Motorola sonha em ser (de novo) a número um do Brasil

Se não adotar a mesma política de atualizações que a Samsung, sem chance.

26 Likes

na minha humilde opinião, só compra Motorola que não entende nd de smartphones e cai no papo de vendedor. pq Samsung é melhor em tudo, inclusive nas atualizações, que não são só perfumaria, é questão de segurança

20 Likes

as câmeras são péssimas…atualizações demoradas e com no máximo 1 de software.

6 Likes

A gente sempre teve uma estratégia de oferecer poucos produtos, mas que fossem vencedores na sua faixa de preço.

AHUHAUHAUHUAHUAHUAHUHA
Isso só aconteceu na época do primeiro Moto G que a Motorola tinha o Moto E, Moto G, Moto X e Moto Maxx.
Anos depois a Motorola chegava a lançar no mesmo ano 3 modelos na faixa de preço. Nem quem trabalhava na Motorola entendia essa bagunça, era um monte de modelo sendo lançado a todo momento.

A Motorola chegou a lançar vários smartphones intermediários com 4 câmeras, mas nenhuma câmera prestava.

Eu tive um Moto 360 Sport e tive que mandar pra garantia. Minha nossa, que tortura foi isso!
Deixei meu relógio na assistência por uma semana e não tive resposta, aí resolvi ir lá e o pessoal da assistência falou que eu tinha que ligar no 0800 pra solicitar a substituição do meu relógio por um novo. Eu ligava e eles falavam que a assistência que deveria resolver…
Tive que ir na assistência 3 vezes até trocarem meu relógio por um novo.

Com a Samsung eu tive que solicitar garantia 2 vezes e foi perfeito! Foi muito rápido e eficiente.

Infelizmente eu não consigo recomendar nada da Motorola, a qualidade de câmera é muito inferior quando comparada a Samsung ou Apple, as atualizações são demoradas e duram poucos anos, a garantia é muito inferior.
E mesmo se for pra comprar um celular abaixo de 1000 reais, em vez de recomendar um Motorola eu prefiro recomendar um smartphone chinês como o Infinix.

6 Likes

Concordo 100%.

Usava um iPhone 4 e migrei para o primeiro Moto X, achava excelente no custo x beneficio, performance, etc. Depois peguei o Moto X 2 que tinha problema de bateria e desligava. Ai decidi pegar um Moto G4 Plus porque amigos tinham e gostavam muito da bateria e sensor de digital que ele tinha. Que decepção. Tela com ghosting, tive que abrir processo contra Motorola para devolverem meu dinheiro.

Eu não compro nunca mais.

5 Likes

Uso Motorola desde o Moto G1 (2013), atualmente uso Moto G100 (mas asseguro que será o último, visto a política de atualizações e obsolescência), portanto no que depender de mim, de acordo com o título desta matéria continuará sendo sonho!

3 Likes

Motorola bater a Samsung vai ser difícil. Hoje tenho Samsung e me surpreendeu (até agora).

1 Like

Apesar de hoje morar fora do Brasil acompanho bem o mercado dai, é dificil bater a Samsung tanto que no meu ver apenas ela entende o mercado Brasileiro só analisar os preços que encontra hoje os aparelhos da linha S se comparados de outras marcas. A Motorola quando veio com o G1 custando se me lembro 650 reais foi algo inovador pela tela HD bonita pra epoca quando todos da mesma faixa era horrivel e desbotada. Mais hoje a motorola teria que vir com algo muito diferente tanto que ao menos meus amigos da tecnologia nem se empolgam assim como eu em nada da Motorola/Lenovo.

3 Likes

Tive um Moto G8 Power, e em seguida comprei um Moto G 5G.

Eram bons aparelhos, com hardware decente, mas a política de atualização da Motorola desanima qualquer um de comprar. Os aparelhos são capazes, as câmeras são boas até, dá pro gasto, mas de que adianta ter um telefone que só vai ter uma atualização do Android? É desanimador.

Atualmente migrei pra um S21 FE, passo raiva com bateria mas não passo mais raiva com update.

