Vivo, TIM e Claro recorrem para não depositar R$ 1,5 bilhão pela Oi Móvel

É treta das brabas, meusa migos!