Microsoft pode barrar de vez o Windows 11 em PCs antigos na atualização 24H2

Esse caso eu até consigo entender. Ao contrário da restrição de restringir CPUs e PCs sem TPM que querendo ou não soa bem arbitrário por parte da Microsoft, essa limitação vem justamente de um recurso envolvendo processamento de dados das CPUs que nem é mais tão novidade assim.

Eu sempre vou apreciar um suporte dedicado a hardware legado, mas eu só acho que esperar que um hardware de 15 anos rode um SO atual sem que role uma incompatibilidade algo que, como a garotada da Gen Z em diante fala, “é abusar muito do copium”.

2 Likes

Só não consigo compreender o porque que a Microsoft está nessa “forçação de barra”, se tem incompatibilidade o usuário vai saber, pois ele mesmo burlou o sistema para ele poder funcionar.

Mas se estar funcionando, então é colocar um empecilho só por colocar e não é algo que precise para o sistema funcionar, algo do tipo…

“Ah, eles estão conseguindo utilizar, pois então quero só ver agora.”

Ou ela deva saber que todos esses que rodam sem compatibilidade, fazem por serem piratas.

Isso é mais uma “formalização” do que qualquer outra coisa, pois a grosso modo, não precisa de hardware muito complicado para fazer um Windows “pelado” rodar. É como no caso da exigência da TPM: ele funcionar ou não é pré-requisito a nível de kernel que faça o sistema quebrar caso não o detecte.
Porém, o Windows vendido para o consumidor tem toda uma série de recursos que, apesar de muitos usuários os considerarem nada além de bloatware, ainda fazem parte do pacote. Daí que vem essas limitações artificiais, justamente pra Microsoft não se dar o trabalho de criar um produto onde “caso seu hardware não tenha os recursos pra poder usufruir de todas suas features, prossiga com sua conta em risco”, e ser avacalhado no processo.

Claro, há quem diga que isso seria muito bem evitado se a Microsoft parasse de fazer o Windows uma penteadeira de dama e comercializasse um sistema limpo, mas aí quem sou eu pra ditar os modelos de negócios de empresa multibilionária…

1 Like

Talvez se as licenças custassem o dobro do preço (e as pessoas comprassem ao invés de usar ativadores), porém querendo ou não ela lucra com os blotwares tbm.

Mas é o mesmo motivo, falta de recursos via hardware de processadores antigos. O Mateus já lançou a brava em outro topico:

Microsoft diz que Windows 12 não chegará neste ano - #12 de mbc07
O Windows 11 ativa por padrão diversos recursos de segurança baseados em virtualização que eram opcionais no Windows 10. Se o processador não suporta as funções […] você acaba tendo uma queda de performance significativa quando esses recursos de segurança estão ativos (até 40%), pois o fallback é uma solução via software

Kkkkkk mantendo o ditado

Ano do Linux tá chegando

Engraçado é que se for verdade, é logo a MS que está ajudando

2 Likes

Vem aí

5 Likes

Me admira o povo usar maquinas com 14 anos de idade… Até 20~22 (não lembro mais), meu pai usava um Athlon 64 X2 5600+ com 4GB RAM, SSD ADATA (deu uma boa sobrevida, mas não resolveu 100%), Windows 10 e o bichinho sofria com coisas básicas tipo navegador, com teamviewer, etc… o bichinho era tão lerdo que até na internet cabeada (o mesmo CAT5E que eu estou usando agora, a placa mãe tinha ethernet gigabit pelo que lembro) dava gargalo feio… 250Mbps e o SpeedTest sempre reportava 25-30Mbps, quando eu testei com meu A03 pegava 200Mbps… (Detalhe: meu pai não é pobre, só é teimoso mesmo…)
Imagina fazer manutenção numa maquina dessas via TeamViewer… era só alegria. 20 minutos pra qualquer coisa…

Ai trocamos pra um PC mais recente e ainda básico (Ryzen 3 4100, 16GB, o mesmo SSD e a mesma R5 240 presa com abraçadeira, quebrou a perna do suporte do cooler)… agora tá usável por um longo tempo.

Provavelmente não como Linux, mas sim como ChromeOS. Só espera. Já temos uma geração que foi criada no ChromeOS… hahaha

O ano do Linux já chegou faz tempo, vcs que só almejam desktop é que não perceberam

Se não tem que fazer SENAI pra instalar o navegador não conta, não estraga minha piada.

1 Like

Que tara é essa Microsoft? Kkkkk

A verdade seja dita, qualquer máquina com i3 1gen p cima, tem placa mãe para rodar 8g de ram e suporta SSD, e para uso básico(que é o mais usado) está muito longe de ser ruim, dá para entender a idéia da Microsoft com a segurança, mas ainda dá para rodar o windows mais recente suave.

Acho que tão querendo virar o jardim murado da apple.

Mas até quem usa Desktop usa Linux o tempo todo. Ou você acha que o Tecnoblog está rodando em um Windows Server?

Tá.

section .data
    chrome_os_value equ 1
    this_year equ 2024
    next_year equ 2025
    Ano_Do_Linux resb 4

section .text
    global _start

_start:
    mov eax, chrome_os_value
    cmp eax, chrome_os_value
    je chrome_os
"end_if"
    mov dword [Ano_Do_Linux], this_year
    jmp end_if
chrome_os:
    mov dword [Ano_Do_Linux], this_year
end_if:
    mov eax, 1          ;
    xor ebx, ebx        ;
    int 0x80            ;

If it doesn’t work, why?
If it works, why?

1 Like

Sem falar que todo mundo tem um smartphone Android que é Linux, ou iPhone que o iOS usa microkernel Unix.
Então com certeza o número de dispositivos com Linux/Unix é infinitamente maior que Windows, MAS em Desktop propriamente dito, acho que esse ano nunca vai chegar.

Ah, mas tu entende o teor da piada, vai.

O gancho da anedota não é simplesmente para dizer que o Linux não um sistema reconhecido em tecnologia, pois ele é. É pra cutucar freetards e a galera que louva open source um tiquinho além da conta, no qual ainda tem ranço de saber da mera existência de código closed source e quaisquer softwares visando lucro.

1 Like

Ah, bom, se a gente for entrar na história toda do macOS a gente vai precisar criar um post só pra isso, explicando desde as Unix Wars até a NeXT e BSD e Rhapsody e…