Dona da Americanas e Submarino lidera queixas da Black Friday no Procon-SP

1 curtida

Pode usar o nome “Americanas” para se referir à ex-B2W (com a integração das operações físicas da Lojas Americanas S.A. na B2W, a B2W mudou de nome para “americanas s.a.”).
Inclusive, as submarcas B2B da B2W também passaram a ter o nome “Americanas”: Americanas Marketplace (antes B2W Marketplace), Americanas Advertising (B2WADS), Americanas Summit (B2W Summit)…

Com certeza isso iria acontecer. Empresa que nunca respondeu reclamações no ReclameAqui, demonstra zero respeito pelo cliente.
Atendimento porco.
Sac pior ainda…
Nota zero em tudo. Só compro nela quando é a última opção. E mesmo assim sempre fico com o cu na mão para não dar problema.

2 curtidas

Já tive cartão Americanas e Submarino e graças a Cetelem cancelei tudo. Diversas compras feitas por fantasmas foram o estopim. Duas foram bloqueadas, embora aparecessem na fatura, mas uma permaneceu. Questionei à Cetelem para quem haviam sido enviadas as compras feitas online e não quiseram me informar. Como assim, questionei, sou o dono da conta e não tenho direito de saber para onde estão indo “as minhas compras”?! Foi então que cancelaram, e por fim meus cartões.

É tudo desorganizado por lá e não me assusta essa liderança nas queixas.

2 curtidas

Isso aconteceu comigo também, duas vezes (a primeira no iFood, outra na faculdade FIAP).
Felizmente, as compras foram bloqueadas nas duas vezes.

E está mais do que na hora da Americanas romper com a Cetelem (além do fato de serem quatro cartões para quatro marcas - Americanas, Submarino, Shoptime e Soub! - fora o cartão de crédito Ame, emitido pelo BB e que é, na prática, o cartão oficial da Americanas física - já que o parcelamento em 24x lá é exclusivo do cartão de crédito Ame)

1 curtida

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.