Segurança no Pix: deputado pede explicações a Paulo Guedes e BC

Veja o processo:

Alguém foi sequestrado.
Fez uma transferência para o CPF, 000.000.000-10
O sequestrado foi liberado.
Fez a denuncia na delegacia e mostrou o CPF, ou o código usado pra transferência, que tem o CPF também.
De quem é o CPF? Do bandido, então vá atrás e bloquei a conta. Senão
O CPF é de um terceiro? Prende ou chama o terceiro.
O terceiro tem o controle sobre a conta? Sim. Então prende o terceiro, por permitir que usassem o CPF dele sem controle.
O terceiro não tem o controle da conta? Sim.
Então prende quem permitiu que o cara criasse a conta sem verificar se era do dono.

Se for necessário mudar a lei, é só mudar, o deputado está ai pra isso mesmo. Daria até para mandar como Medida Provisória pelo governo, já que é um assunto que tem certa urgência.

10 curtidas

Independente de qualquer ação da polícia, o PIX realmente é algo a se pensar quando o assunto é assalto.

Não concordo. O usuário não deve ser onerado em decorrência da bandidagem. A culpa não é do usuário, não é do pix, e muito menos do dinheiro em si. O culpado é a bandidagem e o segundo culpado são os políticos, que são coniventes com a bandidagem.

No fim é a população quem sofre e arca com as consequências da criminalidade. Nós somos as vítimas, não eles.

5 curtidas

Lógica dos politicos brasileiros: Vamos punir a vitima, não o bandido.

4 curtidas

Também não concordo.
Mas é a nossa realidade.
Não dá para fugir disso e, enquanto não houver essa tão sonhada segurança no país, estarei com muito receio de ser assaltado e ter que fazer um pix para um vagabundo.