HyperloopTT prevê economia de R$ 2 bi e 10 mil empregos no Sul do Brasil

Sem ter lido o estudo é difícil comentar, mas

Essa afirmação parece estar supondo que ou o preço da passagem vai ser extremamente barato pra fazer sentido uma viagem bate-volta dessas pra um almoço ou que o preço do almoço vai ser alto o suficiente a ponto de o preço da passagem não ser fator tão importante na decisão.

8 curtidas

Tenho medo de estudos de viabilidade econômica, ainda mais quando é feito por universidades com grande parte dos professores que acreditam em coisas anti-econômicas.

3 curtidas

Lembrei dessa notícia aqui

9 curtidas

Tempos mais simples, em que o maior dos problemas era uma mesada (com desvio de dinheiro público) para políticos do centrão aprovar projetos de interesso do Executivo. Saudades de ser apenas roubado…

1 curtida

A notícia até é animadora, mas ai lembro da demora que foi estender a linha do Trensurb apenas de São Leopoldo até Novo Hamburgo e fico desanimado.

Esse projeto tá com cara de ser o novo aero-trem. Talvez sendo um empreendimento puramente privado seja diferente mas não coloco muita confiança não, parece um projeto descolado demais da realidade da região.

1 curtida

Quem conhece sabe: a estação de porto alegre ficará ao lado do nosso aquario (o maior da america latina), e um terminal do metro será estendido ali na região.
A previsão disso é que seja completo em 5 anos, e dizem que pode ser adiantado a revitalização do cais do porto para completar!

Esse lugar que vivo é o máximo!
/s

Só acredito vendo

Vim seco comentar isso dai, cheguei tarde :pensive:

É, tá difícil acreditar mesmo. A HyperloopTT tá tentando há um tempo, já teve projeto em MG que não foi pra frente… Seria incrível esse finalmente sair do papel. Mas só vendo pra crer!

A minha reação ao ver esse papo sazonal sobre HyperloopTT é essa:
image

1 curtida

Sou louco por trens e metrôs, sempre imaginei um trem bala no RJ mas infelizmente até isso o tráfico e a milícia dominou :confused::confused:

Bom considerando que a pessoa vai gastar 20 minutos para ir e mais 20 minutos para voltar, mais o tempo de deslocamento da estação até o restaurante seja ele em Gramado ou em Porto Alegre, e ainda soma se a isso mais o tempo que leva até se preparar a comida e de finalmente comer.

Então é de se concluir que isso é somente valido para o patrão, pois funcionário nenhum que cumpre 1 ou até mesmo 2 horas de almoço consegue fazer tudo isso nesse curto período de tempo… A menos que ele saia de uma cidade para ir comer Mcdonalds na outra cidade.

1 curtida

Eu ainda acho e nada me tira da cabeça que esse projeto ai é um baita bait para atrair investidores incautos e depois essa empresa dar um migué e dar um perdido em todo mundo. Igual aquele lance do ônibus elevado que trafegaria sobre os carros que apareceu um tempo atrás na China.

Enfim não desmerecendo o RS mas se eu tivesse desenvolvendo um projeto disruptivo desse e estivesse plenamente confiante na tecnologia que tenho, eu certamente implementaria algo do tipo primeiro entre Campinas e São Paulo pois além de ser um trajeto muito menor em termos de distancia, o fluxo de pessoas todos os dias entre essas duas cidades é intenso e que preferiria pagar até que caro num transporte desse do que ficar no transito, ou seja o retorno financeiro viria super rápido e uma vez testado e aprovado a tecnologia, ai sim poderia ser expandido para outros lugares e trechos mais longos.

Nem é bairrismo isso que estou dizendo nem nada, só é o que acho que faz mais sentido na minha opinião.

1 curtida

Tbm acho besteira alguém fazer isso pra ir almoçar, mas um bate e volta pra passar um dia seria bem legal.
Em São Paulo é bastante comum descer pra praia de manhã, passar o dia lá e voltar no final da tarde. Quando morei em Brisbane, na Austrália, eu tbm pegava o trem de manhã e ia pra Gold Coast passar o dia as vezes.

1 curtida

Não sou do RS, mas acredito que eles tenham escolhido esse trajeto pensando principalmente no potencial turístico. Chuto que o ticket para quem trabalha vai acabar sendo muito caro para utilizar todos os dias. Gramado (serra gaúcha como um todo) é hoje um dos principais destinos do Brasil, além de ser um dos mais caros. Lembro de ter visto um estudo onde o gasto per capta do turista em Gramado só é inferior ao de Campos do Jordão. É um destino que atrai pessoas com bom poder aquisitivo, que estariam dispostas a pagar uma passagem cara para diminuir o tempo e desgaste do trajeto automotivo.

“Serra Gaúcha” é um termo bem vago, e os caras não especificam em qual/quais cidades ficariam as paradas (não que eu ache que esse projeto realmente vá sair do papel).

Caxias do Sul ou uma das duas principais cidades da Região das Hortênsias (Gramado ou Canela) fariam sentido pensando logicamente, pelo potencial turístico e de negócios.

Enquanto isso, a ferrovia que existiu de Porto Alegre a Caxias do Sul tá lá enferrujando e apodrecendo.

Prazos e orçamentos para algo feito no Brasil tem quase zero chances de estarem corretos no fim do projeto (se é que vai sair do papel), então só vendo para crer mesmo.

Isso parece ter sido apenas um trabalho de faculdade, que nem mesmo o autor do “projeto” acredita que irá sair do papel.