CEO da Intel quer atrair Apple novamente com chips mais potentes

Dado o ótimo trabalho que a Apple fez na primeira geração do M1 e vendo que ela já está preparando a próxima geração, fica evidente que as expectativas inicias foram atendidas, portanto os investimentos nesse componente devem continuar. Acho difícil a Intel voltar a competir contra um produto “caseiro” de bom desempenho que dá vantagem competitiva à Apple.

8 curtidas

kkkkkkkkkk coitado

Discurso pra investidor ouvir né? Acho praticamente impossível a Apple voltar atrás haha.

12 curtidas

Coitado, melhor ele focar em recuperar a parte de mercado que perdeu dos PCs para a AMD pelos preços abusivos e pouca evolução, do que sonhar que a Apple vai parar de usar os chips proprietários que gastaram milhões em desenvolvimento e pesquisa. Isso claramente é só pra acalmar os ânimos dos investidores, até pq os chips da apple nem entraram no mercado de PCs (foco da intel), mas o que podemos ver, é as pessoas trocarem seus laptops Intel por Mac M1, ja que, incrivelmente, agora eles tem um melhor custo beneficio.

4 curtidas

Too little, too late

4 curtidas

Voltar atrás não, mas postergar a morte de algum modelo intel, talvez seja uma meta mais viável de atingir. O Mac Pro torre vai ser o último a migrar para o Apple silicon, tem espaço para receber uma atualização intel sem tanto alarde.

Já em 2022 deve chegar a primeira geração ARM e talvez ela adote a mesma estratégia de lançar a versão base do Mac Pro em Apple silicon, mas seguir oferecendo uma versão intel por mais algum tempo. É realmente um produto de nicho, sempre vai ter alguém que precisa de um software específico ou um cenário de uso que não pode ser contornado. Não acharia improvável ela manter um Mac Pro desses com intel em estado de coma induzido, de tempos em tempos soltar um spec bump.

Atualização pós evento: Quem é intel na fila do pão ?

3 curtidas

Que seja!! Quem sabe essa surra toda de Apple, AMD e outros não traga de volta produtos de vanguarda projetados pela Intel! Pela configuração atual do mercado de semicondutores, a empresa ainda se dá ao luxo de acertar novos projetos, tem alguns anos ainda de receita garantida. Mas se o que a Intel está fazendo hoje em suas bancadas não surtir efeitos positivos nos próximos 3 anos, a empresa corre sim um risco existêncial!

2 curtidas

cade o link da thread no twitter? queria ver ahahah

Impossível não é, mas não vai ser algo rápido de acontecer, se acontecer.
A Apple ficou com a IBM por 12 anos e 14 com a Intel, então mesmo que eles um dia abandonem os próprios processadores e voltem a usar Intel ou outro fabricante, isso vai demorar no mínimo uns 10 anos e só vai acontecer se ela ver que os processadores dela perdem para os de outra empresa ao ponto de não compensar mais o desenvolvimento.

@tec_comentarista uma JoJo reference :rofl:

3 curtidas

Está aqui. Vou colocar no post, também. :slight_smile:

1 curtida

Foram 12 anos com o IBM PowerPC (1994-2006).

Obrigado, vou arrumar.

Do q adianta ser mais potente se esquenta mais do q o sol e consome mais energia q o The Flash?

M1 n brilha por ser mais potente, brilha por ser potente o suficiente e não transformar o MacBook numa fritadeira.

3 curtidas

Caramba, essa notícia envelheceu muito mal e muito rápido

2 curtidas

Tá Intel… sonhar não custa nada ainda…

1 curtida

Claramente essa fase de ainda conseguir vender algum chip para a Apple já passou, principalmente com o sucesso esmagador do M1, agora depois de apelar com comerciais fajutos o CEO finge uma abertura amigável.

É melhor esse cara mostrar que pode segurar as pontas e fazer chips melhores para PCs, porque na Apple eles não entram mais. A prova disso é que ela já removeu a versão Intel dos Macbooks, só os desktops não atualizados ainda permitem pegar o chip não-Apple.

Pelo o que eu vi no evento, o M1 Max foi totalmente desenhado para os Macs Pro, não vejo mais necessidade dela ainda embarcar os Xeons atuais ou futuros se já pode migrar para ARM antes de um M2 estar disponível.

1 curtida

Se os rumores se confirmarem, esse é só o começo, porque parece que eles querem 40 núcleos no Mac Pro (!): Próximo MacBook Pro pode ter porta HDMI e até 64 GB de RAM – Computador – Tecnoblog

1 curtida


(Reação da Intel)

Mac pro é um servidor e como tal precisa de muita memória, o Max só aguenta 64GB, por hora eles vão continuar sendo intel