Apple confirma pré-venda dos iPhones 14, 14 Pro e Pro Max para outubro no Brasil

1 curtida

essa m* de empresa não tava proibida de vender no Brasil?

2 curtidas

Não pode vender sem carregador porém depende

Ela disse que iria recorrer. Então acredito que isso permite ela de comercializar antes de uma decisão final do judiciário.

1 curtida

Exato. Como ela vai recorrer, a decisão fica inválida – já que ela agora vai ter um prazo pra se defender da acusação, passar por um novo julgamento, levar isso pra outras instâncias… até lá, ela pode continuar vendendo iPhone sem carregador.

Antes dela poder vender precisa de uma liminar liberando a venda (não vi se já saiu alguma) enquanto o processo rola o julgamento, ou seja, arrisca a fazer a pré venda mas não poder entregar os celulares.

Ela continua vendendo todos os outros aparelhos normalmente, sendo que a decisão deixa claro que a proibição é para qualquer modelo de iPhone vendido sem o carregador, especificando que a prática começou com o iPhone 12. Acredito que se fosse ter algum impedimento agora, já teriam impedido as vendas dos atuais também.

1 curtida