Como funciona o roaming internacional [Claro, Oi, TIM e Vivo]

Originally published at: Como funciona o roaming internacional [Claro, Oi, TIM e Vivo] – Telecomunicações – Tecnoblog

Claro, Oi, TIM e Vivo incluem roaming internacional nos planos pós-pagos; entenda como funciona

1 curtida

Aquela história de que chips brasileiros funcionariam automaticamente no Chile foi pro limbo? Nunca mais ouvi falar daquilo

Esse plano da Claro que te obriga a pagar por 12 meses não faz o menor sentido. Só pra quem trabalha viajando. Pra quem vai uma vez ou outra seria o mesmo que jogar dinheiro fora.

Minha última viagem eu usei um chip daqueles “multioperadora” da Chip-4u (.com) e funcionou “1000%” (velocidade, cobertura de sinal, estabilidade… tudo perfeito). A mudança de operadora quando mudava de país era automática e imperceptível. E obviamente paguei só pelo período da viagem.

Não entendo como essa operadora “terceirizada” consegue fazer isso e uma como a nossa não consegue. É falta de vontade, será?

1 curtida

O resultado é aquilo que a gente sabe. Tá bom porém não use.
As operadoras não quiseram usar isso enquanto as ligações ainda eram algo do quotidiano lá em 2012 onde o lance das ligações que caiam estavam enfrentando sua máxima. Enfim, hoje todos usam whatsapp e outros apps para ligações e ninguém reclama mais.

Então, vamos lá: um plano Europa dessa Chip4U custa US$ 50 (R$ 275, sem contar IOF), enquanto o Passaporte Europa custa R$ 239,98. Considerando a cotação atual, vale muito mais a pena contratar o pacote da Claro, que também te dá direito a usar ligações, tanto pra fazer como receber.

E mesmo considerando o dólar a R$ 4 (que saudades), a diferença no final das contas sai minúscula.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.