TIM Live força migração de cobre para fibra em bairros do Rio de Janeiro

Originally published at: https://tecnoblog.net/337044/tim-live-forca-migracao-de-cobre-para-fibra-em-bairros-do-rio-de-janeiro/

Aviso publicado em jornal estabelece prazo de 60 dias para migração de cobre para fibra na banda larga TIM Live

Sei que essa não é uma opinião popular, mas nesse caso acredito que a operadora, se estiver falando a verdade sobre o motivo da troca, esteja coberta de razão, ela não deve ser obrigada a manter um serviço se o custo de manutenção não compensa. Levou até onde deu, agora não da mais, quem tem a felicidade de estar em um local que é possível colocar a fibra, só tem a ganhar, quem não está, infelizmente, (ou felizmente, tem mau que vem para o bem, e se livrar da TIM deve encaixar aqui) terá de migrar para outra operadora.

2 Curtidas

Só no Brasil mesmo para a bandidagem forçar uma empresa a oferecer melhor meio de conexão de internet para os seus clientes hehe.

4 Curtidas

O problema, caro @Giovani , é que nem sempre há opção de trocar de operadora.

Em meu bairro, por exemplo, não há muita escolha. Temos Claro (Net) e Tim Live. A Oi ainda vende o antigo Velox de 1Mbps que eu não ouso chamar de link de internet.

O prédio onde moro tem meio século de construído, com nenhuma opção para passagem de cabos de fibra ótica.

Por necessidade sou cliente das duas operadoras (Claro e Tim) pois não posso me dar ao luxo de ficar sem link internet. Hoje o link Tim Live é o de contingência. Numa eventualidade de não haver viabilidade técnica para a minha migração e ter o contrato cancelado unilateralmente, significará ficar refém da Claro.

Isso é verdade, quero ver como vão fazer pra passar a fibra em prédio antigo (o que deve ser bem comum no Rio), sem infraestrutura para receber a tecnologia. Muitas vezes é necessário fazer uma adequação predial, que não é barata e depende de aprovação dos moradores e de síndico, aí quem mora em condomínio sabe a dor de cabeça que é, ainda mais quando tem muito idoso que não sente necessidade de internet rápida.

Diante disso eu considero um milagre a Oi ter instalado fibra no meu apartamento, pois não tem infra nenhuma no meu prédio, que foi construído no início da década de 80. Todos os conduítes estavam obstruídos e tiveram que passar a fibra direto do poste, se eu não morasse no 1º andar acho que nem instalariam aqui, e só irão realizar novas instalações após uma adequação extensa, que duvido os moradores quererem arcar.

TL;DR: morar em prédio antigo é uma m…, dei uma sorte tremenda de achar uma provedora que aceitasse instalar fibra no ninho de rato que é o edifício onde moro.

Os bandidos fazendo mais pela conectividade do RJ do que a Anatel.

Agora eu to correndo atrás pra ver como vou passar a fibra até o meu AP e ver quando alguém vai entrar em contato. Até agora só o suporte que me confirmou a historia como o Lucas disse mas nada sobre uma programação ou algo assim

Na verdade o prejuízo com roubo vai é ser maior. Quem rouba cabo de cobre é viciado em entorpecente. Eles vão ver lá a fibra novinha, não vão saber distinguir de um cabo de cobre comum e a merda tá feita. O meliante só vai descobrir que é fibra ótica quando chegar no sucateiro. A TIM ainda vai ter muito prejuízo antes de ter sossego de não ter cabeamento roubado.

Do resto já foi falado e repetido: quem mora em condomínio antigo faz como? A TIM vai bancar o desatolamento da tubulação e trazer a fibra até o apartamento?

Aliás por aqui mesmo a VIVO chegou com fibra ótica na porta do meu prédio. E a Oi tá em processo pra chegar. Daí esbarra no prédio que tem uns 40 anos de idade. Até que o projeto foi bem feito e eles separam o par de telefonia do coaxial. MAS quando eu mudei pra cá fui olhar as caixas de passagem do andar… é uma coisa TENEBROSA. Naquela de instalar, instalar e largar instalação sem remover, entupiram a caixa do coaxial e na falta de espaço os técnicos literalmente foram fazendo gambiarras puxando o cabo coaxial por fora da caixa pra de telefonia. Simplesmente não tem espaço pra absolutamente nada. De curioso, pedi pra um conhecido dar uma olhada no desastre e ele conseguiu averiguar que muito do cabeamento é sobra, tanto coaxial como telefônico. Até tentei colocar em uma reunião de condomínio que se contratasse uma empresa pra fazer um limpa na bagunça mas imediatamente veio o argumento “está funcionando, pra que mexer?”

A OI poderia aprender com a tim , pois aqui no bairro de colégio no Rio de janeiro os serviços estão precários, não há furto de cabos , mas nao entregam a velocidade contratada e a fibra apenas em promessas a 2 anos , vou até entrar numa ação judicial contra a empresa, queria muito que a tim atendesse aqui no bairro , a OI iria fechar as portas aqui…

Engraçado! Mas a propaganda da Tim pelo menos aqui no RJ, dizia que era fibra ótica.
Propaganda enganosa?

Eu duvido que o motivo seja o alegado, na verdade o objetivo da Tim Live é eliminar dois problemas que ela tem, a saber: o primeiro problema é que a mesma assim como as demais teles, trabalha com dois reajustes anuais, sendo um legal e outro por manobra contratual, ou seja, ela aplica o reajuste da data base e após extingue o plano do usuário e cadastra novo plano com maior velocidade e valores mais caros, portanto, o cabo metálico tem limite de velocidade e com isso ela não pode colocar seus usuários em planos mais caros e lucrativos para ela, bem, o segundo problema é a concorrente Oi Velox que vem instalando fibra com 200 mega com preços mais baratos, então ela trocando para fibra é um novo contrato e novo período de fidelidade além de cobrar uma nova instalação, habilitação, ou adesão, tal fato já acontece para quem migra de par metálico para fibra. Ela apenas busca segurar o usuário com uma bela multa rescisória e monetizar mais os serviços prestados, vide que os planos foram reformulados no site com menos serviços, maior velocidade e maiores preços.

Essa refidelização por mudança de velocidade, sem nenhuma contrapartida, eu acho abusiva.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.