Multilaser e Sony chegam a acordo no caso de violação de marca do DualShock

1 curtida

Jesus. Tão parecido que se alguém me falasse que era uma parceria, eu teria acreditado

2 curtidas

Moço, o juiz não deu alfinetada nenhuma. O que ele disse é algo técnico que diz respeito a informar o número do processo já criado na fase de execução, evitando que cada petição seja vista como uma nova execução. Não tem nada a ver com “resolvam seus problemas sozinhos”. Que viagem!

2 curtidas

Ainda bem que esses controles desgraçados não estão mais a venda. Evita que mais pessoas desperdicem dinheiro… hahaha

2 curtidas

Legalês é meio difícil de entender. Vou avisar o Ricardo.

1 curtida

Realmente tá uma redação bem ruinzinha, mas também entendi o mesmo que o @Noel_Leal, principalmente depois de ler a sentença toda:

Inclusive, tenho certeza que essa sentença é um modelo, ou seja, o juiz não deve ter mudado uma palavra sequer. Mas a orientação genérica faz sentido. É para os advogados não criarem um cumprimento de sentença novo a cada eventual descumprimento do acordo (sim, acontece e vira a maior bagunça).

Descumprimentos posteriores continuariam sendo peticionados nesse incidente ou processo novo criado quando houve o primeiro pedido de cumprimento do acordo.

Opa, gente. Cometi um erro de interpretação nessa parte, mas já removi esse parágrafo da notícia. Peço desculpas!

4 curtidas

O controle da Multilaser só faltava gritar que era da sony…