Cadê os Galaxy Book com AMD Ryzen?

Você sente falta de notebooks da Samsung com processadores AMD Ryzen? Deixe nos comentários.

Eu sinto falta, principalmente por saber que praticamente toda a concorrência tem modelos com processadores dela.

i649427.jpeg
A Samsung já chegou a lançar modelos com processadores AMD no passado.

Um dos primeiros que utilizaram foi o NP305E4A, que utilizava ou o AMD Vision A4-3305M Dual Core de 1.9 GHz, e ainda vinha com Windows 7.


Pouco depois, a Samsung lançou o NP-RV415, com o AMD Vision E-300 Dual Core de 1.3 GHz.


Depois, ela trouxe o NP535U3C, com AMD Vision AMD A4-4355M também de 1.9 GHz.


E, por fim, ela lançou o ATIV Book 2.2 NP275E4E, com AMD Vision E1-1500 de 1.4 GHz.


Percebe-se que todos esses 4 utilizavam processadores bastante básicos, que basicamente concorriam com modelos com processadores Intel Celeron ou Intel Pentium.

E, 10 anos depois, seguimos sem notebooks dela com processadores AMD.

O interessante é que nos Estados Unidos até teve notebook com AMD Ryzen.

Em 2018, ela lançou o Notebook 5 NP550XTA, que visualmente é igual aos nossos Essentials e Expert de 2018 (NP350XAA) e 2019 (NP350XBE). Ele usou o Ryzen 5 2500U.


E, no ano seguinte, ela trouxe o Notebook 7 Spin (NP750QUB), que é uma versão mais simples do nosso Style S51 Pen (NP930QAA). Ele usava o AMD Ryzen 5 3500U.


Mas depois, mais nada.

Uma pena.

1 curtida

Essas poderosas APUs AMD em laptops são pura lenda, nunca vi nem comi, eu só ouço falar…

3 curtidas

Tão em notebook de verdade. hahaha

2 curtidas

No Brasil a presença da AMD em notebooks sempre foi bem limitada. Se pegar os modelos disponíveis para compra atualmente, é sempre limitado a uma meia dúzia de CPUs intermediárias (e antigas), mudando só a fabricante do notebook…

3 curtidas

Atualmente até que tem vários com Ryzen da série 7000, mas realmente ainda se vê muitos com Ryzen das séries 4000 ou 5000, e quase nada da série 6000.
O duro é que vários de entrada que vieram com Ryzen da série 7000 estão vindo com RAM soldada, mas como a Samsung já está soldando as RAMs de todos os seus notebooks mesmo com processador Intel, isso não seria um problema.
Mas chama a atenção que até a Vaio lançou coisa com AMD Ryzen recentemente, e nada da Samsung.

Isso é algo que tem que tomar cuidado. A AMD tomou uma decisão muito questionável de lançar modelos “requentados” na série 7000, tais como o Ryzen 5 7520U, que usa a antiga arquitetura Zen 2, das séries 3000 e 4000. É um Ryzen 5, que pela lógica da nomenclatura deveria equivaler a um i5, mas na prática, perde pro i3 mais fraco da 12ª geração.

4 curtidas

Essa nova nomeação da AMD, acho que é um tiro no pé, transforma todos os processadores em um só

Único processador da AmD que vi ganhar indentidade própria são os X3D, com essa nova linha de nome, tem chance até de dar errado na X3D

Apesar de tudo ser verdade, essa parte é meio fake news. Do i3 12th mais fraco ele não perde mesmo… sério. hahaha (Não que eu recomende o 7520U)


(sim, só duas pessoas foram lesas o suficiente de comprar o 1215UL, até o i3-n300 é mais forte)

Não força a barra Keaton, o i3-1215UL é voltado para sistemas embarcados, não notebooks, e o desempenho dele é ruim por conta do TDP e clock turbo limitado em relação ao i3-1215U, que seria o modelo correto para esse comparativo:

(tem também o i3-1210U, esse não é vendido no Brasil, mas também ganha do Ryzen 5 7520U, marcando aproximadamente 10,5k pontos no CPU Mark)

Tô ciente do 1215UL, deixei ele propositalmente de fora pois não encontrei nenhum notebook que o tivesse, e como a discussão no tópico é sobre CPUs de notebook…

Então, não é forçar a barra. É achar o mais lerdo mesmo. Você não querer que o UL exista não faz ele não existir. hahaha
Vamos fingir que o UL não exista, ainda tem o i3-n300 (Alder Lake pelo que lembro) do Positivo Vision… o i3-n305 do Aspire 3. Tudo vendido no brasiu.

i3-n300, Positivo Vision.

Mas positivo nem dá pra chamar de notebook…

Brincadeiras à parte, vou dar o braço a torcer dessa vez, o N300 me passou batido, apesar de ser Alder Lake-N (linha criada para absorver os antigos Pentium/Celeron), mas vou considerar como 12ª geração para te deixar feliz. O N305, no entanto, continua sendo mais forte que o 7520U. De todo modo, é apenas uma CPU i3 de 12ª geração que é mais fraca que o 7520U, o que não melhora em nada a situação pra AMD. Se for comparar com a linha i5 que seria a concorrente direta, aí que o coice come solto.