Qual serviço tem a melhor qualidade sonora? (Apple Music, Spotify.... )

Atualmente sou assinando do Apple Music, mas estou meio por fora se as outras plataformas estão com uma qualidade tão alta igual o Dolby Atmos / Lossless da Apple.

Particularmente eu não tenho tanta experiência por isso deixo um vídeo do Leo.

Eu recomendo também que assista o vídeo do Rick Beato que o Leo também citou no vídeo.

Para minha pessoa música depende muito do local e do estado em que você está, então se você tem um momento e local dedicados para escutar música pode ser que vale a pena ter um serviço que entregue maior qualidade.
Se estou com vontade de escutar algo até uma lata com um falante me deixa satisfeito, por isso costumo recomendar que vá atrás de um serviço que lhe entregue outras características que não a qualidade de áudio, pois acho todos igualmente muito bons nesse quesito.

5 curtidas

Atualmente o Apple Music é o único serviço que dá Hi-Fi sem cobrar a mais por isso, então pode ficar aí mesmo.

1 curtida

Bem colocado, áudio é muito relativo, porque depende de muitos fatores, principalmente da fonte emissora de som (auto-falante). As empresas vão tentar te empurrar vários tipos de serviços XYZ dizendo que é da mais alta qualidade etc, mas se você não tiver um equipamento pra traduzir toda essa qualidade, não adianta muito.

Outra coisa é a idade, quanto mais velho seu corpo menos frequência você ouve, claro que isso é no geral. Ou seja, no final você pode não estar escutando toda essa qualidade que você ta comprando.

9 curtidas

O Hi-Fi só é perceptível se você tiver equipamento de ponta na casa dos milhares de reais e um ouvido bem treinado. Do contrário é praticamente irrelevante. O Spotify Premium já chega a 320kbps na qualidade mais alta e o som é praticamente perfeito. Um bom teste é você pegar um CD original e uma música dele no streaming em qualidade alta. Se você não conseguir notar a diferença pode estar gastando dinheiro à toa.

Agora o Dolby Atmos de fato faz uma boa diferença se tiver fones que suportem. E de cara o Spotify já não é uma opção visto que ele não suporta o Atmos. Se você gosta da experiência e do catálogo do Apple Music (que já tem o Dolby Atmos) não vejo motivos pra trocar. Mas se quiser um serviço que oferece qualidade extrema tem o Tidal, por exemplo.

Mas novamente, não acho que valham a pena para a grandíssima maioria. Experimenta fazer um teste cego pra ver se seu equipamento é capaz de entregar uma diferença de som entre eles.

5 curtidas

Concordo contigo.

E uma parte dos usuários nem se que tem o trabalho de mexer nas configurações para melhorar o áudio, deixa no padrão.

Deve ter uma boa parcela de usuários que deve está ouvindo a 192 kbps, e deve ter uma parte que nem liga, somente quer ouvir as músicas que gosta um pouco mais alto e só.

1 curtida

Atualmente na minha opinião, o AM. Estou gostando muito e agora ela trouxe mais uma att com Áudio Espacial com rastreamento de cabeça no iOS 15.

1 curtida

Não é um bom teste, pois eles terão mixagens diferentes e por isso terão sons diferentes.
O teste ideal é pegar um arquivo lossless, e deste mesmo arquivo compactar (com um bom software) em qualidades menores (320, 256, 128kbps). Melhor ainda se for realizado por outra pessoa e só ouvir, aí sim conseguirá saber se ouve de fato a alta qualidade ou é só placebo (spoiler: pelo menos 95% dos usuários não percebem diferença).

Todo fone “suporta”, pois não é necessário nada a mais para isso. A única função que precisa de um fone compatível é o rastreamento de posição da cabeça, que faz o áudio mudar de posição conforme o usuário se movimenta. Pra isso é necessário que ele tenha um acelerômetro. Mas de resto, não existe isso de fone ser compatível.

1 curtida

A menos que você tenha equipamento e seja audiófilo, todos vão te dar a mesma experiência. Se você ouve música no celular, especialmente por bluetooth, devido as compressões, não se apegue a altas taxas de transferência, pq você não vai ter isso de fato.

4 curtidas

Qualidade sonora depende muito mais do seu equipamento do que do serviço de streaming que você usa.
Se você usa um fone bluetooth, qualquer serviço de streaming vai te entregar a melhor qualidade possível em 320kbps, acima disso a taxa de transferência do bluetooth não é capaz de reproduzir. Se você usa fone de cabo, mas é um fone comum, também é irrelevante pois ele não será capaz de entregar a qualidade necessária pra notar a diferença, só mesmo com um fone premium e via cabo que é possível entregar uma qualidade diferente, mas mesmo assim é bem provável que você não consiga perceber a diferença, pois mesmo audiófilos tem dificuldade pra perceber diferença acima de 320kbps.

Ou seja, a menos que você seja aquela parcela minúscula da população que tem um fone caro, ouve apenas via cabo e consegue perceber as diferenças sutis no som lossless, qualquer serviço de streaming é capaz de entregar a melhor qualidade possível.

2 curtidas

Gosto muito do Apple Music por ter o Apple Digital Master, a masterização exclusiva para o streaming é mais relevante do que ter um Hi-Fi muito específico.
Antes de mais nada é interessante perguntar se a gente tem bons equipamentos para ouvir música em alto nível de fidelidade. (fone, dac, etc…)

1 curtida
6 curtidas

Além dos equipamentos de milhares de dólares, tem um ponto importante que é pouco falado quando se discute qualidade de áudio: a gravação.

Se você pegar um álbum dos Beatles dos anos 60, do Queen dos anos 70, do Van Halen dos anos 80, Nirvana em 90, e Linkin Park dos anos 2000 verá muita diferença na parte do áudio, devido a forma como eram gravados, os equipamentos da época, e os “padrões” de mixagem de cada época.

A partir dos anos 2000, quando a mixagem in the box (no computador) se popularizou, a qualidade do áudio melhorou significativamente, mas em contra partida a qualidade das mixagens e masterizações se diversificou devido a facilidade de gravar em casa e tudo mais. Com isso se tornou comum “músicas mal gravadas”, seja pelo equipamento barato ou pela falta de conhecimento da pessoa que gravou em casa. É aí não existe equipamento milionário que corrija os defeitos do que já vem ruim desde a gravação.

2 curtidas

Com certeza um dos pontos que mais impactam, tem bandas que a gravação bem meia boa e não adianta ter equipamentos de qualidade que não vai melhorar a qualidade, pelo contrario vai mostrar mais ainda os problemas na gravação.

1 curtida

Estou no Apple Music pela integração que ele tem com os outros aparelhos do ecossistema da Apple. Em relação à qualidade do audio, não noto nenhuma diferença entre Apple Music e Spotify. Só acho que o aplicativo do Apple Music é mais bem-acabado.

Eu atualmente uso Spotify, e tem e atendido.
E acho que para qualquer usuário comum, ele é o que é mais indicado.
Bastante intuitivo, e com recursos bacanas de sincronização de play.
HI-FI é bom, já experimentei com fone profissional.
Mas andar na rua com fone do tipo, é pedir para o dono levar.

Não sou audiófilo e a maioria do meu consumo de música é na rua, então uso o Spotify mesmo. Até testei o Tidal numa época, mas não notei diferença alguma.

E há rumores que o MQA/“qualidade mais alta” do Tidal é um engodo.