Parler promete voltar após ser banido por Amazon, Apple e Google

Originally published at: https://tecnoblog.net/400600/parler-promete-voltar-apos-ser-banido-por-amazon-apple-e-google/

CEO do Parler promete retomar atividades após ser banido de lojas de apps de Apple e Google e do Amazon Web Services (AWS)

O que estã acontecendo ultimamente me lembra a serie Continuum e esse artigo do El País, do não tão longínquo ano de 2017, (não precisa me atacar, eu sei que nos termos de uso dos serviços é previsto que quem não se comportar é chutado pra fora, não estou entrando nesse mérito, apenas lembrei desses dois fatos)

4 Curtidas

Coerência mandou lembranças. Quando houve o atentado contra o Bozo militantes de esquerda postaram inúmeras publicações comemorando o ataque nas redes sociais, algumas eu até denunciei. Era coisa muito mais pesada, mas as empresas por trás do serviços nada fizeram para remover esse conteúdo. Ou seja, dois pesos e duas medidas.

Como sempre digo, a expressão “discurso de ódio” foi completamente banalizada, se tornando um clichê para justificar a censura e intolerância contra qualquer opinião contrária a ideologia política defendida pelas redes sociais. Quando não é discurso de ódio é outra bobagem como “fascismo” ou “extrema direita” repetida ad nauseum.

13 Curtidas

É claramente dois pesos e duas medidas. Pois se não tivesse achado bonito as destruições que o pessoal do BLM estava fazendo, também não teria invasão ao Congresso. Sou contra as duas invasões, apesar que para mim é mais ofensivo a invasão de uma propriedade privada do que a invasão de um órgão publico. Mas quem começou isso lá atrás não foi o Trump.

6 Curtidas

Gab mandou lembranças. Veio antes do parler e eles foram espertos e nunca hospedaram sua infraestrutura em serviços de terceiros. Acredito que seja pela questão de ser “menos confuso”. Enfim.

Curiosamente a “militância” ainda não veio avacalhar esse tópico como fizeram no do banimento do Trump do twitter (e cia).

Mas uma coisa é certa: ambos gab e parler podem até continuar vivos com infraestrutura própria. Mas vão ser atacados, certamente. Gab o que mais posta (aliás) é sobre reportagem da mídia tentando expor acusações de tolerância a comportamentos abusivos, que não são tolerados de jeito nenhum por lá. Se a mídia não for capaz de derrotar eles, vai vir a justiça e tentar. Se nada disso fizer efeito, certamente ataques DDoS vão mantê-los inacessíveis. E quem achava que 2021 não ia ser pior que 2020…

1 Curtida

É o que eu quis dizer ali no meu outro comentário, quem manda são as corporações, e elas tem lado definido e não tem vergonha de arregalar os olhos pra um acontecimento e fechar para outro … Apesar de ter minha opinião sobre esse assunto especifico abordado por você, evito expor em comentários, tem cego dos dois lados da moeda, que sempre aparece em um ponto ou outro para defender seu proprio lado que ela “acredita” que é o certo, prefiro evitar o stress, preservar a saúde mental, e até a física(tem doido pra tudo nesses grupos).

1 Curtida

Uma das coisas que consigo tirar de tudo isso e do momento atual que vivemos, é que a sociedade falhou.
Chegamos em um nível que a polarização política faz as pessoas lamberem ideologias sem autocrítica, estamos regredindo como civilização.
Trump sendo a maior vergonha para os EUA dos últimos anos colocou em dúvida a maior democracia do mundo ao mesmo tempo que minou o país que mais defende a democracia do mundo, tudo em busca de autosatisfação, praticamente jogou a favor do maior rival de sua nação, China, da mesmo pra dizer que esse sugeito é anti-china? Depois de tudo isso fiquei na dúvida mas acredito que a resposta seja não.

1 Curtida

Grandes empresas de tecnologia estão governando o mundo.
Juntamente com a mídia e o politicamente correto, eles definem como todos devem agir e pensar.
Se assim não fizer, todos seus dados são entregues para que seja perseguido fisicamente e você também é apagado da internet.