3 Likes

A única época que a Motorola foi a primeira foi na época que os produtos dela valiam a pena, quando tinha celulares com bom custo benefício e suporte de software, mas já deixou de ser assim desde 2016.

2 Likes

Pra mim o pior da Motorola não é nem a questão da atualização do Android e sim a interface do Android dela. Eu uso um Xiaomi e a interface MIUI é simplesmente sensacional (percebi isso depois que peguei um Moto G23 novo algumas semanas atrás).

  1. A interface do android da Motorola deveria economizar muito mais a bateria. Outra coisa: Se você acionar o modo de economia de bateria, ele só funciona com o modo de tela preta/escura, não pode deixar branco.

  2. Vários aplicativos que já vem incorporados na MIUI não têm na Motorola de forma nativa, como: Na barra de notificação tem modo de leitura, gravador de tela e captura de tela (a motorola tem que botar 3 dedos na tela pra capturar, não é prático), digitalizador. Fora que a Xiaomi tem aplicativos nativos dela própria como Gerenciador de arquivos (Veio o Files do google), galeria (sério, o que veio nativo foi o Google Photos), aplicativo de clima e aplicativo de limpeza de cache e de antivírus da Avast.

Parece bobo, mas faz MUITA diferença quando você está acostumado com um celular que vem com várias funções nativas e úteis e depois você pega um celular totalmente cru. Parece literalmente um Android puro. Me lembrou da época que eu tive um Samsung galaxy s3 mini e eu instalei um Cyanogenmod (atual LineageOS) para ter o Android atualizado, então era basicamente o Android puro. Até aí tudo bem, até você ter um celular (xiaomi) com várias funções úteis de forma nativa. Aí você se sente retrocedendo no tempo.

A minha ideia era deixar o Moto G como celular da rua e o Xiaomi (que já tenho desde o final de 2020) como o de casa (famoso celular do pix). Tentei por uma semana isso, mas não deu. O celular de 2020 (poco m3) tem atualmente uma duração de bateria muito maior que o Moto G23. Ok, são 6000 mah vs 5000 mah. Mas é um celular de 2020 com bateria viciada que com certeza tem atualmente menos que 5000 mah de capacidade. Mesmo assim a bateria do meu Xiaomi dura mais a bateria que o Moto G23 novo absurdamente. Eu percebi que precisava mudar quando eu fiz um teste: Deixei ambos ligados no modo avião e fechei todos os aplicativos. Fui dormir, cerca de 7 a 8 horas de sono. Acordei para ver. Motorola estava com 16% de bateria antes, caiu absurdamente durante a noite (para menos de 5%). Xiaomi tinha 19%, caiu 1% literalmente. A MIUI fecha os aplicativos, eles param de rodar em segundo plano. Isso economiza MUITA bateria. Lado ruim: seu aplicativo de antivirus não roda em segundo plano, só se você forçar nas configurações. Lado bom: Sua bateria dura muito.

Resultado: Deixei o Moto G23 e continuo usando o Xiaomi. Quando ele morrer de vez, provavelmente trocarei por outro Xiaomi (mas estou abertos a novas opções melhores que Xiaomi).

E não, não sou fan boy de nenhuma marca. Antes desse Xiaomi, já tive celulares da Samsung, Motorola, Asus, Nokia e LG. Se algo for melhor, eu troco na hora.

Quanto a Samsung, não posso opinar. Faz tempo que não tenho, mais de 5 anos. Só lembro que antigamente as telas touchscreen dela eram muito frágeis. Se o celular caísse no chão, quase certo de rachar a tela ou até mesmo o LCD (naquela época). Espero que ela tenha melhorado.

É uma pena que a Motorola Brasil, mesmo com a concorrência chinesa, parece ter parado no tempo. Ela oferece o mínimo do mínimo. Tomara que Xiaomi, Realme, Oppo, Infinix (mesmo sendo da Positivo) e outras marcas cresçam por aqui. Quanto mais concorrência, melhor.

