Por que vamos sentir falta da Oi Móvel

6 curtidas

Lembro quando 3G começou a ficar popular, a Oi lançou um plano com internet que não tinha nada comparável. Não lembro os valores, mas era algo que custava 1/4 de qualquer operadora. Na época troquei de chip assim que consegui, mas o sinal era sofrível. Alguns anos depois o preço das outras operadoras se equiparou e eu acabei saindo pq o sinal continuava ruim.

5 curtidas

Fui um dos primeiros, mas sabia que tinha um plano chamado Oi Pioneiro? Falava de graça com qualquer operadora. Tive o Siemens tela laranja, fiquei uns 9 meses sem pagar conta e depois veio uma gigante… como o tempo passa…

5 curtidas

Sempre bom ter concorrência, uma pena que agora temos somente 3 e daquele jeitinho né :confused: lembro de ver um V70 da Motorola pela primeira vez em uma loja Oi, nossa na época me pareceu um celular feito por aliens vindo do futuro kkkk

3 curtidas

Vale lembrar também do lado B da Oi: a Brasil Telecom, que ela comprou e incorporou (o CNPJ da Oi é até hoje o da antiga BrT).
Não era tão engraçadinha, mas também aprontava das suas

Quando fizeram a “virada de marca” por aqui, trocaram orelhões de uma hora pra outra pelos com marca Oi, teve plano com promoção de lançamento e passaram a desbloquear celular da concorrência.

5 curtidas

Preço é importante, mas tão fundamental quanto preço é qualidade e cobertura. E Oi deixava a desejar em muito nisso.

Aqui na cidade, a Claro é a mais barata, e mesmo assim, está em terceira, distante da Vivo e da TIM.

1 curtida

Sempre fiquei tentado em usar Oi Móvel devido aos planos muito baratos, mas, apesar de caro, a Vivo sempre funcionou muito bem por aqui, então nunca me dispus a tentar.

Já a internet fixa, passei de GVT/Vivo para Oi Fibra com o c# na mão por conta da péssima memória da Oi Velox, mas já são uns 3 anos e sempre funcionou muitíssimo bem.

2 curtidas

Sempre tive péssimas experiências com qualquer produto Oi (desde a época em que era Brasil Telecom), então sempre evitei.

Não adianta nada “internet ilimitada” se ela não funciona direito nem na área central da cidade de 600k habitantes onde eu moro.

2 curtidas

Esse jibgle “quem ama bloqueia” é MUITO icônico, nunca mais esqueci dele.

Quanto aos preços agressivos nos últimos anos, foi o que restou para a Oi conseguir ser minimamente competitiva, já que ela ficou muito atrás da concorrência na qualidade da rede. Eu mesmo fui cliente da Oi entre 2017 e 2019, mais ou menos, mas desisti justamente pela qualidade do sinal, bem ruim (mesmo morando em uma capital).

4 curtidas

Nos 5 anos que fui cliente da Oi, ela nunca me deu problema, espero que a Claro não me dê problemas.

2 curtidas

Olha, essa materia me pegou pela riqueza de detalhes. Que nostalgia me trouxe pois acompanhei tudo isso. Nota 10 para o autor.

10 curtidas

No começo do Oi Movel, lembro que na minha cidade (interior de MG), vendiam celulares e planos, até ai tudo bem, mas o detalhe era que, não tinha cobertura da oi. A promessa era comprar o celular e plano Oi, que no futuro “iam” instalar as torres. Por isso meu primeiro plano foi da Telemig Celular.

1 curtida

Oi sempre foi uma operadora voltada para planos baratos pois nunca teve uma rede decente.

Apesar de ter sido a segunda em estados de grande população como MG, isso veio mais em função dos preços do que qualidade (na época a Telemig Celular era muito superior).

O lado mais positivo da Oi era sua equipe de engenharia. Mas isso não chega aos olhos da população. Era comum alguns técnicos da Oi prestarem consultoria em outras operadoras menores, dada sua capacidade.

Infelizmente a Oi serviu também pra fins políticos, mas isso é outro assunto.

Em suma, nunca foi uma opção pra mim.

4 curtidas

Trabalhei como atendente de cadastro na Contax, cujo cliente contratante era a Oi. O ano era 2002, mês de julho quando iniciei minhas atividades atuando no atendimento ao DEALER e internamente, o setor era conhecido como HOTLINE. Era o início comercialmente falando, da Oi no mercado de Telecom e os parceiros dentro de suas lojas ainda não estavam todos eles com a EXTRANET implantada em seus computadores, portanto, a existência do “DEALER”, era realmente necessária.

Muito treinamento para poder compreender o funcionamento do SIEBEL com suas múltiplas telas e, somente após alguns meses naquela atividade laboral, desenvolveram um “SMART SCRIPT” que simplificou o atendimento, reduzindo a fila de clientes que ligavam para o SAC. Pedi demissão em agosto de 2003, retornando em 2005 para novamente sair em 2006, tendo permanecido dessa vez apenas 4 meses e meio.

