Clínicas brasileiras sofrem vazamento de fotos de pacientes nus

1 Like

ANPD devia multar alguns médicos pra aprenderem a ter melhores práticas de segurança e privacidade digital também.

9 Likes

Bah! Paga logo esse resgate, tchê! Não quero que ninguém veja, numa foto, o tamanho do meu salário!!!

3 Likes

Usar a desculpa: “isso era a foto de antes” depois melhorou bastante

3 Likes

não somente os médicos, outras classes também, porque se depender do conselho de classe, especialmente do Conselho de Medicina, nunca vão aprender

Isso era um desastre esperando pra acontecer. Essas clínicas querem ficar armazenando fotos íntimas dos pacientes mas não tem nenhum cuidado com a seguranças dessas imagens.

Um tempo atrás uma amiga minha teve uma situação onde uma clínica de depilação a laser tinha tirado fotos íntimas dela pra acompanhar “o antes e depois”, essa minha amiga reclamou dos resultados e pediu pra comparar com as fotos do “antes” que a clínica tinha feito, nesse momento a clínica informou ela que as fotos estavam no celular de uma atendente que não trabalha mais na clínica, e portanto eles não tinham mais as fotos. Esse é o nível de cuidado que essas pessoas tem com as fotos íntimas dos pacientes.

Se essa galera tivesse um pingo de noção eles iam pelo menos cortar o rosto do paciente das fotos.

4 Likes

Pena os juízes no Brasil serem muito molengas com esse tipo de situação, só uma declaração dessas já devia render uma indenização de uns 100 mil reais pras empresas pararem de usar celular dos funcionários.

1 Like

Já trabalhei em hospital público e privado, e em ambos, existe uma conivência muito grande com a falta de estrutura e a “desimportância” que a área de tecnologia suscita em médicos e diretores médicos. Tem que haver compensação financeira para os atingidos por conta da conivência dessas clínicas!

Meu deus.

Fora que eu não duvido mesmo que tenha muita informação médica sendo trocada via “zap”, que não é uma ferramenta apropriada. Pelo menos tem criptografia de ponta-a-ponta, mas mesmo assim, vish :grimacing:

O que mais me causa espanto, é que os grandes players do mercado de planos de saúde investiram e investem milhões para informar ao mercado que estão em conformidade com a LGPD.
Enquanto isso, centenas de clínicas, de médicos e rede credenciada (operadores) nem sabe o que é LGPD.
Saudações e grato por compartilhar a informação.

Não vou nem entrar nos méritos de discutir a segurança de um app de mensagem que pertence a uma das empresas no mundo que mais ganha dinheiro com publicidade baseada em dados e preferências dos usuários. Mas a “criptografia ponta a ponta” depende muito também da segurança de ambas as pontas.

De nada adianta o app ser seguro se o telefone do usuário não é seguro, tendo uma senha fraca ou conhecida por diversas pessoas. Tem muito médico por aí que a clínica inteira sabe a senha do celular dele, e pessoas que não tem nenhuma qualificação na área da saúde tem livre acesso a informações que estariam no escopo da confidencialidade paciente/médico.

Tem uma palestra que eu ministro onde eu digo que a tecnologia evoluiu muito mais rápido do que a mente humana, o cérebro das pessoas é simplesmente incapaz de perceber a dimensão dos riscos de algo tão comum como um smartphone, mas para pra pensar, nunca antes na nossa vida nós tivemos um dispositivo eletrônico com tamanho potencial de controlar a nossa vida, desde nossas contas bancárias, nossos emails, os dispositivos inteligentes da nossa casa e até nosso carro.

1 Like

A nossa troca de informações salvam vida, pois nem sempre um especialista estara na mesma regiao ou mesmo país. Principalmente e fique claro nenhuma imagem ao menos no meio de onde ja atuei correu imagem via WhatsApp normalmente se corta dados sensiveis mais dados laboratoriais ficam como meio de varios medicos e demais profissionais ajudarem num diagnóstico mais preciso.
Achar que somente uma equipe vai corrigir 100% de uma patologia, engraçado que é errado usar WhatsApp mais usar um apple vision em cirurgia o povo acha magico pra promover um item.