Por que o Wi-Fi acaba de receber a maior novidade em décadas

Originally published at: https://tecnoblog.net/335575/wi-fi-6e-frequencia-6-ghz-aprovado-fcc/

FCC autoriza frequência de 6 GHz para Wi-Fi 6E e amplia espectro da conexão sem fio; Wi-Fi deverá ficar mais rápido e confiável

4 curtidas

Fiz login só para parabenizá-lo pela matéria. O Paulo Higa citou até a Resolução da Anatel de 2008, mostrando que a adoção do novo padrão de wi-fi pode não ser tão simples no Brasil.

5 curtidas

Incrivel. Texto completíssimo mesmo. E, ao mesmo tempo, objetivo. Perfeito.

3 curtidas

Parabéns pelo texto, Paulo. Gostei do “puto” no texto. É essa porra mermo! :joy:

1 curtida

O wifi de 800MHz foi direto pra gaveta mesmo!? Nunca mais falaram sobre

1 curtida

Mostra o quanto o BR é desorganizado. Sem falar que 98% dos usuários não sabem nem ao menos a existência das duas bandas disponíveis… Para eles é tudo Wifi.

1 curtida

Ótimas notícias e, pra variar, mais uma excelente matéria aqui no Tecnoblog. Texto fácil de entender até para os menos chegados em termos técnicos.

2 curtidas

Só de ter mais alternativas ao 2.4GHz também usado pelo Bluetooth (muitos devices ficam com internet capenga se usar fone bluetooth enquanto navega… principalmente os mais baratos)

1 curtida

Continuando a discussão do Por que o Wi-Fi acaba de receber a maior novidade em décadas:

Muito legal, o pessoal aqui só elogia, mas será que sou o único que não viu tanta vantagem na rede Wi-Fi de 5ghz? Aqui minha Oi Fibra de 5ghz não tem muito alcance, não chega a 3 cômodos de onde está o modem/router. E pelo que pesquisei isso é assim mesmo. Qual a vantagem de se ter uma frequência mais “estável” e mais veloz, se ela tem pouco alcance? Acho que é melhor baixar um pouco a bola antes de dar saltos de alegria e testar a nova tecnologia.

1 curtida

Física básica - frequências mais altas têm alcance menor. Comprimento da onda menor.
Não tem como alterar isso.

No caso de redes 5G, ou esses wi-fi de 5 ou futuramente 6Ghz, teremos q ter mais equipamentos para cobrir a mesma área coberta, por exemplo, pela frequência de 2,4Ghz. Com amplitude menor.

5Ghz são mais canais disponíveis, para mais velocidade e mais gente pendurada, reduzindo interferência, dentre outros fatores.

No link abaixo fala um pouco sobre ondas milimétricas, aplicadas ao 5G. Mas o princípio serve pro wifi tb.

2 curtidas

A galera não tem que entender de calão técnico, só quem é da área. Daí que a Apple funciona muito bem (e não tenho nenhum, mas conheço) porque quando lançam algo e dizem que é mais rápido, isso é o que a maioria quer saber. Se a mim me dizem que o router X usa a última tecnologia e é mais rápido e o meu PC ou celular tem essa tecnologia para aproveitar, acha que a maioria quer saber que funciona na banda não-sei-o-quê?

1 curtida

isso porque os drivers ou aparelhos não são bons. Eu uso uns por Bluetooth, meu teclado e rato também, a cam de criança também, um celular também; o resto vai por 5 GHZ e no entanto tudo funciona bem. Porquê? O router detecta quais os canais em 2.4 GHz cheios e fixos (teclado, rato, fones) e muda o resto para outro canal (celular, cam de criança, assim está tudo bem. Se o seu router não é bom, fica tudo no mesmo canal e dá interferência

1 curtida

Enquanto isso, tem fabricante lançando smartphone sem wifi 5.0GHz em pleno 2020. Não vejo o 802.11ax (6GHz) se popularizando tão cedo.

1 curtida

Excelente matéria, Higa!

Um ponto que ninguém comentou aqui até agora é o fato de parte da banda de 6GHz já estar sendo usada no Brasil para serviços de comunicação via satélite.

Não sei, mas se é uma aplicação tão diferente de, por exemplo, uso residencial, porque eu não poderia comercializar dispositivos Wi-Fi 6E no Brasil para essa finalidade?

Existem regras para o uso de cada frequência em cada país. Quem define isso no Brasil é a Anatel. Daí a necessidade de homologar todo roteador, celular, telefone, etc., que é comercializado aqui.

Em tese daria para usar sim, mas aí tem que ver o que os estudos da Anatel vão concluir.

2 curtidas

só uma observação em relação a matéria, aqui no brasil em 2.4 é sim permitido usar 40mhz porém os roteadores dificilmente usam isso justamente por causa da interferência, a não ser que você tenha um roteador um firmware modificado (dd-wrt, open wrt, tomato) você consegue forçar ele em 40mhz

Matéria incrível! E a parte do “puto” é uma verdade universal mesmo!

Que era física básica eu ja sabia, mas isso não anula o que eu falei. Também sou fã de tecnologia e aprecio as novidades, mas não saio dando saltos de alegria, esse é o ponto. Não vejo muita vantagem, na minha casa a frequência 2.4 Ghz nunca deu problemas e tem longo alcance. Me serve muito bem. A de 5ghz so funciona em um quarto e na sala adjacente. Na teoria vc pode até dizer que foi uma evolução, mas na prática é outra coisa, não há como contestar isso.

1 curtida

Uma coisa boa do wifi 5GHz é que por ter alcance menor, isso evita interferências com o wifi do seu vizinho. E como a grande maioria (uns 99,99999%) das pessoas não sabe configurar corretamente o wifi… o menor alcance evita problemas.
Aqui vai uma descrição prática do porque do menor alcence ser algo bom.

Onde trabalho, temos wifi cobrindo a empresa inteira (50 antenas ubnt implantadas em 2015). Quando muito você conseguia ter 200 usuários conectados de forma simultânea.
Os problemas que existiam eram: baixa velocidade de uso (down/up) mesmo ligado a um link dedicado e simétrico de 100 Mbps, interferência com o wifi de prédios vizinhos, todos xingando o wifi.

Em 2016 já puto da vida com os problemas do wifi, fui atrás de conhecimento sobre o assunto. Pesquisa daqui, pergunta ali e fui entendendo como funciona as coisas.
Final de 2016, refiz a rede do zero. Configurei todos as antenas com potência em LOW, canais fixos (1, 6 e 11 caso use a frequência 2,4GHz), evitando interferências entre antenas e limitando o download/upload em 4 Mbps por usuário. Gastei apenas 10 dias nessa reconfiguração.

Hoje, se você visualizar a rede temos os seguintes dados:
72 antenas.
A quantidade de usuários conectados simultaneamente varia de 700 a 1400.
Wifi de prédios vizinhos não causam problemas/interferências. Antenas não brigam entre si.
Independente do horário, qualquer um consegue usar o máximo da velocidade (limitado nos 4 Mbps) e o link que alimenta tudo foi reduzido para 50 Mbps sem apresentar gargalos na rede.
Usuários felizes.