8 Likes

Infelizmente ela está bem longe de ser a número 1… Depois de 10 longos anos, sai dela lindamente pra Samsung… Cheguei no topo da cadeia alimentar com o Edge 30 Ultra e o carrinho da montanha-russa foi direto pro subsolo do fundo do poço! Deu um defeito na câmera após uma atualização de software e ela simplesmente cagou pra isso… A câmera teleobjetiva pular sozinha com a estabilização desligada e quando o aparelho esquenta ela também pulava mesmo com a estabilização ligada pra eles era normal! Usei o aparelho por 4 meses e nunca deu defeito… Então entrei no PROCON, me enviaram um aparelho adulterado (aberto e com o software atualizado) e com o mesmo defeito… Ou seja, software! Optei por devolver o aparelho e pegar meu dinheiro de volta e partir para a concorrente… Posso não gostar da Samsung, mas ela oferece tudo (exceto o carregador decente), agora queimarei a Motorola o resto da vida!

4 Likes

Pra mim, o grande problema da Motorola é e sempre será a bateria (câmera a gente já entregou pra Deus pq nunca foi o forte dela). Todos os modelos parecem utilizar baterias de qualidade duvidosa que, mais cedo ou muito mais cedo, começam a apresentar degradação antes do normal. Minha irmã, acostumada com Motorola, comprou um S20FE, detestou e partiu pra um Edge 30. Resultado: o telefone com 1 ano e 2 meses começou a dar problema na bateria e a superaquecer.
Eu até achei essa linha Edge interessante. Não é exatamente bonita, mas foge um pouco do arroz com feijão das marcas. Mas o esquema da bateria me desanima comprar qualquer coisa deles.

2 Likes

Esqueci de falar no comentário acima sobre a um antigo Moto G que o meu pai teve por cerca de 2 anos, entre 2020 e 2022. A bateria estufou. Ela provavelmente usa fornecedor de qualidade duvidosa, como você disse. É mais barato. Quando eu compro um Xiaomi vindo da China, é o mesmo enviado para EUA e Europa, não é como um Motorola fabricado no Brasil para o mercado brasileiro. É totalmente diferente.

1 Like

Parece piada. Enquanto não tiver uma política decente de atualização, vai ser só um sonho. Kkkk

Tive um Moto z2 force logo depois do lançamento. No primeiro ano mensalmente tinha atualização. No segundo ano passou para trimestral. Antes de completar dois anos do lançamento parou de atualizar! Nem mesmo atualizações de segurança fizeram mais. Não faz sentido comprar um celular que dura MENOS de dois anos.
Foi o que me fez migrar para Apple, mesmo com os preços absurdos.

3 Likes

Seria possível a longo prazo, mas com tempo de suporte longo e custo baixo, o que é impossível pra uma empresa do tamanho da Motorola.
Eles simplesmente não tem o poder financeiro nem a escala pra subsidiar aparelhos, como é o caso da Samsung(descontos e brindes na compra).

Talvez a Motorola conseguisse algum market share se tentasse fazer aparelhos focados em certas funções, como por exemplo sacrificar as câmeras e tela mas ter um Snapdragon top em um aparelho de até uns 2k. Mas seria uma aposta de alto risco.

Fazer um aparelho bom em tudo é difícil, caro, e praticamente impossível de competir com Samsung e Apple, então o jeito é baratear e concorrer em categorias selecionadas.

1 Like

Quando melhorar o processamento de imagem, quem sabe. As fotos da Samsung são bem melhores não é nem por causa da câmera/lente, mas a “edição” que a Samsung faz dá uma surra na Motorola.

Não sei se o Rick Osterloh é efetivamente responsável pelo sucesso que foi o Moto X e G, mas desde que foi pro Google Motorola só desandou em lançamentos

1 Like

Discordo. Tivê um Edge 30 e o aparelho por si só me atendeu bem. O que eu senti falta foi da integração com outros gadgets… Como smartwatch e fones. Sem dúvidas a questão da atualização é um diferencial a ser valorizado. Mas os produtos da Motorola, sem elencar demais favores, possuem um bom custo x benefício.