Justiça manda Sony reativar PS5 banido, mas diz que conduta "não foi ilícita"

https://tecnoblog.net/530728/justica-manda-sony-reativar-ps5-banido-mas-diz-que-conduta-nao-foi-ilicita/

Vai ter o PS5 desbanido… mas a que custo? VAI TER DE PAGAR OS CUSTOS DOS PROPRIOS ADVOGADOS. Eu ri e espero que esses custos tenham ficado acima das cinco casas. hahahahahahaha
Pra Sony nem vai ser nada, os advogados já estão pagos nesses casos… mas pra esse picareta… hahahaha Tomara que essa decisão seja definitiva.

Acho que o nome disso é guerra pirrica.
Edit: é vitória pirrica, não guerra pirrica.

3 curtidas

Não é difícil ter ficado, a não ser que o advogado seja algum conhecido.

A Sony poderia bloquear o PS5 até que o dono pagasse todas as ativações dos jogos

Acho um absurdo total banir o console num caso desses. Entenderia completamente se a Sony banisse todas as contas envolvidas nessa mutreta e os usuários perdessem todos os jogos, mas inutilizar um hardware que você comprou por um motivo besta desses é desproporcional.

6 curtidas

Eu prefiro um ban na conta do que perder um bem, que alias, é caro pra sony construir e mais caro ainda pra quem compra. Punição sem sentido algum, nem a Sony conseguiria explicar isso … :grimacing:

Com ctz saiu mais caro q um console

Tbm ri mto XD

Se for um ban na conta q eu tenho desde 2011 é preju ein. Com ctz tenho mais q um ps5 em jogos nela, fora todos os troféus q conquistei.

Acho que a solução do @mjuliani é mais interessante. Ou fica sem os jogos ou paga o preço cheio deles (q deve dar um outro ps5). Colocaria de quebra uns softban na conta de uns meses aí pra terminar.

Mas ainda acho que devia estar escrito qual a punição para a conduta inadequada, não simplesmente “é proibido fazer, coisas ruins vão acontecer se fizer” como é hoje.

1 curtida

Se não pode compartilhar, por que é possível fazê-lo? Não tenho nenhum console, então não sei como funciona esse negócio com a Sony.

Não é permitido matar uma pessoa. Mas vc consegue fazê-lo.
Pode-se estender isso para qualquer quebra de regra/lei

2 curtidas

Provavelmente por falha/preguiça da Sony em criar um sistema mais decente que impedisse isso.
Não existe, até onde eu saiba, um a opção “Compartilhar jogo com usuário X”, o que existe é um meio pra você resgatar os jogos do PS Plus Collection em um PS que não o seu.

Como diz nessa outra matéria:

1 curtida

Ia responder justamente isso, ser possível e ser permitido são coisas bem diferentes.

A diferença é que a Sony muito provavelmente poderia ter feito não ser possível.

Mas fazer não ser possível uma pessoa matar a outra é mais complicado, então você não permite.

Sim, neste caso é possível existir um meio de impedir isso, mas não muda o fato que não é permitido por contrato fazer.
Continuando no mundo dos jogos seria o mesmo que você usar de um bug para duplicar itens, o bug torna possível duplicar o item, mas provavelmente as regras do jogo vão proibir de você duplicar item ou abusar de bugs e você será punido por isso.
Não é porque a sony não colocou uma trava ou esta trava embora existisse não funcionou que se torna aceitável fazer algo contra as regras.
Dizer que é aceitavel, seria o mesmo que dizer que alguém invadir uma casa pois o dono não trancou a porta aceitável, continua sendo algo errado.

Isso com certeza, foi no mínimo questionável a decisão de não bloquear.
Não sei o quanto eles esperavam q o pessoal abusasse disso pra gerar banimento ou foi só inocência de q não fariam.

Mas sem síndrome de vira lata, eu só vi esse problema ser recorrente aqui no Brasil. Do q acompanho internacionalmente acho q nem cheguei a ver casos assim lá fora.

Sim, tanto não é aceitável como não é permitido.
Mas o questionamento do Vitor tem um ponto pertinente nesse caso, já que a Sony poderia ter feito o sistema de outro jeito ao invés de simplesmente feito um com a brecha e ter falado que não pode usar a brecha e ter posto uma punição extremamente severa pra quem o fizesse. Se a punição precisa ser tão severa, não faria sentido tentar fecha a brecha?
E se fosse um bug, beleza, pode ser que tenha sido algo que passou batido no teste de qualidade (o que seria um problema por si só), mas daí você fala que não pode aproveitar o bug e você tenta consertar.
Mas eu nem sei se eles mudaram o sistema desde então ou não pra fechar essa possibilidade.

Mas também pode ser que seja o que o Igor apontou aqui.

Talvez eles acharam que pouca gente iria abusar disso e que banir seria mais fácil e barato do que mudar o sistema.

1 curtida

A Sony deixa você compartilhar jogos do PS5 com outros usuários registrados no mesmo console. Eles até falam sobre isso no site oficial. Esse até foi até o argumento usado pelo autor do processo.

Poréééém, dando uma passeada pelo Reddit e outros fóruns, eu nunca vi um caso de alguém que foi banido por fazer o compartilhamento com >uma< outra pessoa em console diferente. Até porque não imagino que a Sony vá ficar regulando cada pessoinha que coloca a conta de um amigo como principal no console pra jogar os games dele.

O problema maior ao meu ver (e não dá para saber se foi isso que aconteceu nesse processo), é quando a pessoa fornece acesso a 10, 15, 20, 100 pessoas. Principalmente se a pessoa cobrar por isso, como fazem essas lojas do mercado cinza que vendem jogos baratos por meio de contas secundárias.

Esse lance de compartilhar jogos em consoles diferentes existe desde o PS4, por isso acredito que não seja grande coisa fazer com uma ou duas pessoas no máximo. O problema é que a nossa Justiça é datada não entende o funcionamento do console. Quando a pessoa é banida por vender jogos da PS Plus Collection em massa, ela pode simplesmente falar que compartilhou com um ou dois amigos, e o juiz acaba deixando por isso mesmo. Ainda mais porque a Sony não dá detalhes precisos do banimento quanto aplica a punição, aí é só usar o argumento da falta de informação do Código de Defesa do Consumidor.

O juiz desse processo em específico é um pouco mais atento, porque, para ele, o autor também teve sua parcela de culpa na história toda. Só que ao mesmo tempo a punição aplicada pela Sony é desproporcional, resultando na remoção do banimento.

1 curtida

Isso eu acho uma prática abusiva das empresas, tá punindo alguém por algo, de todos os detalhes de o pq tá fazendo isso.

Quando um PS5 é banido, o console fica inutilizável.

Só uma observação: não fica. O que é banido é o acesso daquele console à PSN mas jogos em mídia física continuam funcionando, inclusive com atualização dos mesmos e do sistema do console. A conta do usuário também não é banida.

1 curtida

Dependendo do jogador, banir a conta pode dar mais prejuízo do que banir o console.

A Sony foi inocente achando que ninguém iria burlar a regra ou simplesmente não consegue fazer algum tipo de trava.
Considerando que as pessoas compartilham contas e jogos a anos, acho que é a segunda opção.