficos de alguns que querem justamente esse controle. Leia o livro ‘1984’ de George Orwell, vai saber o que quero dizer.

1 curtida

É um verdadeiro absurdo. Se estivesse incentivando as pessoas de se jogarem do prédio para curar a COVID eu ficaria ainda calado (por mais que seja contra TODO e QUALQUER tipo de censura). Mas o problema é que incentivam a usar um medicamento testado e aprovado e vendido livramento para tratar verme, qualquer criança pode ir na farmácia e comprar, eu fazia muito isso e NUNCA tive problema.

Será que vão remover o filme ‘Clube de Compras Dallas’ pois naquela época a ciência fazia muitas vitimas em tratamento do HIV.

Removem, pelo menos é o que dizem as regras em:

https://support.google.com/youtube/answer/9891785

Uma delas é esta: “conteúdo que incentiva o uso de medicamentos caseiros, orações ou rituais em vez do tratamento adequado (consultar um médico ou ir ao hospital)”.

3 curtidas

Mais ai que tá, tão dizendo para irem ao médico e ele (o médico) prescrever esses medicamentos. Ivermectina não entra em medicamento caseiros, nem orações nem rituais e por enquanto não tem NENHUM tratamento adequado, salvo ir a um médico e lá como autoridade ele decide junto ao paciente o que vão ingerir ou não ingerir.

Um médico pode te receitar cloroquina, desde que você tenha malária, lupus ou alguma outra doença na qual o remédio tenha efeito, pois é pra isso que o remédio funciona.
Já está provado que invermectina, cloroquina, annita, azitromicina, etc… Não ajudam no combate a Covid-19.

Brasil é o único país que ainda se recomenda o uso desses medicamentos, mas se funcionasse mesmo, nós veríamos o mundo todo brigando pra conseguir comprar, como estão fazendo com a vacina.
Essa é a diferença, a vacina que comprovadamente funciona, vários países estão brigando pra conseguir, já a cloroquina tem estoques sobrando, pois só uma parcela da população acredita que funciona baseado em evidência nenhuma.

13 curtidas

E como você falou em filme, recomendo que veja o filme ‘Contágio’, nesse filme de 2011 eles mostram uma nova doença surgindo e também mostram um cara recomendando um suposto medicamento que iria curá-los da doença, no filme o medicamento se chama fosfilia. No final do filme mostra o interesse dele em promover esse medicamento falso.
O filme também aborda muito bem outras questões, como de onde surgiu o vírus, pois muita gente ainda tem a ideia errada de que os chineses haviam comido morcego e dessa forma o vírus passou para eles.

5 curtidas

Já assistir, muito bom por sinal. Mas acho que tudo que você falou você não entendeu nada do que eu disse. Mas tudo bem, não é fácil.

Enquanto o meu filme é REAL, aconteceu de FATO, o seu filme é ficção. O filme ‘Clube de Compras Dallas’ mostrou a realidade dos FATOS, tratamentos NÃO RECONHECIDOS PELA CIÊNCIA salvaram milhares de vidas. Não é culpa da ciência naquela época não aprovar aqueles tratamentos, pois a mesma leva tempo para ter suas convicções confirmadas. Mas a liberdade do paciente em poder escolher dar margem para o sucesso e PROIBIR a liberdade do cidadão de usar ou não um medicamento que tem décadas no mercado e é super seguro fecha totalmente as portas para a LIBERDADE e as possibilidades.

No mais, prefiro tomar qualquer coisa que eu considere que possa me fazer bem (desde que seja seguro) do que simplesmente ficar olhando para o teto e arriscar possíveis complicações. Esse é o cerne da questão.

Não sei onde você viu isso na notícia, mas o Youtube não ta proibindo ninguém de tomar esse medicamento. Cloroquina já te subiu a cabeça.

1 curtida

O ponto dos medicamentos caseiros, orações e rituais é apenas uma das regras. As restrições sobre Ivermectina ou Hidroxicloroquina fazem parte de outra. Todas elas estão reunidas no link:

https://support.google.com/youtube/answer/9891785

Há um monte de vídeos em que pessoas recomendam, de forma direta ou indireta, o uso de Ivermectina ou Hidroxicloroquina contra COVID-19, mas a ciência já comprovou que eles não funcionam. Isso é um perigo, porque uma pessoa pode acreditar nesse conteúdo e não se proteger devidamente por pensar que os remédios a deixarão livre da doença.

Esses medicamentos não são tratamentos não reconhecidos pela ciência. São tratamentos comprovadamente ineficazes contra a COVID-19. Portanto, é papel do YouTube (e de outras plataformas, na verdade) combater esse tipo de desinformação, afinal, esse conteúdo pode colocar em perigo a vida de alguém.

8 curtidas

Não, o problema é que incentivam a usar um medicamento testado e aprovado e vendido livramento para tratar verme, qualquer criança pode ir na farmácia e comprar e que os estudos mostraram poucos indícios convincentes de que é eficaz contra a COVID.

Seria a mesma coisa você reclamar se o Youtube começasse a remover vídeos sugerindo ácido acetilsalicílico contra câncer. AAS é um medicamento testado e aprovado e vendido livremente para tratar dores, mas não é um medicamento eficaz contra câncer.

E debates sobre cloroquina, tratamento precoce e o escambau parecem estár acontecendo mais aqui no Brasil só, o que eu acho estranho. Se ainda fosse um tópico tão controverso que a medicina ainda não tem total certeza, eu esperaria esse debate acontecendo em outros países.

6 curtidas

Liberdade vem com responsabilidade. Se o médico receitar algum medicamento que não possui qualquer recomendação, o que é o caso do famigerado kit covid, ele poderá desde perder o registro a ser preso.

E você fala sobre médicos como se nunca tivesse ocorrido erro médico.

1 curtida

Algum médico foi preso por isso já? Porque já tem vários na internet fazendo isso… hahaha deveriam ser presos já

Ler isso sem ironia é assustador.

5 curtidas

Preso eu não vi, mas os conselhos regionais de medicina estão atuando.

1 curtida

deviam ter o CRM caçado, mas o CFM é covarde.

acho os dois uma enorme bobagem, mas cloroquina mata. Reiki não.

Em que mundo você vive?

E que não serve para Covid. Coronavírus não é verme.
Além disso, Ivermectina nunca foi testado em mulheres grávidas (porque em outros mamíferos causava má-formação nos fetos) e tá sendo prescrito. Como se não fosse o suficiente, o uso indiscriminado pode fazer pressão evolutiva e criar vermes que sejam resistentes ao remédio. Ou seja, não ajuda e ainda atrapalha.

Exato. Não toma nada. Nem cloroquina, nem ivermectina. O “remédio” é máscara e isolamento social. E a vacina, que até ontem não queriam comprar.

Você que não entendeu o filme. Era reconhecido, só não era aprovado pela FDA por pressão das farmacêuticas. Por isso podiam atravessar a fronteira e buscar.

Tomo dois remédios para epilepsia. Os dois são cientificamente comprovados. Não peguei Covid. Pela tua lógica, é óbvio que todo mundo deveria tomar Oxcarbazepina e Fenobarbital para evitar Covid, afinal, estão aí há anos e nunca fez mal.

Ainda bem, pq se depender do CFM…

3 curtidas