God of War de PS4 vai chegar ao PC em 2022 no Steam e Epic Games Store

Mais um ex-clusivo do PlayStation, legal. Agora haja balde pra coletar as l√°grimas dos fanboys da Sony hehe.

1 curtida

Eu como ‚Äúsonysta‚ÄĚ n√£o vejo problema nisso, √© bom para a Sony e para a comunidade gamer de PC, quem tem os consoles teve 3 anos de exclusividade, n√£o d√° pra reclamar que o console n√£o foi o foco. Acredito que no pr√≥ximo game deve ter uma janela de pelo menos 6 meses de exclusividade, mas √© natural que o PC ganhe os games de console tmb, a comunidade gamer no PC vem crescendo ano ap√≥s ano.

Muitos não sabem, mas PC é a plataforma mais rentável de jogos tem alguns anos já, só perde pra mobile.

1 curtida

Mas você não é fanboy, minha provocação é aos que defendem essa exclusividade com garra e unha, mesmo após anos do lançamento no PS4. Acho que agora só a Nintendo vai permanecer em seu mundinho fechado extorquindo seus fãs com tablet e jogos superfaturados.

Estratégia inteligente de garantir exclusividade por alguns anos, ao contrário da Microsoft que lança os títulos 1st party simultaneamente no PC e xCloud, e acaba prejudicando um pouco a percepção de valor do Xbox.

2 curtidas

As vezes eu tenho a impressão que a MS está tentando apagar essa divisão entre PC e console fazendo isso e meio que tentando fundir o mercado de consoles com o de PC fazendo com que seja cada vez menos interessante lançar jogos apenas para consoles.

2 curtidas

a m i g ã o, 2021…

Só para vocês rirem com o fanatismo de alguns fanboys do PlayStation:

1 curtida

A primeira imagem eu n√£o vejo como fanboy, mas sim como pessoas questionando a empresa que havia prometido exclusividade e n√£o cumpriu.

Agora o debaixo n√£o tem nem oque falar.

O primeiro exemplo at√© d√° pra alegar propaganda enganosa, mas em algumas reclama√ß√Ķes fica bem evidente a dor de cotovelo. Principalmente a segunda reclama√ß√£o, em que o usu√°rio menciona o pre√ßo menor e mais qualidade da vers√£o de PC, isso √© fanboyismo.

Não vejo assim, eu mesmo tenho uma birra com o ESO pois originalmente o pacote Imperial era para ter sido vendido por tempo limitado, cheguei a comprar esse pacote na pre-venda do jogo, para garantir os itens que vinham nela, hoje quase 8 anos depois esse pacote ainda é vendido.
No caso da reclamação, não só a sony esta fazendo que o jogo não seja mais exclusivo, como ainda para os que compraram o jogo original terem a mesma qualidade da nova versão, eles teriam de comprar o PS5.
√Č compreens√≠vel a frusta√ß√£o.

Putz, não sei o que é pior: o fanatismo por empresa ou essa tatuagem da Ellie que tá mais parecendo a Lilia Cabral

1 curtida

D√° n√£o, pq quando por exemplo as caixas foram impressas eram sim exclusivos do PS.

Mas não continua impresso até hoje?

O que vale √© pra quando foram impressas e compradas. √Č tipo com sites de compras, ‚Äúv√°lido at√© X/X/X‚ÄĚ, fazem isso com panfletos tamb√©m, ou cat√°logo.

Daí entra a discussão sobre qual o entendimento da extensão quando não se fala nada explicitamente.

Por exemplo, se a Sony tivesse dito que a exclusividade era ‚Äúeterna‚ÄĚ, ‚Äúvital√≠cia‚ÄĚ ou algo do tipo que desse a entender que o jogo jamais sairia em outra plataforma e momento algum da hist√≥ria, a reclama√ß√£o tem embasamento claro.

Agora eu imagino que a Sony nunca explicitou isso.
Ent√£o o debate que tem que ser feito √© qual o sentido a ser entendido, dado o contexto da afirma√ß√£o sobre exclusividade, quando o an√ļncio √© feito sem nenhuma delimita√ß√£o temporal expl√≠cita.

Eu não sei se tem alguma jurisprudência definida para isso e imagino que também não seja unanimidade mundial.

Tem v√°rios exemplos de jogos que eram exclusivos tempor√°rios, como Allen Wake e Nier Automata, e isso era informado j√° no anuncio, fora que a sony coloca muitas vezes na caixa o termo Only On Playstation

Nesses casos que eu acho que teria uma discussão sobre o tempo de exclusividade implícito (supondo que não tem nenhum esclarecimento em algum lugar).