Primeiras Impressões - Galaxy Book2 NP550XED-KS3BR

Comprei o Galaxy Book2 com Intel Core i7 1255U, 8 GB de RAM, 256 GB de SSD + 1 TB de HD na Loja Samsung através do Mercado Livre por R$ 3506 no dia 27/06/2023.

Chegou bem embalado, e dentro do prazo estipulado no anúncio (30/06/2023), embora não tive retorno do rastreio do produto e código da transportadora pelo Mercado Livre, e o atendimento por chat me passou que a chegada do produto seria três dias depois, e o rastreio da transportadora (que foi a Total Express) colocou 5 dias depois.

Fiquei surpreso com o tamanho da caixa, que é menor do que eu esperava, além de que esse modelo vem com aquele plástico que protege a tela de ser marcada pelas teclas do teclado, o que eu gostei bastante.

Embora tenha gostado do carregador ser USB-C, não achei o cabo e o conector resistentes, e acredito que não vai durar o que deveria.

Embora tenha gostado de ter vindo com dois USB-C, não gostei dessa versão ter os dois conectores juntos (a solução da versão gringa é melhor). Acaba complicando no uso de adaptadores OTG para USB-A. Uso um modelo da Samsung, e não dá pra plugar dois do mesmo modelo, por exemplo. Teria que obter um adaptador no formato de cabo.

O produto é o que eu esperava, mas a tela não veio 100% perfeita (noto que o preto não é exatamente preto em uma das bordas, ficando um tom meio alaranjado, embora não seja vazamento de luz), embora no dia a dia não se note nenhum problema (está me incomodando, mas como já conheço esse problema de outros modelos de outras marcas, só vou torcer para não piorar).

Farei mais testes, mas também esperava um pouco mais da duração da bateria (até agora está sofrendo pra durar 4 horas em uso moderado), e o tempo de carregamento também não é nenhuma maravilha (entre 1h30 e 2 horas).

Chamou a atenção que o HD na BIOS e no programa HWiNFO diz que é da Western Digital, mas o Windows reconhece como se fosse da Toshiba. Não quis abrir a tampa de upgrade para confirmar.

Quanto ao cooler, mesmo no modo de baixo consumo, não é exatamente silencioso.

Achei interessante que a versão que eu comprei não vem com o adesivo destacando as principais especificações do produto no canto esquerdo da base.

Quanto ao produto em si, escolhi por ter a porta LAN e as portas de upgrade fácil, ter um visual familiar, a cor grafite, mas seria legal se o teclado tivesse vindo com retroiluminação e o botão POWER tivesse suporte a leitor de digital, ou pelo menos um LED indicando que está aceso (o Num Lock também), como o do Caps Lock.

Quanto aos softwares, sinto falta de um programa para sinalizar quando as teclas de Caps Lock, Num Lock, Scroll Lock e outras são acionadas, como tem na concorrência (inclusive estou usando um app da Lenovo pra fazer isso).

Você também comprou um Galaxy Book2? Deixe as suas observações abaixo.

2 curtidas

Eu adquiri, recentemente, um Dell i7 12a geração, 16 gb ram, 512 hd nvme e uma placa dedicada nvidia de 2gb.

É o meu primeiro notebook, pois nunca precisei de um.

Diferente, agora, pelo momento que estou vivendo.

A bateria também dura em torno de umas 3-4 horas (carregador tijolo).

A única decepção que tive foi que não há como habilitar a nvidia para ela assumir a tela do note ou a saída hdmi.

A nvidia entra como suporte, no processamento do vídeo.

Se soubesse, não teria comprado com a nvidia.

Fora isso, tudo ok.

Nas configurações da NVIDIA você não consegue escolher entre o padrão e a placa para uso de gráficos.

Pelo seu relato, esperava mais do note

A questão da tela ser preto de um lado, alaranjado do outro, penso que é defeito de fabricação

@crmuniz notebook com placa de vídeo na nvidia de entrada, nunca mais, é só dor de cabeça e gasto bateria

Só vale a pena quem precisa da placa rtx para jogar ou quadro para trabalhar, MX, esquece

Normalmente só notebooks gamers caros tem a saída HDMI conectada diretamente na placa de vídeo dedicada. Esses modelos costumam acompanhar também um mux switch, que permite que a placa dedicada assuma o controle da tela.

Nos notebooks mais simples, o vídeo integrado tá sempre ativo. Quando você roda um programa na placa dedicada, o quadro final (já renderizado) é copiado para o vídeo integrado, para que então seja mostrado na tela. Essa cópia tem um pequeno overhead, mas normalmente só é notado em taxas de FPS acima de 60…

Eu não sabia dessas questões.

Mas, tá de boa!

Tá resolvendo o que preciso fazer.

Valeu pessoal, pelas informações adicionais.

Este tópico foi fechado automaticamente 90 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.