1 Curtida

O pessoal infiltrado no BLM, tu quer dizer… o BLM é um movimento válido, sim.
Sempre tem uns babacas que se aproveitam de protestos pacificos para saquear e fazer vandalismo, mas não quer dizer que façam parte do protesto sem si.
Mesma coisa tu falar que os black bloc (mascarados, pré-covid19) estavam fazendo em manifestações pacificas são parte do grupo que está fazendo as coisas pacificamente.

Gab?

Antifa não era um grupo que surgiu no Brasil com uma ideologia anti-facismo tipo à um século atras?

Não sei, mas continua atual e tão intolerante quanto aqueles que acusam de fascistas.

Linda a ironia disso. hahaha

É o que eu deixei aberto no tópico trancado.
Se deixar as empresas continuarem crescendo com o seu poder monopolístico, elas vão controlar o conteúdo e moldar ao seu bel prazer.
Se deixar que os governos interfiram e ditem o que pode e o que não pode rolar nas plataformas privadas, é o governo que vai controlar o conteúdo e moldar ao seu bel prazer.

Achar o meio termo vai ser bem difícil.

2 Curtidas

@keaton gab.com

Quanto à BLM e Antifas: nos movimentos recente pró-Trump que culminaram na invasão do capitólio saíram algumas fotos de infiltrados que foram vistos ou são ativistas Antifas declarados. Infelizmente as fotos já sumiram (e eu como sempre nunca tiro print de nada). Foram eles quem incitaram à multidão a tornar os atos violentos e causar o que causaram. Inclusive aquele cara maquiado e fantasiado que virou “símbolo” do movimento já foi visto outras vezes em movimentos ligados à violência.

Já os Black Blocs: ORIGINALMENTE o grupo era (ou ainda é porque ainda existe mas está em recesso) eles defendem o não-Estado puro e simples. Ou a Anarquia (que não tem nada haver com bagunça por definição). Os movimentos posteriores em que pessoas foram contrárias a políticos mas defendendo ideologias de esquerda mostra que a versão “tupiniquim” se apropriou apenas do nome.

E não, os Antifas não surgiram aqui. Já é um movimento antigo e apenas emergiu no BR também.

@rafasalgado esquerda usa o microfone do congresso pra idolatrar Mariguela sempre que pode.

1 Curtida

Amigo, a questão aqui no BR é muito mais profunda. O Bozo exaltou torturador dentro do congresso e nada aconteceu, comemora ditadura militar no twitter etc. Tu acha que vai ser um “espero que morra” que vai banir a galera?
Eu não vejo 2 pesos e 2 medidas, vejo 1 peso só, mas que tá bem descalibrado.

Me referia ao pessoal vandalo mesmo. Não sei como surgiu esse termo. hahaha

Sim, sim, surgiu na alemanha acho.

Só sei que mais uma vez concordo com o PCO kkk

https://www.causaoperaria.org.br/bloqueio-das-contas-de-trump-uma-acao-ditatorial-dos-monopolios/

e…? Onde tu quer chegar?

Bolsonaro reverenciar torturador: “absurdo, abjeto, impeachment já…”

Esquerda homenageando Mariguella no Senado Federal: “justo, herói, lutador da causa dos oprimidos”. Luta essa que lhe “dava direito” de matar a sangue frio militares (e qualquer um que tentasse lhe impedir), roubar e promover terrorismo. Aliás ele se auto-intitulava terrorista.

Pra mim quem atenta contra a vida e a sociedade de uma forma geral (e quem admira) é e deve ser motivo de crítica. Só que ultimamente a balança pende só pra um lado.

@Keaton os black blocs originais tem o vandalismo como modus operandi também. Não são um movimento pacífico por padrão. O que quis dizer é que no BR o “movimento” não se assemelha em nada com o original justamente por se posicionar politicamente.

1 Curtida

Um erro não justifica o outro. Já cansei de ver militante da esquerda exaltar ditaduras sanguinárias do Stalin, Castro, Mao Tse Tung e Maduro, e guerrilheiros e terroristas comunistas nas redes sociais, mas também não aconteceu nada, e nem vai. Hipocrisia de quem só quer enxergar um lado da moeda.