Evernote vai limitar conta gratuitas a apenas 1 caderno e 50 notas

"Em uma tentativa de atrair mais usuários às versões pagas do serviço, o Evernote colocou em prática um novo teste: limitar o plano gratuito a apenas 50 notas no aplicativo.

A novidade surgiu quando um usuário, ao fazer login no app, viu saltar um pop-up informando que, a menos que atualizasse sua conta para um plano pago, o serviço estaria limitado a apenas 1 caderno e 50 notas.

Se isso realmente se tornar realidade, pode ser uma dor de cabeça – ou certamente uma assinatura a mais – para os antigos usuários do Evernote que certamente acumulam MUITO mais do que apenas 50 notas."

Segundo a empresa, o teste está sendo feito com 1% dos usuários gratuitos. Quem tiver passado desse limite, segundo ela, ainda poderá manter as notas e os cadernos atuais, porém não poderá criar mais, só se assinar o plano pago. Porém eu não me surpreenderia se o próximo passo dela for limitar o acesso as notas e cadernos atuais em breve.

Sério, quem usa o Evernote, não esperem para ver, migrem as notas e os cadernos para outros serviços o quanto antes, enquanto ainda tem acesso. Migrem para Microsoft Onenote, Notion, Google Doc, etc.

Edit: O anúncio é oficial: Update: Evernote Free accounts will have fifty notes and one notebook

Evernote? Isso AINDA existe? hahaha

1 Like

Evernote gratuito já é uma piada há um bom tempo. Uma pena ter ficado tão caro, porque considero um dos melhores serviços para notas.

1 Like

Quais outros você também considera como os melhores serviços?

  • Notion (gratuito)
  • Samsung Notes (n aminha opinição melhor se vc tiver os dispositivos da marca)
  • OneNote no PC; (no celular é meio mrda)
  • MS Loop é promisor tbm.

É uma pena que um app que já foi referência das anotações está aos poucos indo cada vez mais para o fundo do poço. Minha conta é de 2011 mas migrei para o Notion faz alguns anos.

Atualmente eu considero o Notion como o melhor. Uso ele em conjunto com o Keep.

Mas caso queira um “Notion mais fácil de usar, tão bom quanto e mais bonito”, recomendo o Craft, que inclusive foi citado pelo @mobilon e @higa no Tecnocast “289 - Como organizar os meus aplicativos de organização”. Inclusive a @ViviWerneck conta no podcast que fez essa transição Evernote → Craft. https://www.craft.do/

Uso tb o Craft para anotações temporárias e notas diárias.

1 Like

Para falar a verdade, ainda não encontrei nenhum outro que substitua tudo do Evernote, mas estou me adaptando da seguinte forma:

  • Notion: uso pessoal nas versões desktop e mobile. Migrei notas e outros conteúdos em texto para esse app.

  • OneNote: uso profissional na versão desktop. Ainda estou testando e não sei se me atenderia para uso pessoal, mas me serve muito bem no trabalho.

Eu usava o Evernote como repositório de todos os meus arquivos digitalizados, principalmente por ser fácil achar qualquer coisa com a busca. Essa função precisei migrar para um serviço de armazenamento padrão (isso foi o que mais me chateou).

Quero um gratuito e que seja simples. Uso o Evernote Free e já sei que minhas notas estão com os dias contados kkkk Quero um para usar no site web no PC e no aplicativo Android do celular.

Por enquanto vou testar:

  • Google Keep
  • Microsoft Onenote
  • Simplenote
  • Craft.do
  • Standard Notes

Vou testar o Notion também, apesar de ter visto muita gente dizer que ele é complicado e leva tempo para aprender.

O mais simples e que me atenda, vou migrar. Mesmo que o Evernote não lance esse limite na função gratuita e acabe desistindo da ideia, somente essa atitude de tentar isso já mostrou para que lado as coisas estão indo agora para quem permanecer por lá.

No site abaixo tem outras opções também:

Eu diria que o Craft seria perfeito pra você, até você dizer que usa Android kkkk infelizmente ainda não possui app para Android, mas no site eles dizem que está em desenvolvimento, mas não dão previsão de quando será lançado. Mas tem a versão web, dá pra ir usando ela enquanto a versão Android não é lançada. Vale o teste.

