Elon Musk recebe ministro para discutir Starlink em escolas do Brasil

1 curtida

As escolas atendidas pelo ADSL da foi fornecido pelo governo costumam ter links de 512 Kbps a no m√°ximo 2 Mbps para um laborat√≥rio inteiro de inform√°tica, t√° na hora de fazerem novas parcerias e atualizarem essas conex√Ķes com a internet.

8 curtidas

Apesar de ser crítico do governo atual, que claramente tem vários motivos que não valem ser discutidos por aqui, sempre torço para boas iniciativas que visem desenvolver a tecnologia e melhorar a educação no país.

Vale esperar pra ver se realmente terá bons frutos essa tal visita ou foi só pose pra foto pra propagandear no Twitter.

22 curtidas

Se ele realmente est√° tentando proteger a Amaz√īnia e levar internet para escolas ser√° demitido em breve.

5 curtidas

Tem um f*ckin g satélite brasileiro construído literalmente pra isso e o cara pedindo apoio pra empresas haha
Ah, Brasil. Gostamos de jogar dinheiro fora mesmo.

3 curtidas

satélite geoestacionário tem ping de internet muito alto, fora que não deve ter uma largura de banda muito boa.

1 curtida

Pra escola e regi√Ķes remotas √© mais do que o suficiente.
E 20Mbps pra regi√Ķes que n√£o tinham nada √© maravilhoso.

2 curtidas

No texto falam em até 15 mil pontos de internet conectados nesse satélite, duvido que ele tenha capacidade pra fornecer 20 mbps para cada ponto.
Estamos falando de 300 Gbps, o satélite deve ter quando muito 50 Gbps de máximo de banda.

Mas é até 20Mbps e outra que internet compartilhada os usuários não usam a banda toda o tempo todo, não é um link dedicado. Então tem como sim, igual provedor local que compra 1Gb de uma empresa maior e vende pra sei lá, mil assinantes em plano de 100Mb

1 curtida

Tu não usa os 20 Mbps se assumir que tenha 1 ou 2 pessoas usando aquela conexão, se tiver 20 pessoas usando tu vai tá o tempo todo no limite da banda, repete isso em cada ponto de internet e rapidamente satura o satélite.
Ou tu acha que as internet via satélite pra uso residencial tem franquias tão baixas pq?
Assim como tu não consegue vender 1 Gbps para mais do que 100 clientes de 100 Mbps sem começar a ter problemas, não é assim pra vender pra mil clientes.

1 curtida

Não bate com a realidade. Sim, você consegue vender planos de 240mb (100mb já é passado) com 1,2Gbps de link (200Mb para o horário de pico às 8h) para 1K de clientes. Não haveria lucro se as empresas alocassem 1Gbps para somente 100 clientes. 1Gbps em Belém custa R$10,8K, ou seja, seria R$108 por cliente só no custo do link! Isso foge totalmente do custo total normal de R$25~35 por cliente (em qualquer plano com impostos do simples e custo da infra/funcionários). Isso tudo sem ter CDN, só no dedicado e repetindo o que o @Jedielson disse, os clientes não utilizam 100% da banda a todo momento.

Esse cara explica com mais detalhes (ele fez outro vídeo explicando e também há outros youtubers que falam sobre):

3 curtidas

um tanto pertinente ao assunto:

1 curtida

Perfeita coloca√ß√£o. √Č exatamente isso.

Quantas pessoas tem em cada casa? quantas tem em em cada escola usando esse mesmo link? o importante é o total de pessoas usando e não o numero de pontos instalados?

E uma coisa importante, esse vídeo é de 2018, o consumo de banda aumentou muito nesses 3 anos.

image

Esse é o gráfico do agregado de todas as interfaces de rede do PTT de São Paulo, de 2018 pra cá o uso saltou de 2Tbps para 8Tbps, os provedores não devem ter tido um salto tão absurdo, mas garanto que também não foi tão pequeno.

1 curtida

N√£o √© importante, tenho cliente com 9 residentes e o consumo n√£o passa de 40Mb no hor√°rio de pico; A√≠ j√° n√£o sei; O importante √© o n√ļmero de pontos/clientes instalados e o consumo total do link para se ter a m√©dia de utiliza√ß√£o. Nenhum provedor olha o cliente individualmente, alguns at√© olham, mas s√£o incompetentes e vivem reclamando dos planos de 100Mb+ nos grupos de provedores.

Não faz diferença, o consumo médio de pico (às 8h da noite) continua praticamente igual, entre 1Mb e 2,5Mb, mas nada chega perto dos 10Mb que você disse.