Xiaomi abre 1ª loja no Rio de Janeiro com 2 mil visitantes

Barra shopping.
Poderia ser em outros lugares, tipo Niteroi ou centro do Rio.

1 curtida

E a poucos metros do VillageMall (que faz parte do Complexo BarraShopping), onde fica a primeira loja da Apple no Brasil (e ainda uma das duas únicas no país inteiro)

A segunda em Jacarepaguá? Po, deveria ser mais pro centro.

No porto maravilha seria excelente

Será que nem com lojas e distribuição oficial no Brasil a Xiaomi liberta o VoLTE e VoWiFi no Brasil?

1 curtida

Não depende só dela, também depende das operadoras. Já vi vários aparelhos da marca com a opção do VoLTE disponível nas configurações, mas não funciona em nenhuma operadora brasileira…

1 curtida

Não funciona pq ela n dá suporte. Eu mesmo nunca vi VoLTE habilitado naturalmente nela.

A Tim tem o serviço já liberado pra geral e a Vivo está em processo de ativação com previsão de 50% da base de clientes ativos até o final do ano.

2 curtidas

Mais uma vez, porque também depende da operadora. E não, nenhuma operadora liberou o serviço pra geral (ainda), nem mesmo as operadoras de fora tem o VoLTE disponível para qualquer aparelho, imagina no Brasil.

Alguns parentes próximos tem aparelhos não tão recentes da Motorola (vários Moto G) e até mesmo o meu extinto Xperia X (todos nacionais, comprados no Brasil mesmo) contam com a opção do VoLTE disponível nas configurações do aparelho (assim como os da Xiaomi), ainda sim o serviço não funciona, nem mesmo na TIM.

Se o aparelho não foi homologado pela operadora, simplesmente não funciona. Até mesmo a TIM, que tá mais adiantada nesse quesito, só tem liberado o acesso para aparelhos mais novos (e se não for um Motorola, Samsung ou iPhone, boa sorte, porque provavelmente não vai ser habilitado).

No meu Sony, o aparelho tem até os perfis IMS da Claro e da TIM pré-configurados (chegaram com a última atualização de sistema que ele recebeu) e ainda sim nada de VoLTE em nenhuma das duas…

2 curtidas

De fato isso ocorre na Vivo.

Pior que a TIM e a Claro (essa é limitada ao Pós e por regiões), não faz essa limitação, diferentemente da Vivo, q bloqueia via IMEI.

Tanto é que se vc tiver um Xiaomi e usando a Tim, consegue desbloquear (de forma não oficial) o menu do VoLTE e ativar o recurso.

Porém nem todos Xiaomis podem ser “desbloqueados” assim, já que o software do modem presente em alguns telefones não é compatível também.

Isso é de fato muito estranho. O celular realmente possui o menu chamadas avançadas, VoLTE ou algo do tipo e estão ativos?

Já tentou digitar ##86583## (funciona com os Xiaomis) e ver se não funciona?

A opção de ligar/desligar o VoLTE aparece diretamente na tela de configuração da rede (onde você escolhe o tipo de rede, se quer fazer uma busca manual/automática, etc.). Na lista de APNs, aparecem perfis do tipo IMS para a Claro e para a TIM, mas somente leitura (não é possível editar, nem apagar).

O código que você passou não funciona aqui, mas discando *#*#4636#*#* e indo em “Informações do telefone”, as opções “Provisionado VoLTE” e “Chamadas por Wi-Fi aprovisionadas” estão ativas mas somente leitura (não é possível alterar). Ainda sim, nada do VoLTE funcionar, nem na TIM, nem na Claro. O ícone não aparece na barra de status e a rede é sempre derrubada do 4G para o 3G ao receber ligações.

O máximo que foi ativado aqui foi a voz em HD ao fazer ou receber ligações de TIM para TIM (somente no 3G, no entanto), aparece um ícone “HD” ao lado do contato após a ligação ser atendida e a qualidade do áudio de fato é superior, comparável a uma chamada do WhatsApp, mas sem o típico delay…

4 curtidas

Xiaomi que é conhecida por produtos mais acessíveis e baratos quer abrir uma loja logo no Morumbi, quem é que vai no Morumbi comprar xiaomi? Só fã mesmo, de resto as pessoas vão atrás de iPhone e Samsung.
Deveriam abrir no Tatuapé, Aricanduva, sei lá.

1 curtida

Xiaomi possui fama de bom custo-benefício, porém no Brasil seus preços estão no mesmo patamar de uma Samsung ou Motorola, mas sem assistência técnica. Apesar de uma legião de fãs no Brasil que a defendem com unhas e dentes (quer ver o tanto de fanboy que vai aparecer aqui?), a marca nunca acreditou de fato no mercado brasileiro. Já desembarcou por duas vezes, sempre trazendo aparelhos super básicos, fazendo um estardalhaço danado (lembra do Hugo Barra?) e depois pegando seu banquinho e saindo de fininho. Agora com a parceria da DL, traz aparelhos caros e assistência unificada em SP. Já tive aparelhos da Sony, Samsung, Motorola,LG e sempre que precisei de assistência (bateria, tela quebrada…), levo numa autorizada aqui mesmo na minha cidade e busco no dia seguinte novinho em folha. Se for arriscar numa marca chinesa e encarar importação e taxação, prefiro a Umidigi, esta pelo menos possui um custo-benefício que vale a pena.

2 curtidas

Fujam da MIBUG, a pior interface é da xiaomi, cheia de erros, alguns aparelhos até pararam de funcionar após att, e comprando de forma oficial os valores são absurdos, aparelhos chegam a custar 3k enquanto na amazon custam 1,2k

1 curtida

Em resumo, smartphone Xiaomi só vale a pena no mercado cinza, já que via canais oficiais o preço é igual ao de marcas consagradas, mas sem assistência técnica.

Aliás, a falta de assistência técnica local era o que me incomodava um pouco quando tinha um Asus, pois sabia que caso precisasse acionar a garantia, teria que mandar o aparelho pra SP e depender do desserviço dos Correios, enquanto Motorola e Samsung têm centros autorizados na minha cidade. Mesmo a garantia sendo de apenas 1 ano, isso passa muita tranquilidade para o consumidor.

1 curtida