Dobradiça do Galaxy Z Fold 4 é tão boa que prejudica o aparelho

1 Like

Cerdas ou pentelhos?
Fica aí o questionamento! :thinking: :joy:

8 Likes

Eu sinceramente estou desanimando da linha Fold.
Tive o 3 e o problema de dobradiça apareceu após uma pequena queda.
No Fold 4 assim que o problema apareceu, uns 6 meses atrás estava na garantia. Trocaram tudo, tela, bateria e aro.

Agora o problema voltou, melhorou bastante depois que fiquei abrindo e fechando o aparelho em baixo da torneira, mas ainda tem uma pequena limitação na abertura. :slightly_frowning_face:

2 Likes

Entre o fold 3 e o s22 ultra, qual vc indicaria ?

1 Like

Sem dúvida o S22 Ultra. Principalmente se não for uma pessoa extremamente cuidadosa.
A linha Z não é, definitivamente, indicada para quem trabalha em ambiente com muita poeira, obras ou embarcado.
Se for opção indicaria o S23 Ultra, meu irmão acabou de comprar um e o aparelho é incrível.

Não me entendam mal, hoje é muito difícil abandonar o Fold pois a ideia de ter um “tablet” no bolso é excepcional, mas os cuidados em excesso que é preciso não te livram de ter problema e na minha opinião não vale esse “conforto”

Adicionalmente parece que o mercado de usados já precificou essas questões, vender qualquer aparelho da linha Z para pegar um novo nas lojas, que é meio monopolizado pela TrocaFone, te oferecem valores dez vezes menor ao valor pago em menos de um ano e meio.

Depois de muito esforço, abrindo e fechando embaixo na torneira esse foi o máximo que o aparelho abre hoje. Isso porque desde que comprei o Z Fold 4 no lançamento ele já passou pela assistência Samsung uma vez para reparo. Parece pouco, mas é incômodo.

1 Like

Atualização:

14 dias se passaram e hoje acordei com o telefone assim:

1 Like

Alega vício oculto de exija a troca por um novo equivalente ou o dinheiro de volta com correção monetária.

1 Like

Sim, já conversei com a minha advogada a respeito… segue o post…
Abri uma reclamação no reclame aqui também.

Sou usuário da Samsung há vários anos e tenho vários produtos da empresa: TVs, Aspirador Robô, Maquina Lava e Seca, fechadura biométrica, notebook, smartwatch… enfim sou um usuário da marca há muitos anos. E nada disso foi levado em consideração quando resolvi “apostar” na compra dos novos dobráveis da marca.

Comprei quatro dobráveis após acreditar que essa tecnologia estava confiável o suficiente. Um Z fold 3 para mim e um Flip 3 para minha esposa, e depois um Z Fold 4 e um Flip 4, esse último também para ela.

Os dois primeiros apresentaram dois problemas em garantia: falha na abertura da dobradiça e descolamento da película de proteção da tela interna. Na época ambos reparados por estarem no período da garantia. Com o lançamento da linha Z fold 4 trocamos ambos os aparelho e o valor que pagaram por eles foi bem equivalente com um produto de valor considerável considerando que estava usado por um ano.

Dez meses depois tive o mesmo problema no Z Fold 4: Descolamento da película e falha na abertura da dobradiça, o aparelho não abria mais em 180º, mas como estava na garantia foi reparado. Menos de um ano depois o aparelho apresentou o mesmo problema, começou não abrindo todo e duas semanas piorou mais, limitando a abertura a menos de 120º. Como esse reparo já havia sido realizado e o aparelho está em excelente estado de conservação entrei em contato com o suporte da Samsung para que analisassem o problema, a meu ver, com forte indício de falha preexistente (no juridiques o chamado “vicio oculto”) tendo em vista que o aparelho não tem qualquer dano e esse mesmo problema já havia sido apresentado (e reparado em garantia meses antes).

Fui orientado a levar o aparelho para uma assistência para que lá fizesse um orçamento, e com ele em mãos entrasse em contato novamente para solicitar uma análise aprofundada do problema. Resultado: mais de R$ 4300 reais. Conforme orientado, entrei em contato com o suporte para analisarem o problema e repararem em “cortesia”. No entanto, depois de 4 protocolos abertos (dois deles encerraram sem informar se iriam resolver, simplesmente fechando o protocolo sem uma solução) tive a resposta de que o reparo em “cortesia” não foi autorizado, mesmo o relatório “aprofundado” da assistência não ter indicado, segundo o próprio atendente da Samsung, qualquer indício de dano proveniente do mal uso.

Deixo aqui publicamente a minha insatisfação com a linha de aparelhos dobráveis que estão longe de ser uma tecnologia pronta. Tenho extremo cuidado com o aparelho por entender que é um aparelho mais frágil que os convencionais, mas isso não foi suficiente para manter o aparelho sem problema por menos de dois anos de uso. Basta uma breve pesquisa no Google para ver que um dos principais problemas são as cerdas da própria dobradiça que envelhecem e se soltam impedindo internamente o correto funcionamento da peça e por consequência impedindo que a tela interna se abra por completo.

Ao que parece o mercado já entendeu que os aparelhos dobráveis da Samsung são frágeis e que tem um baixíssimo valor no mercado de usados. Percebi isso quando fui “tentar” trocar meu Z Fold 4 no lançamento do Z Fold 5 e recentemente ao “tentar” troca o Z Flip 4 da minha esposa, onde o valor ofertado pelos aparelhos não chegou a 1/5 do que foi pago um ano depois do uso.

Sinceramente o aparelho é incrível, abre a possibilidade de ter um “tablet” no bolso, mas pagar R$ 14000 reais, ter que ser extremamente cuidadoso (ir para praia com ele então é arriscadíssimo) e no final, mesmo com todo esse cuidado arriscar ter algum problema não tem cabimento.

Não recomendo para ninguém qualquer dobrável, principalmente os da Samsung, que mesmo sabendo dos problemas crônicos do aparelho se esquivam ao “solucionar” qualquer questão fora de garantia.

2 Likes