O iFood comeu o mercado de delivery no Brasil

Apesar dos problemas, ainda é o melhor aplicativo. Fica complicado vc instalar um aplicativo ou acessar sites de cada restaurante que gosta…

Uma comparação é com a busca do Google… É eficiente, atendem bem a maioria das pessoas, onde sobra pouco espaço pra concorrência chegar…

Mas um dia, esse “império” cai, nada é eterno

3 curtidas

Odeio monopólio e tudo mais, mas o que o iFood fez em investir pesado e lá atrás em delivery de comida pelo app é algo para se aplaudir, mas ao msm tempo vc remove elas por conta dos escândalos de praticamente estorção da empresa em não deixar os comerciantes que usam sua plataforma terem outras para se auto divulgar.

3 curtidas

O iFood para mim hoje é quase como um cardápio, abro para ver o que quero, mas na maioria das vezes entro em contato direto com o restaurante, o que acaba saindo mais barato; eu sempre soube que os preços no iFood eram mais caros devido aos custos da plataforma, mas já achei produto com 10 reais de diferença, é muita coisa. O problema é que cada vez mais restaurantes estão abrindo mão da entrega própria, já está ficando difícil achar boas opções que façam entrega sem ser pelo iFood.

2 curtidas

Eu uso o iFood como um grande cardápio.
Vejo os restaurantes, os pratos, pego o nome do lugar e peço direto pelo WhatsApp.

Em 90% das vezes o preço é bem menor, e o restaurante também não paga a agiotagem do app.

3 curtidas

Ifood investiu pesado no passado, deu certo e agora colhe os frutos com justiça. E pra mim sempre foi o melhor, sem falar nos cupons de descontos para os clientes, nem me lembro a última vez que comprei algo no Ifood sem usar um.

1 curtida

Meu problema com o Uber é que não aceitava pagamentos na máquina de cartão e até pagamento em dinheiro dava problema quando o entregador era responsável pelo troco.

Só quero deixar isso aqui para vocês: A máquina oculta de propaganda do iFood - Agência Pública

3 curtidas

O investimento realmente pesado do IFood foi em advogados, eles investiram muito dinheiro nisso pois sempre souberam que eles seriam uns *** com todo mundo.

Faz tempo que só uso iFood como catálogo. Escolho o que quero e vou no Instagram do restaurante. Sempre tem um link próprio cobrando menos.

1 curtida

Um dos problemas do Uber Eats é que o preço não era transparente. No iFood todos sabemos que os preços são inflados devido as taxas do app, mas o preço é o que está ali, estamos vendo o preço do produto e o preço do frete. No Uber Eats não, quando ia finalizar o pedido tinha taxa disso, taxa daquilo, e sempre ficava bem mais caro.

Endosso essa mesma linha, quem chega primeiro tem um oceano azul de oportunidades, e assim como o buscador mais usado do planeta, o iFood se concretizou como app de delivery.

O Uber Eats era um esperança de competição que tinha todas as chances para prosperar, mas a empresa patinou muito no Brasil, o que resultou na sua derrota.

Sinceramente não vejo no médio prazo nenhum outro app desse nicho com “bala na agulha” para bater de frente com o líder do mercado, então meio que já está claro quem é o vencedor dessa batalha.

Talvez startups regionais consigam até algum sucesso explorando zonas ainda não atendidas, mas acho que o mercado vai se voltar mesmo para soluções próprias e redes sociais.

Bizarramente, os novos rivais do iFood serão o antigo hábito de ligar para a pizzaria ou usar o WhatsApp para pedir aquele sushi, nada prático ou seguro, mas funcionava relativamente bem para ambos os lados.