Comprou iPhone e veio o quê? 20 casos em que não tinha um celular na caixa

Se fossem só smartphones estava bom. Muitos couriers veem os valores voluptuosos das notas fiscais ou os produtos em si (como no caso da matéria) e furtam sem qualquer constrangimento. Dia desses o Ronaldo Buassali, representante da Galax no Brasil, relatou casos em que enviou placas de vídeo via Correios e elas simplesmente se extraviaram no fluxo postal.

Hoje eu tenho medo de comprar qualquer coisa que tenha um valor mais alto via internet e me deparar com algum item aleatório dentro. Ou mesmo não receber a mercadoria e ter que fazer a via sacra da reclamação em lojas em que o pós-venda é nulo, pra dizer o mínimo.

Hoje temos que literalmente torcer pra que não sejamos vítimas de golpe. A coisa se tornou tão descarada que acaba que quando você cai em um é só mais uma história no meio de tantas.

2 curtidas

Eu mesmo já tive alguns problemas ao comprar online, mas não me preocupo nem um pouco mesmo. O que foi mais chato foi nas casas bahia, atendimento defasado demais. O melhor sem duvidas foi o mercado livre, nem precisei entrar em contato quando o meu pedido não foi entregue, eles devolveram o dinheiro automaticamente.

2 curtidas

Produto de alto valor deve ter prioridade acredito que a unica empresa atual que faz boa logistica é a FastShop.
A Submarino dito grupo B2W no geral se perdeu em meio a tanta logistica e rastreio de muita coisa de marketplace.
Mercado livre digamos é satisfatorio mais nao perfeito, por isto quando compro algo de eletronico no Brasil prefiro pagar uns 10% a 15% a mais e usar a FastShop, em SP é interessante e atende bem o publico que estou hoje.

2 curtidas

Nunca tive grandes problemas com compras on-line, no máximo o famoso destinatário ausente dos correios. E olha que compro umas coisas de valor bem absurdo pra maioria da população.

O risco de cair em golpes do tipo é cada vez mais alto . No entanto, são nas compras online as maiores chances de ter um desconto razoável em compras via pix ou boleto. Já faz muito tempo que não vejo iPhone,por exemplo, com preços melhores nas lojas físicas do que nos sites das mesmas lojas. A diferença as vezes é bem considerável. Com certeza o código de defesa do consumidor deve ter algum trecho que nos ampara em situações como essa,talvez não seja um trecho que esteja claro, dê margem a diversas interpretações. Em cima disso, já se faz necessário uma nova lei para casos do tipo na matéria, uma lei onde não haja nenhuma dúvida quanto aos direitos do consumidor lesado, não dando margem para debates ou brechas na interpretação da lei que possam ser usadas pelas empresas.

Outro voto pra Fastshop.
Só compro lá, mesmo às vezes pagando um pouco mais. De TV a celular, já comprei de tudo um pouco e a entrega e atendimento sempre superiores.