Operação 404 contra IPTV pirata detém uma pessoa e apreende equipamentos

Quem recebe esse tipo de conteúdo está cometendo o mesmo crime? Eu vejo que essas operações desmontam sempre os vendedores de conteúdo pirata, mas eles nunca acabam e voltam ou aparecem outros, talvez porque sempre tem público pra isso e essa clientela nunca é responsabilizada pela receptação de conteúdo pirateado.

2 curtidas

Essa é uma discussão bem complexa. Envolve o dolo, conhecimento da pessoa que adquire este “serviço”. Não estou julgando nem falando que ninguém é santo, longe disso, mas o trabalho, ao meu ver, tem que ser focado mais em quem fornece mesmo. Do ponto de vista penal, fica mais objetivo, e, olhando no macro, na objetividade, vejo que deve se focar nisso. Conheço um senhor, com 71 anos, que adquiriu de um “vendedor” um serviço desse. E conversando com ele, ele ficou abismado e assustado quando expliquei que era ilegal, “pirata”. Mostrei opções como DirectvGO, Claro Box, Globo Play, e ele entendeu. Sim, sei que ele pode ser exceção, mas, o fato, é que legalmente, o foco tem que ser no macro mesmo…

2 curtidas

Na minha opinião, esse tipo de ação é enxuga-gelo. Falta uma pressão por parte das autoridades e de provedores de conteúdo em cima da Google, pois a Google Play está lotada de IPTV pirata e, até mesmo, o buscador da Google mostra facilmente sites de streaming e IPTV piratas. Até o ads da Google mostra publicidade de serviços de filmes e séries piratas.
Enquanto a Google for conivente com a pirataria em suas plataformas, as ações policiais serão em vão.

1 curtida

O problema disso é que é difícil processar uma big tech como a Google por divulgação de pirataria. Até o Bing da Microsoft faz o mesmo.
No caso da Google, há algum app com TV gratuita na Play Store?

Muitíssimos.

Acho que tem de focar nos 2 lados, não precisa punir o cliente de inicio, mas fazer comparecer na frente do juiz e tomar uma advertência formal seria bom, assim a pessoa sabe que fez errado e vai procurar não fazer de novo, pq sabe que vai ser punida na próxima.

Acho que se for pego pirataria nos anúncios pagos tem como sim processar ela, é diferente do site tá lá só nas buscas gratuitas.

Palhaçada um país como Brasil querer condenar alguém por transmitir Sinal de Tv, filmes e séries, que moral tem um país onde grande parte da população não tem acesso a educação de qualidade, não tem saneamento básico, e a violência que o próprio Estado comete contra o cidadão? Quem vai condenar? Graças a essa pirataria que as operadoras se viram obrigadas a baixar o valor de seus serviços, pois só visam o lucro máximo acima de tudo, não respeitam o usuário, o IPTV pirata trouxe conteúdo de qualidade pra quem não tem condições ou não quer pagar caro pra ter o serviço, já basta os impostos!

Não, pq copiar não é roubar.

2 curtidas

O maior problema é que tudo, na verdade, é uma grande hipocrisia.

De todos os lados.

A base da nossa sociedade é a hipocrisia.

Por isso, praticamente tudo funciona mal.

Sem solução à vista…

1 curtida

O maior problema do nosso país hoje e a hipocrisia referente a esse assunto. Por exemplo, veja bem. Se a pirataria e crime, pq nós grandes sites como AMAZON PRIME, MAGAZINE LUIZA, LOJAS AMERICANAS E MUITAS OUTRAS são permitidas a venda de aparelhos usados para IPTV pirata?
E sem contar que para se ter um serviço de tv por assinatura mais ou menos e um preço absurdo. Para se ter um serviço de qualidade então nem o diga.
Oferecer um serviço de qualidade e num valor justo que atenda a todos, não seria talvez a melhor forma de combater a pirataria? #eusoacho

Acho que é pq esses aparelhos não são exclusivos para pirataria, podem ser usados para conteúdo legal também. É mais ou menos como proibir a venda de facas pq elas podem ser usadas para matar uma pessoa. Pelo ponto de vista jurídico é bem complicado isso.

3 curtidas