Dicas de ouro para entrar no mercado de TI com o pé direito

1 curtida

Não tem diferença nenhuma pra qualquer outra carreira.

Vc começa como peão (programador) e vai subindo na carreira, deixando o dia a dia técnico de lado e assumindo funções de liderança, se assim for de sua vontade.

Talvez a velocidade com que isso acontece seja maior e talvez os salários iniciais sejam melhores que em outras áreas.

Mas basicamente é a receita padrão de crescimento na carreira.

8 curtidas

Uma coisa é fato: Se você acha que está difícil pra você que é novato entrar no mercado de TI, pode ter certeza que está mais difícil ainda para as empresas Brasileiras contratarem.

A pandemia trouxe um fenômeno bem curioso para cá: A possibilidade das empresas estrangeiras contratarem mão de obra Brasileira para trabalhar remotamente.

Um profissional Sênior vai ganhar facilmente na faixa de 5000 DÓLARES por mês.
É impossível pra uma empresa brasileira reter talentos assim. Os profissionais de nível pleno e sênior simplesmente vão embora pra ganhar 2 ou 3x mais.

Então as empresas estão investindo forte em programas de treinamento interno.
Elas querem o máximo de Juniors que elas podem conseguir, treinam internamente e tentam segurar o profissional o máximo de tempo possível, até o cara virar um “pleno plus”, vir uma oferta de fora e levar ele embora.

A concorrência está tão feroz, que as empresas estrangeiras estão levando até os recrutadores das empresas brasileiras, para que eles recrutem no Brasil.

Então as dicas são obvias:

  • Estude inglês! Sem inglês você não é nada nessa área. Não pare de estudar até ser fluente.
  • Estude muito e fique bom nas tecnologias que você quer trabalhar.
  • Coloque em prática e faça seus projetos pessoais.
  • Arrume seu GitHub e seu LinkedIn (aqui tem umas dicas legais pra isso).

Quando vc for capaz de fazer alguma coisa que funcione, vai ter uma empresa na sua porta querendo te contratar. Ninguém vai te contratar se você não souber fazer nada, mas vai ter muita oferta quando você conseguir provar que consegue fazer alguma coisa.

6 curtidas

Muito legal essas dicas.
Eu tenho 29 anos e já trabalhei em várias áreas (telecom, auditoria, controlador de projetos), no momento estou fazendo um bootcamp na Le Wagon e pretendo migrar pra TI, mesmo sabendo que no início terei uma redução de salário, porém, a tendência é que meu salário aumente muito mais rápido na área de TI.
Meu objetivo é ganhar mais de 20k por mês, na minha área atual isso seria muito difícil e demoraria pelo menos mais uns 10 anos.
Com TI terei a oportunidade de trabalhar pra fora e ganhar em dólar, podendo conseguir um salário desses mais rápido, algo impossível na minha área atual.

4 curtidas

Se não tiver QI na empresa, a dificuldade em se conseguir um emprego na área é elevada ao cubo.
TI já está dando sinais de saturação e cada vez mais difícil de se ingressar numa carreira. O pior é que foi propagado aos sete ventos que a área estava bombando (e estava a um tempo atrás, num curto período atípico) e uma multidão se interessou pela área. Quando essa leva de pessoas começarem a se formar ou concluir o seu curso for buscar emprego, a coisa vai desandar de vez!

Vou falar, faça medicina, também é necessário muito estudo no início mais os salários são quase o triplo de um fullstack isso no início, depois essa distância pode virar astronômica. Mais simples.

1 curtida

Os plenos e seniores estão indo trabalhar nos EUA e Europa. Logo as empresas darão oportunidades para os juniores é isso ou fechar as portas. Né?

2 curtidas

Mais uma razão do porque as tais, empresas, não conseguem mão de obra. Procura por dev Pleno e Senior!

Já adianto as desculpas, mas a sinceridade tem que vir igual a notícia da época sobre “mercado de TI está bombando”.

Se vai se tornar dev Junior, vai levar bons anos até se formar. E quando terminar tudo, o mercado estará mudado e mais exigente: Esse será o mercado para você:


A matéria deu ótimas dicas pra quem vai se aventurar nesse mercado tão saturado quanto o de fotógrafo, técnico de radiologia e medicina.
Houve um boom no inicio da pandemia pela necessidade e todo mundo teve que se adaptar. Mas esse tempo acabou.

Sem querer desanimar ou descontar minhas frustações, mas quem vai levar isso a sério, é bom que vá com o espírito preparado.

E deixo a dica que vale pra qualquer área: Estude muito até cair os olhos, mas mantenha os bons e velhos amigos de carreira por perto.

2 curtidas

Medicina é válido para quem está iniciando a carreira, mas a mensalidade tem um preço surreal e passar em uma universidade pública é muito disputado.
Tem gente indo pro Paraguai estudar, mas os cursos lá não tem muita qualidade e é bem complicado para conseguir validar o diploma e exercer a profissão no Brasil.
E em medicina precisa estudar por longos anos até se formar, enquanto que na programação é possível começar na área depois de um bootcamp com menos de 6 meses.

1 curtida

Acho que uma dica interessante é investir em projetos próprios, além de você ter algo para mostrar no currículo, vai poder treinar suas habilidades na prática e de quebra talvez ganhar algum dinheiro ou até tornar isso o seu negócio de verdade.

2 curtidas

Sinto que este será o caminho, e talvez o único. Seguir na mesma estrada que todos querem ir é pedir pra passar raiva.

1 curtida