Com o anuncio do fim da fabricação, vale a pena investir numa TV Sony?

Estou interessado em comprar uma TV XBR65X905H porém como o investimento é alto, com o fechamento da fabrica de Manaus e o fim da fabricação e venda de todos os produtos Sony no país, à exceção do Playstation, me preocupa a assistência e o fornecimento de peças a longo prazo, por exemplo por 6/7 anos pois uma TV é um produto de longo prazo. Vale a pena adquirir? Estou inseguro quanto a isso.

Inclusive sugiro ao Tecnoblog uma repostagem especial sobre o tema, Como ficarão os consumidores dos produtos Sony no Brasil e se vale a pena adquirir um produto Sony com o fim das vendas no país.

1 Curtida

A curto prazo ainda devem manter uma rede de assistência técnica, mas a longo prazo, não. Só compraria se fosse por um preço imperdível, do contrário não arriscaria.

3 Curtidas

Segundo o CDC, as empresas são obrigadas a manter peças de reposição por período razoável de tempo caso um produção de um bem seja cessada, subentendido que "período razoável de tempo seja equiparável ao tempo de vida útil esperado do bem.

https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10603586/artigo-32-da-lei-n-8078-de-11-de-setembro-de-1990

Até onde eu saiba esse artigo ainda não foi alterado ou suprimido, então se você comprar e precisar trocar alguma peça dentro de um período de tempo razoável, a Sony é obrigada a ter essa peça disponível. Se não tiver, você pode entrar na Justiça, apesar da dor de cabeça que esse processo vai gerar.

Então, eu contactei a Sony e ela me informou que só garante o fornecimento de peças e assistência pelos próximos 5 anos. :confused:

1 Curtida

Eu não arriscaria. Não vejo motivos para escolher hoje uma TV da Sony. Há boas opções e até melhores nos concorrentes, dependendo da faixa de preço e exigência.

Tem que ver qual a visão da Justiça em relação ao tempo de vida útil de uma televisão moderna, eu realmente não sei.
5 anos parece pouco pra mim, mas TVs modernas não são como TVs antigas que não tinham um sistema operacional por trás, então eles poderiam usar esse argumento e tentar equiparar com a situação dos smartphones pra tentar convencer que 5 anos é tempo o suficiente. Eu acho que seria um argumento fraco, mas não acho impossível de ser usado.

Então se você for comprar pensando na possibilidade de entrar com processo em caso de tentar consertar depois de 5 anos, eu sugiro você procurar casos de processos contra fabricantes de TV pra ver se consegue encontrar algum consenso entre os juízes em relação ao tempo de vida útil de uma TV moderna.

2 Curtidas

É um argumento absurdo… que poderia ser questionado com “a TV para de funcionar só porque parou de receber atualizações?” ou “isso não se chama obsolencia programada?” hahaha

3 Curtidas

Eu até tinha pensando numa TV da Sony (procuro uma de 43 polegadas) tendo em vista que esse bando de TV 4k de entrada só tem o 4k de chamariz, porque a imagem dessas full HDs está bem melhor. Daí pensei numa full HD da Sony. Maaaas, eles basicamente abandonam os softwares dessas TVs. Minha mãe tem uma da linha Bravia, de 46 polegadas, que tem uma imagem bacana, mas software que não roda mais nada.

Então, uma das coisas que me chamou a atenção é que além da imagem boa e de outros atributos, ela roda Android e também tem o sistema Dolby Vision.
Por isso estou na dúvida entre ela ou a Samsung Q80T, que não tem esses itens

Pelo modelo q ele falou aí, eu sinceramente acho q a 905H é o melhor CxB entre tamanho e qualidade de imagem. A Q80T pode até ter mais contraste mas custa bem mais e a CX nem se fala

Eu comprei exatamente esse modelo. À priore a ideia era pegar uma CX 55", mas na BF subiu quase 50% e ficou bastante questionável o CxB dela, e ainda tenho um pequeno receio à Burn in.

Sinceramente nesse tamanho (considerando qualidade de imagem e features) eu acho q o CxB está ok, não é o melhor, mas é razoável. Reposição de peças, sinceramente, eu desconheço alguém q tenha levado uma TV pra arrumar e tenha saído barato o suficiente pra ela realmente arrumar, se for em autorizada então, esquece, vai custar outra.

Questão de software é mto bom rodar o android tv, não é o mais responsivo mas é bastante bom e os problemas q tive com a 905F q tenho em casa não tive em nenhum momento com a 905H

Valeu pela dica Igor, ainda mais vindo de alguém que já tem a TV. Minha TV é uma Samsung 64f8500, neoplasma, e que queimou a placa principal além da placa da fonte. Como orcamento fo conserto acabou saindo bem fora do previsto estou pesquisando uma TV com HDMI 2.1, mais ou menos da mesma medida, a minha tem 64 polegadas, com Android e outras features o suficiente para me manter atualizado por um bom tempo.
Apenas essa questão do suporte me incomoda por ser um bom investimento alto.

1 Curtida

A questão do suporte vc vai cair naquilo q falei, pega sua própria TV de exemplo, veio dar problema depois do q 7 ou 8 anos? E aí não compensou, infelizmente essa seria a realidade mesmo com a empresa aqui, pelo menos assim eu enxergo.

Se atente a esse link aí antes de comprar.

Pela minha experiência colocando um pc em [email protected] (parece q o problema do link é em 120Hz no geral não só em 4k como o título dá a entender) eu particularmente não notei nada relevante de imagem borrada com essa taxa de atualização, mesmo olhando ela bem de perto. E pelo q alguns comentários falam, parece q a 905F e 955G tbm tem esse problema (obviamente não em 4k), mas tbm usava meu pc da mesma forma na 905F e nunca notei nada grave, especialmente à 2m (com a 905F) e 2,7m (com a 905H) de distância da tela.
Caso decida comprar, espero q goste, eu estou bastante satisfeito com ela e fico sempre acompanhando esse link apenas para ver a tratativa da sony sobre esse problema, pra mim não foi nenhum dealbreaker, mas há pra quem seja.
Tbm vou testar o Fortnite em 120fps pra ver se enxergo alguma coisa sobre isso, mas como eu disse, não acho q a 2,7m vá ser relevante

No meu caso eu comprei a TV em 2014 em pouco mais de 6 anos deu problema. Vou estudar direitinho suas dicas e fazer o melhor negócio. Confesso que acabei ficando um pouco assustado com essa saída repentina da Sony

É bastante desagradável mesmo, ainda mais considerando q vamos ficar reféns de LG e Samsung. Uma com baixíssima fora das OLEDs e outra com preços mais altos até que a sony pras QLEDs, mas é uma decisão que dava pra gnt prever visto q esses segmentos da sony dão pouco lucro no mundo todo

Falou tudo, infelizmente vai ser isso mesmo. Seremos reféns de duas marcas

Este tópico foi fechado automaticamente 30 dias depois da úlima resposta. Novas respostas não são mais permitidas.