Já não era mais a mesma coisa como foi na primeira vez! Minha base estava localizada em Niterói, na Rua São Pedro e eu ia para lá saindo de São Gonçalo. Tudo isso aqui no Rio de Janeiro, região metropolitana. Deixou saudades sim, principalmente para quem trabalhou com esse cliente da Contax, pois realmente tudo da Oi era novidade no mercado das telecomunicações! Sempre achei também que a Oi fazia de tudo para crescer, mas não decolava! Entretanto, foi inovadora até o fim e digo isso, porque hoje tenho um plano controle, onde pago R$55,46 com oferta de 50 GB válidos por 31 dias, mas esse valor surgiu após o aumento concedido às Teles, pois antes custava R$49,90 ou R$49,99, não me lembro ao certo. Tudo bem que preciso pagar primeiro para depois utilizar, parecido com o pré pago. Mais ainda, caso não haja saldo no meu cartão de crédito cadastrado no início do novo ciclo de utilização, posso realizar uma recarga e tudo bem!

Ainda não encontrei outra operadora com uma oferta similar e, acredito que essa modalidade de plano controle, foi nada mais, nada menos, que uma bomba de efeito retardado deixada para trás, onde a operadora que assumisse sua base de clientes após o leilão, iria ter que decidir qual fio deveria cortar; se o fio verde ou o vermelho! Quando for postada uma matéria semelhante à essa da Oi sobre a VIVO, então comentarei sobre minha experiência na TELEFÔNICA CELULAR, iniciada no ano 2000 e terminou em março de 2002, sendo esse o nome da VIVO antes de ter sido celebrada a Join Venture com a PORTUGAL TELECOM e que foi encerrada mais adiante, quando a TELEFÔNICA CELULAR passou a concentrar todas as ações da VIVO na Bolsa de Valores. Também foi um grande aprendizado no segmento de Telecom, quando até então, eu não sabia nada! SOMOS TODOS Oi!

3 curtidas

A Oi, como marca, era realmente muito moderna, jovem e simpática! Lembro que todos amigos ou tinham ou queriam ser da Oi. Fui durante muitos anos.
Entre tantos problemas claros de gestão, havia dois do ponto de vista do consumidor que ajudaram muito a empresa a afundar genuinamente. O primeiro deles já foi levantado nos outros comentários: a qualidade do sinal. Era muitos locais abertos ou fechados que faziam a gente passar vergonha por não ter como usar o telefone nem para o bom e velho SMS, internet então nem pensar. E isso era gravíssimo e nós não víamos a empresa se mexer para solucionar.
O segundo ponto, do qual eu fui “vítima” e muitos outros amigos e familiares também era o péssimo atendimento que a empresa prestava aos clientes. Não era somente no Oi Móvel. Era tudo: fixo, internet (o antigo Velox) e Oi Tv. Mas alguém pode dizer, ah mas as células que atendiam a Oi Móvel era diferente. Não, amigo. Não era. E para nós clientes, olhávamos a empresa como uma só, até porque eu mesmo era cliente de todos os produtos citados. Eu já ouvi barbáries dos operadores de atendimento da Contax. Coisas como: “não posso fazer nada, o problema é seu”, “não há previsão para o reparo da Velox na sua região, tem que aguardar”, e por aí vai. Fora as dificuldades para conseguir uma contestação de valores cobrados errado (e era bem frequente isso).
Hoje a Oi pode até ter o melhor produto em fibra, mas os traumas que me deixaram não se superaram.
Enfim, por essas e outras não me deixa saudade alguma.

1 curtida

Zero saudades.
Aqui na minha cidade era um absoluto inferno depender da Oi pra qualquer coisa, seja planos móveis ou a finada DSL.

Vou no túmulo dessa empresa pra mijar na lápide.

3 curtidas

Esse é um chip Oi que ainda tenho comigo guardado como lembrança e permanece, dentro da embalagem lacrada. Trata-se de um chip padrão, anterior ao chip duplo corte. O ano para poder ativa-lo constante no verso é 2014, mas todo chip Oi, mesmo com a informação: “Ativar até…”, eram e ainda são, até hoje 17 de setembro de 2022, passíveis de serem ativados. Tenho um documento da Oi obtido mediante reclamação postada na ANATEL, onde essa operadora afirma que trata-se de mensagem promocional apenas. Cheguei a comercializar muitos chips


Oi desde o ano de 2014 até 2020, quando meu estoque chegou ao fim e já não havia muita demanda dessa mercadoria que incentivasse novas aquisições.

4 curtidas

Esse aí na foto sou eu, quando ainda vendia chips Oi e de outras operadoras também. Fui até o centro do Rio de Janeiro resolver algumas pendências e, aproveitando a viagem, vesti o colete da Oi que ainda tenho guardado, para vender alguns chips por lá antes de retornar para São Gonçalo. Locação: MUSEU DO AMANHÃ.

10 curtidas

Eu lamento muito perder tanta internet que ainda estou usando

3 curtidas

Nunca tive chip da Oi, mas tive DSL em casa, e não sinto saudades nenhuma.

1 curtida