Matrix Resurrections estreia na HBO Max mas Brasil fica para depois

2 curtidas

Sem querer falar nada, mas coloquei um VPN aqui e foi, viu… :sweat_smile:

6 curtidas

Já com áudio e/ou legenda PT BR?

Se a HBO Max não quer ajudar… tá disponível no RARBG :eyes:
Acredito que todos já saibam.

1 curtida

Não, vi agora e só ENG/ENG mesmo.

Não estou com pressa, vou esperar até janeiro mesmo.

Nem sabia, que notícia boa, e dá-lhe torresmo!

1 curtida

Obrigado amigo, voce é um amigo.

1 curtida

É uma estratégia bem ruim, eu aqui vou apelar pro vpn ou ver pelo Stremio mesmo, não estou indo no cinema ainda infelizmente

Vim comentar a mesma coisa. Conectei usando um VPN de um VPS que tenho nos EUA e foi normal.
Qual serviço de VPN você usa? Estou procurando um que sirva pra streaming em outros países.

Tentei pela minha VPN, nem abre o site infelizmente, Mullvad, maioria das VPNs você precisa assinar um ip “residencial” a parte pra funcionar. Vai torresmo mesmo …

Aqui eu usei o keepsolid vpn ( a versão gratuita) com a extensão deles para Firefox e funcionou:

https://addons.mozilla.org/en-US/firefox/addon/vpn-unlimited-secure-proxy/

Percebe-se que não conhecem o mercado brasileiro. Ao disponibilizar o filme no HBO Max americano (ou qualquer que seja), abre-se a brecha de no mesmo dia já estar disponível em sites de Torrent (como ocorreu). Muita gente vai deixar de assistir o filme nos cinemas, como é meu caso e de conhecidos.

Então é mais inteligente liberar no HBO Max, que ao menos você incentiva a venda de assinaturas e quem quer ver no cinema irá de qualquer forma.

A solução é óbvia: Pra que vou ter o (pouco) trabalho de baixar um filme, procurar legenda etc se já tenho tudo mastigado ali no app da HBO?

Foi assim que a Netflix combateu com certo êxito a pirataria e parece que alguns serviços de streamings que vieram depois não aprenderam a lição.

5 curtidas

Ano que vem aumenta pra 45 dias

Eu usei o VPN do Ópera mesmo.

VPN é só alegria!

Eu, que assino hbo Max, vou ver no popcorn time.

A questão é que a estratégia da WarnerMedia com os filmes na HBO Max EUA no mesmo dia dos cinemas foi arriscada. Não apenas com os exibidores, mas, principalmente, com os atores e equipes por trás desses filmes. (Tanto, que ano que vem, a janela de exclusividade para os cinemas de lá volta) Nem a Disney adotou uma estratégia dessas (preferindo o experimento do Premier Access enquanto os filmes estavam em cartaz nos cinemas).
O Vox fez um vídeo sobre as janelas de exclusividade cada vez menores: Why movie theaters aren't dead yet - YouTube

Baixei em 4K e peguei as legendas de um site de legendas, até ia ver no cinema, mas como fizeram essa sacanagem de lançar em streaming por lá e boicotar o Brasil, assisti a versão PirateBay mesmo.

1 curtida