Por que borrar fotos para esconder dados é uma ideia ruim

1 curtida

O estagiário deveria estudar ao menos o básico do conteúdo dissertado ou exposto. Borrar a foto seria ainda mais seguro que sobrepor uma tarjeta de censura na foto. Aliás, este é um dos mais fáceis de serem removidos há muito tempo. Deveria orientar à recortar a foto ou a nem mesmo divulgá-la sob quaisquer circunstâncias, caso seja realmente sigilosa.

A paz.

Perai, então você está dizendo que descobrir o que está debaixo desse retângulo:


é mais fácil do que descobrir o que está nesse emaranhado pixelado?

9 curtidas

Boa tarde amado!

Caso tenha sido apenas inserida a tarjeta por cima da imagem, a resposta é sim! Mas caso isso tenha sido feito, e depois tirado um print da mesma, já não será mais possível. Somente com a foto original contendo a tarja…

Quando digo mais fácil, coloco em questão a simplicidade na manipulação e o tempo decorrido para restaurá-la.

A paz.

Eu não sou da área, mas nunca ouvi falar de nenhum método para retirar um bloco sólido de cor de uma imagem assim.
E considerando que é um arquivo JPEG sem camadas nem nada (que era o formato padrão de exportação de imagem de vários programas, junto com o PNG, não sei mais se ainda é ou se já estão usando algum outro formato, ainda mais em app pra smartphone e tablet), eu não consigo imaginar qual seria o método para recuperar o que está embaixo daquele retângulo preto da imagem que eu postei.

A não ser que você esteja falando de algum formato onde salva as informações de camadas e esteja considerando que a tarja seja uma camada separada da imagem original.

1 curtida

cetáloco filho? ce vai preso se o FBI pegar isso. D:
Quanta obscenidade. D: hahaha

@Pastor_Merencio, é mais rápido meter um quadradão em cima que ficar procurando a ferramenta no outro software… haha

1 curtida

Vocês não estão entendendo, o Pastor trabalha no CSI Miami:

O Pastor tem razão. Se o rasurado for feito na foto original é possível ver o que está por trás.

Se quiser algo profissional o Photoshop tem uma função que a foto fica praticamente perfeita, se quiser algo rápido é só mexer nas configurações de cores da.foto.

Exposicao no máximo, luminosidade no máximo, sombra no máximo e contraste no mínimo.

Pronto! Já dá.pra ver o que tem por baixo do risco.

Agora peçam desculpas pra ele, ok?

Pior que o que o Pastor está falando faz sentido sim, ainda mais se o borão for feito com aqueles editores de celular.

Um sujeito com muito tempo livre e conhecimento certo vai ter menos esforço de descobrir o que está por trás de um borrão do que o sujeito que vai ter que ter um bom conhecimento em aprendizado de maquina, acesso a esse tipo de software e principalmente uma maquina super parruda para fazer os cálculos e comparação das imagens em um tempo considerável.

O texto da matéria dá a entender que é um processo é simples, quando na verdade apenas o conceito todo da coisa é, pois na pratica é bem mais complexo do que parece, e um sujeito que tem conhecimento para desenvolver e colocar em produção isso ai, com certeza está bem empregado, de preferencia em uma agencia de inteligência e espionagem de algum pais serio por ai.

@Cacildis
Você está falando de esconder a informação antes de tirar uma foto ou usar um editor de imagem para esconder a informação?

A pergunta que eu fiz foi (imagino que) claramente sobre usar um editor de imagem para esconder a informação e o que o Pastor parece ter dito, pra mim, principalmente pela resposta dele ao meu comentário, é que é mais fácil recuperar informação de trás de um bloco sólido de cor do que de um emaranhado pixelado. O que não faz sentido pra mim.
O que eu entendo é que o bloco sólido de cor seria como formatar um HD e reescrever todos os blocos com uma única informação, enquanto que no pixelado seria algo mais próximo de fragmentar os arquivos e apagar algumas partes do HD a ponto de ficar ilegível normalmente mas com partes da informação ainda presente, o que, com algumas técnicas torna possível você deduzir a informação de volta.

@Darkalliance
A questão é que o método que dos pesquisadores utiliza um template de rede neural open-source e disponível gratuitamente e, aparentemente, pronta para ser usado. Só precisa treinar a rede neural com um algoritmo de reconhecimento de imagem, que deve ter disponível por aí de graça também, e pronto.
Claro que ainda não é um negócio que qualquer pé-rapado faz, mas também não é algo que precisa de um conhecimento tão aprofundado ou específico, principalmente porque o mais difícil (que é criar a ferramenta), já está pronto.

1 curtida

Já existem softwares para desfazer esse tipo de coisa. o FBI tem usado aos montes.
Por exemplo… You can swirl, but you can’t hide | MinnPost

Não sei nem porque estou me prestando a isso, mas vamos lá.

Borrão com a ferramenta do WhatsApp:


Não há nenhuma informação de luminosidade, o RGB está 0-0-0.


.
Borrão com as ferramentas do app Photos do Google:

A ferramenta de marcar o texto, obviamente não cobre tudo, pois o princípio dela não é cobrir e sim marcar, destacar. O pincel comum, como esperado, tampa 100%.

4 curtidas

Eu uso o efeito “Pixelizar” quase no máximo (ou no máximo mesmo). O GIMP tem esse efeito.
aaaaaa