Os perigos de Google e Bing para a web aberta

2 curtidas

A coisa tá caminhando pra o que se vê na série Years and Years.
Quando eles amadurecerem essa IA de conversação e integrarem ela nos assistentes digitais, vão ficar iguais ao Signore da série

vcs est√£o muito fatalistas, n√£o?

quando o google come√ßou a usar os dados da wikipedia ningu√©m reclamou tanto n√©? quando colocaram as letras de m√ļsica direto idem.

quando usava o google, eu curtia muito as informa√ß√Ķes de bandeja, pois quase todas as minhas pesquisas j√° n√£o v√£o direto pros sites, ficava na p√°gina inicial, vendo tabela de campeonato, significado, fora que quando era algo um pouquinho mais complexo, eu tinha quase sempre as informa√ß√Ķes junto ao link, sem precisar entrar neles.

agora é uma evolução disso, pro consumidor é ótimo! agora fica difícil pra vcs, mas deve dar pra bloquear boa parte do que a IA vai ler, não? tipo deixar ler só o primeiro ou segundo parágrafo, assim creio que seria interessante para ambos.

2 curtidas

Pessoal, eu tenho uma opini√£o sobre o futuro das redes sociais e da cria√ß√£o de conte√ļdo. Com a chegada das intelig√™ncias artificiais de linguagem, acho que veremos um aumento na cria√ß√£o de conte√ļdo nas redes sociais, j√° que √© onde todo mundo est√°. Mas acho que a era do conte√ļdo em texto est√° com os dias contados, e vamos nos concentrar mais em v√≠deos e √°udios, como podcasts. Afinal, esse tipo de conte√ļdo √© algo que as IAs n√£o conseguir√£o criar t√£o cedo.

Claro, isso significa que as grandes redes sociais podem ter ainda mais controle sobre o conte√ļdo que vemos, mas acho que os profissionais de comunica√ß√£o precisam entender que n√£o podem mais depender do conte√ļdo em texto como sua principal forma de comunica√ß√£o. Afinal, as IAs tamb√©m ser√£o capazes de extrair informa√ß√Ķes √ļteis de conte√ļdo falado e em v√≠deo.

No entanto, acredito que as pessoas ainda v√£o querer assistir a v√≠deos e ouvir podcasts de seus criadores de conte√ļdo favoritos, mesmo que as IAs possam entender o que est√° sendo dito. Ent√£o, vamos continuar a produzir esse tipo de conte√ļdo e fazer o melhor que pudermos para criar algo aut√™ntico e pessoal.

Enfim, é minha opinião sobre o assunto. O que vocês acham?

1 curtida

Já temos IAs que fazem tudo isso, é questão de tempo para ter disponível de forma mais abrangente. Não dou 3 anos para isso.

1 curtida

Concordo com o Julio.

Muitas coisas se criam, poucas vingam:

Tv 3D, por exemplo.

Cinema 3D (prefiro o 2D - aqui em casa todos preferem).

E muitas mais…

1 curtida

A Ana ficou falando da interação com voz, mas eu duvido que isso irá se tornar tão comum. Eu odeio interagir com voz, até com meus amigos prefiro interagir por texto.

Uma coisa que eu inclusive adorei no Chat GPT foi o fato dele ser via texto, pois se tivesse surgido l√° por 2018, com certeza seria algo por voz e seria muito ruim. Parece que finalmente as grandes empresas de tecnologia est√£o percebendo que os usu√°rios n√£o querem interagir por voz.

O que talvez funcione √© criar uma forma de mostrar respostas por v√≠deo, com anima√ß√Ķes. Ent√£o se um dia uma IA criar v√≠deos explicativos, pode ser que funcione melhor que simplesmente texto.

1 curtida

Já postei antes, em outro tópico: a interação por voz, com a máquina, me faz sentir como um idiota.

Principalmente em p√ļblico.

Mas cada um, é cada um.

Sou antigo…

4 curtidas

Sozinho eu me sinto um idiota, principalmente por normalmente ter que repetir o comando, ou simplesmente n√£o conseguir executar o que queria.

1 curtida