Mercado Livre segue Amazon e vende itens de marcas próprias na plataforma

ML tá em vantagem, Amazon não vende nada (de marca própria) além de Kindle, Fire TV Stick e alto-falante Echo

De fato aqui a Amazon não tem marca própria para o que não seja seus dispositivos eletrônicos, mas lá nos EUA eles vendem de tudo.

Outro ponto que vale destacar é o frete grátis do Amazon Prime, algo que o Mercado Livre não oferece e que pode ser muito interessante para impulsionar esses tipos de produtos.

5 curtidas

Minha nossa, nunca imaginei que o Mercado Livre chegaria tão longe, eles estão de parabéns, nos últimos anos mostraram que vão jogar pesado.
Lojas como Submarino e Shoptime parecem estar com os dias contados, não vão conseguir sobreviver em um mundo onde Amazon, Mercado Livre e Magalu brigam e inovam cada dia mais. A Americanas que também é do B2W deve sobreviver por conta das lojas físicas e por ter mais destaque que Submarino e Shoptime.

1 curtida

Imagino que a tendência seja a B2W reorganizar suas marcas, talvez fundir o Submarino com o Shoptime, já que eles acabam sendo um tanto redundantes.
Claro, o Shoptime é mais focado na venda via TV e o Submarino é só venda online, mas com a TV e a internet se fundindo cada vez mais, talvez faça sentido juntar as duas marcas também.

E eles poderiam integrar com as lojas físicas da Americanas para oferecer a opção de retirada em loja.

Enfim, eu acho que ativos e opções a B2W tem em mãos, a questão é como vão usar.

1 curtida

Não subestime o poder de compra de gente velha assistindo o Shoptime.

1 curtida

Os fretes do Mercado Livre são uma piada (moro no interior da PB), só compro lá se não achar em nenhum outro lugar, o que raramente acontece. 99% das minhas compras são na Amazon, com frete grátis.

1 curtida

Acho interessante aqueles canais que vendem joias de madrugada, fico pensando no público que compra isso. Precisa ser uma velha rica, que esteja acordada em plena madrugada, não tenha nada melhor passando em outro canal e ela ainda precisa comprar uma joia sem provar.
Mesmo assim deve ter um público pra isso, pois esses programas existem há mais de 10 anos.

Gente velha com insônia deve ter aos montes.

Não que juntar as marcas tenha que resultar em abrir mão das vendas na TV.
Mas daria pra expandir isso e partir pra livestream em outras plataformas também.

Você sabe que está no Mercado Livre quando o frete for caro e for difícil encontrar informações sobre a empresa.

2 curtidas

Shoptime faz streaming do canal. No YouTube inclusive. - YouTube

Dou um mês para MagaLu já trazer alguns produtos próprios!

Eu gostaria de ver os fabricantes desses produtos.
Os do Dia% por exemplo, tem vários que são feitos por marcas conhecidas e vendidos por até metade do preço.

1 curtida

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.