Microsoft Airband promete levar internet via satélite a 10 milhões de pessoas

São números bem grandes para um setor que conta com Starlink, onde a tecnologia emprega é incrivelmente superior, além do fato de já terem adaptado a infraestrutura para vários formatos (fixo, móvel, carros, aviões, navios, etc).

3 curtidas

Se colocar umas 10 pessoas por ponto de Internet, esses numeros me parecem até aceitáveis, vai ser internet de baixo custo e não de alta velocidade.

1 curtida

Exatamente! Muito difícil concorrer com a Starlink, em preço, qualidade e disponibilidade.

Da mesma maneira que se tornou difícil concorrer com a SpaceX (tecnologia anos à frente das concorrentes).

E da mesma maneira que está se tornando difícil para as montadoras de veículos concorrerem com a Tesla. Ano que vem será o ponto de inflexão para a montadora, tem tudo para se tornar a maior do mundo e, de longe, a mais lucrativa.

O novo Twitter (aka Twitter 2.0) tem tudo para chacoalhar o mercado de redes sociais, pagamentos, mídia/jornalismo e outros mercados que nem sequer imaginamos hoje.

Resumo, never bet against Elon Musk.

1 curtida

Starlink alcançou a marca de 1 milhão de usuários ativos, sem nem ter concluído a constelação de satélites. E a versão 2.1 dos satélites que trará melhorias substanciais ainda nem foi lançada.

1 curtida

Piada né?! Único diferencial da Tesla hoje em dia é a rede de carregamento. De resto qualquer montadora tradicional consegue bater de frente facilmente. Já era o tempo que a Tesla era a única opção pra carro elétrico.

E nem vou comentar sobre esse “novo” Twitter, que se quer existe. Ou tá falando da idéia péssima de fazer um WeChat do ocidente?

1 curtida

Não me referi ao mercado de carros elétricos apenas, mas ao mercado em geral. No últimos trimestre a Tesla lucrou 8 vezes mais por veículo vendido do que a Toyota. Ou seja, a Tesla produz menos veículos mas lucra muito mais.

Não sou eu que estou dizendo, mas pessoas que acompanham o mercado que dizem que a Tesla pode se tornar no curto prazo a maior montadora do mundo em termos de lucratividade.

Quanto ao novo Twitter não dá nem para dialogar, já que você é um hater. Não apresentou nenhum argumento, apenas ódio travestido de desprezo.

Eu falei no mercado como um todo mesmo, e ainda assim com esse lucro por carro os investidores não refletem no preço das ações, continuando em uma tendência de queda. Tesla está com o caminhão para ser entregue agora e ainda tem o Roadster 2, e nada de uma plataforma nova para os carros que sustentam a empresa. Já são mais de uma década com essa plataforma e como falei o mercado hoje já tem inúmeras opções. Além de toda estrutura para venda e suporte que as marcas tradicionais possuem, ganhar mercado para Tesla é muito mais difícil.

Quanto ao Twitter nem tem o que falar, já que não tem ideia clara apresentada. Mas diz aí, como o Twitter vai conseguir ganhar marketshare em todos esses mercados? Qual é o grande diferencial frente aos concorrentes? Se vai trazer criadores de conteúdo, qual o sistema de monetização? Se vai ter sistema de pagamento, pq usar ele e não o PIX, PayPal ou WhatsApp Pay? Não há nada claro, dizer que vai revolucionar é fácil, mas pelo menos tem que apresentar algo sólido.

Você realmente acompanha a Tesla? Acho que não, hein. Se acompanhasse saberia que eles não usam essa abordagem de geração de plataformas. Eles nem sequer usam aquele esquema de modelo do ano. O desenvolvimento dos produtos nas empresas do Musk é contínuo, por iteração. Ou seja, toda melhoria validada vai para linha de produção imediatamente, um Model Y produzido hoje pode ter alguma coisa diferente de uma unidade que foi produzida há uma semana.

Inclusive este ano a Tesla adotou um novo projeto para o Model Y que diminuiu a massa (peso) da estrutura e simplificou o processo produtivo. Dê uma pesquisada. E vão adotar isso para o Model 3 também.

Sobre o Twitter 2.0 é isso mesmo que você disse, não tem como avaliar e julgar algo que não sabemos ainda como será. Meu comentário inicial focava no retrospecto do Musk para dizer que o novo Twitter tem grande probabilidade de ser revolucionário em vários aspectos. Ora, o Musk foi bem sucedido em todos os negócios em que se meteu até hoje, todos foram considerados inviáveis no início, Tesla e SpaceX quase fracassaram no meio do caminho, mas hoje são líderes de mercado ou em caminho de se tornarem líderes de mercado. Por que com o Twitter seria diferente?

Musk não compraria o Twitter se não tivesse uma visão clara de como o Twitter poderia ser e, principalmente, se não julgasse que fosse viável perseguir essa visão. Então eu acho que é muito precipitado dizer que ele não vai conseguir ou que não fará nada revolucionário. O retrospecto empresarial do Musk mostra o contrário.

Disse e repito: never bet against Musk.

Há limites nessa abordagem até onde pode melhorar o projeto. Há também preferencias dos consumidores em ter novidades, ao meu ver isso não tem como se manter por muito tempo, o que acho até ruim, já que por um lado facilita os consumidores acharem peças, isso se a Tesla fosse mais aberta em deixar as pessoas repararem o próprio carro.

Fora que até hoje não corrigiram os problemas de qualidade de construção, é bizarro as diferenças entres os painéis externos. Não me leve a mal, gosto bastante dos carros da Tesla, mas não dá para seguir dessa maneira no mercado.

Rapaz, Boring Company não faliu ainda, mas é uma solução idiota para algo que já tem solução, olá metrô. Ele tem bom histórico, mas não quer dizer que não vá errar, algo super normal de ocorrer, investimentos como ele faz são de alto risco.

Tão clara que faz e desfaz mudanças no Twitter. :upside_down_face:

2 curtidas

A Tesla fatura isso porque vende no mercado de carbono, há anos que a Tesla vem ganhando dinheiro das montadoras europeias que tem cumprir regulamentação, juntas são mais de um bilhão

Tirando os fanboys da tesla, ninguém em sã consciência pagaria em uma tesla se pode levar uma Mercedes ou um Porsche pra casa

Meta e sua tríade e WeChat têm isso há anos

1 curtida