Piauí quer investir em fogão solar contra alta do preço do gás de cozinha

Espero que seja acessível… porque não adianta nada lutar contra o preço do gás com um produto que custaria 2 anos de gás de cozinha… hahaha

2 Likes

É muita p*taria viu, em pleno 2021 estarmos pesquisando formas de usar o Sol pra assar comida, porque o gás de cozinha está caro. Vou te contar viu!

7 Likes

Bom, dá pra fazer um fogão desses usando só papel alumínio e uns pedaços de papelão se quiser (apesar de que usar algo côncavo, como uma antena parabólica mesmo, ajuda bastante).
Por exemplo:

O que mostra na matéria é uma versão turbinada disso.

1 Like

Não faz o mínimo sentido essa ideia de fogão solar. Aliás, é uma piada de mal gosto.

Ao invés de gastar recursos para uma geringonça dessas, destinasse uma verba para o desenvolvimento de painéis solares nacionais de baixo custo, somado a uma parceria público/privada para a fabricação e distribuição à estas famílias.

Na minha cidade pelo menos tds as casas populares vinham com painéis solares pra aquecer o chuveiro, e isso uns anos atrás, bem antes do covid.

Essa notícia representa melhor o brasileiro do que um cachorro caramelo… Fogão feito com sucata e um forno feito com pneu, tudo isso porque o gás (necessidade básica) está ficando caro de mais para a população.

Cara, o Brasil tá f* mesmo

5 Likes

Quando ele foi eleito eu disse para todos que seria um retrocesso de pelo menos 50 anos para a sociedade brasileira. Minha previsão foi muito errada.

Se tivermos mais 4 anos disso aí vamos voltar para a idade das pedras.

5 Likes

Sim, mas e quão efetivo é isso dessa maneira? hahaha

Fogão solar até funciona se for feito da maneira correta, porém…

Problema de fazer painel solar é que não vai gerar muito interesse da parte do governo se tiver de fazer P&D para dar de graça para quem não pode pagar. Mesmo que recebam pra isso… Mas é uma idéia interessante também. Essa é uma coisa na qual eu queria trabalhar se soubesse.

É o tipo de projeto que se encaixaria bem dentro de universidade. É uma forma de botar os alunos pra resolver problemas reais, aliando o conhecimento que obtiveram. A universidade se encarregaria da parte burocrática de buscar parcerias para financiar o projeto. Já o governo se encarregaria de não complicar as coisas.

É triste ver que em pleno 2021, tenhamos que recorrer a isso pra tentar sobreviver. Pode ser longe da realidade de muitos daqui, mas é preocupante considerarem uma alternativa dessas. Antes fizessem como em São Paulo que tem o vale-gás que concordando ou não, já uma ajuda e tanto aos que mais necessitam.

1 Like

Vixi… ai seria pedir demais… :I

Incrível o que a universidade pública é capaz. Palma pra os baderneiros que desenvolvem tecnologia com quase nenhum incentivo e recurso. O único triste é que isso tenha sido necessário dado esse desgoverno e os descaso dele com os mais pobre. Triste.

3 Likes

Agora fica faltando só a comida, já que tem uma parcela gigantesca de brasileiros que não sabe quando fará a próxima refeição.

1 Like

Cara… e tu tirou daonde que quem não consegue comprar gás à 90 reais tem celular pós ou TV por assinatura? Porque sinceramente, viu… geralmente esse pessoal sequer tem energia para desperdiçar…
Ps.: Arujá é uma cidade com poder aquisitivo bem mais elevado que onde esse projeto seria utilizado…

1 Like

De onde amigão? Na capital são Paulo, tem muito morador de rua vivendo embaixo da ponte, mas uma parcela expressiva dessas pessoas, corre atrás do pão de cada dia, enquanto outros não querem nem saber de fazer algo para ter o que comer e vivem pedindo e pedindo! Toda região, em qualquer lugar do planeta tem seu lado bom e negativo. Se fosse tão difícil se virar pra ter o que comer, quem vive no Alasca, por exemplo, estaria morto? É do ser humano procurar o melhor para si e para os seus, se permanecem esperando chuva onde não cai nem garoa, o problema é comodismo mesmo! Me desculpe se lhe faltei com respeito, mas a verdade existe para ser dita e não “mimizada”!!!

Dude… isso é tão… /r/wowthanksimcured… que não dá muita vontade comentar aonde tu está errado, mas… Não sei se é por desconhecer (ou não acreditar em) alguns problemas mentais (que podem ser coisas simples porém que podem ter consequencias piores que tu imagina), como outras condições sociais como preconceito contra morador de rua que está absolutamente explicito no teu comentário… tenta se colocar no lugar deles, tenta ver o que acontece antes de acreditar cegamente que tua “verdade” é absoluta. Esse “Se fosse tão difícil se virar pra ter o que comer, quem vive no Alasca, por exemplo, estaria morto?”, nessa situação, soa como reductio ad absurdum… Nem todo ser humano é igual, cada um tem suas facilidades e dificuldades.

Te pergunto: eles não querem fazer nada, não conseguem fazer nada ou não tem oportunidade de fazer nada? Já viu alguém gostar de morar na rua? Gostar de passar frio de madrugada? Gostar de sentir fome? Gostar de ter catar lixo/pedir esmola para comer? Sério… é muito fácil assumir alguma coisa como se fosse uma verdade sem ter noção da realidade… a realidade é cruel, as grandes cidades nem sempre tem oportunidades para todos. Se tu teve oportunidade, agradeça aos responsáveis (seus pais, alguma entidade que tu acredite, e etc), Nem todo mundo teve as mesmas ou teve algum problema muito grande na vida e acabou perdendo tudo…

argumentação eloquente!

1 Like