Mano eu nunca senti essa dificuldade toda que falam e nem precisei ficar assistindo vídeos para aprender a usar o Notion. Claro, tem coisas mais complexas, como databases etc. Mas para o básico que é criar notas, páginas, etc, não tem dificuldade nenhuma. Acredito que também vale a o teste.

Tanto o Notion quanto o Craft são free. Tem versões pagas, claro, mas ao meu ver é mais para uso colaborativo e empresarial, e não uso colaborativamente com ninguém, meu uso é pessoal, então as versões free me atendem 100%. Antigamente o Craft até tinha uma limitação de 1000 blocos (ou páginas, não lembro), mas retiraram essa limitação.

1 Like

Galera, é oficial, o anúncio acabou de ser postado no fórum do Evernote pelo Federico Simionato, que é o gerente de produtos da empresa:

Farei a migração para outro serviço.

Está faltando coragem para a empresa acabar de vez com a versão gratuita. Acho que seria mais digno e respeitoso com o público do que ficar reduzindo as funcionalidades aos poucos.

3 Likes

O shade pra um site de vídeos aí.

1 Like

Uma pena, também não achei um substituto. Já fui usuário premium mas a experiência do app era igualmente horrível.
Uma pena mas parece mesmo um desespero antes de fechar as portas.
Ainda não achei uma ferramenta que consiga migrar decentemente uma vida de anotações que tenho lá.

Acho que para nunca mais ter dor de cabeça e risco de perder tudo como usuário gratuito, só se migrar para MS onenote ou usar as pastas do onedrive como caderno e o word online como notas. Ou usar as pastas do Google drive como caderno e o Google doc como notas. Pois são bigtechs, não startups.

Qualquer serviço pequeno corre o risco de limitar a versão gratuita a qualquer momento, pois são startups que perdem dinheiro no começo para depois que tiver a base instalada, aí começa a lucrar. E muitas vezes isso significa limitar a versão gratuita para forçar a migração para o plano pago, como o Evernote está fazendo.

Acho que tem razão… empresas pequenas e promissora tem seu período, se mesmo as grandes empresas tem dificuldade de monetizar o seu negócio as pequenas então…

Minha aposta é que o serviço vai acabar mesmo… pelo menos eu não conheço ninguém que opte em pagar pela assinatura. Como disse no post anterior, já tive a versão paga e era uma experiência ruim, bug no aplicativo, falhas de sincronia…

1 Like

Eu já tive essa experiência uns 10 anos atrás. Meu pai tinha o e-mail grátis do IG e minha mãe da Oi. O IG deixou de oferecer a versão grátis e obrigou que todos os emails tivessem assinatura paga. A Oi simplesmente acabou com o Oi Mail depois de um tempo. Foi naquela época que vários portais brasileiros ofereciam email gratuito, incluindo R7, Globo.com, etc

Resultado: Eles dois criaram e-mails no Outlook.com e estão lá até hoje, gratuitamente. Na época eu só via como possibilidade para não ter mais dor de cabeça ou o hotmail/Outlook.com ou o Gmail, nem o Yahoo eu levava a sério, porque ele poderia ser vendido (e acabou sendo depois, não sei como eles ainda mantêm no ar aquele e-mail gratuitamente, mas risco de acabar sempre vai existir ou de se tornar pago).

1 Like

Se decidiu por algum? Entrei nesse drama agora, decidi parar de renovar a anuidade da minha conta paga do evernote por causa do aumento de preço e descobri essa limitação infeliz de número de notas/cadernos.

Testei todos e preferi Google drive e Google Docs. Da lista acima, o único, além do Google Docs, que não tem problema de compatibilidade é o Onenote (leia-se: copiar um texto externo com itálico, letra com cor diferente, etc) e colar lá dentro. Os outros têm algum problema nesse quesito. Porém o Onenote é pesado na web e no Android, quando você dá zoom na página, o zoom é manual, você não consegue deixar no 100%. Então fica 96%,102%, mas nunca 100%. Sugiro Google Doc e para deixar tudo organizado em pastas, criar os Docs no próprio Drive.

Este tópico foi fechado automaticamente 90 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.