Chineses exageram no apoio à Rússia e redes sociais apagam posts "impróprios”