Aparentemente, a rede das operadoras conseguiu suportar os ex clientes da Oi

Alguém sentiu degradação do serviço móvel após migração dos clientes da falecida Oi?

Tinha lido que a Anatel iria acompanhar a qualidade do serviço por conta da migração. Não li nada mais a respeito disso.

Acho que a rede da Vivo, Claro e TIM suportou a galera toda.

A esse ponto, já terminaram de incorporar o espectro da Oi (e alguma coisa de equipamentos e torres) pra dar conta.

2 Likes

A Vivo já usava a rede da Oi aqui e surpreendidamente, a Oi já tinha uma qualidade muito boa. Depois que a Vivo incorporou o 4G da Oi de 2600, a rede ficou muito melhor pois só disponibilizavam de rede 700Mhz, o que tinha uma ótima cobertura, mas ficava mais clientes numa antena e por aqui ser uma cidade turística e litorânea, durante eventos meio que a velocidade ficava lá pra 12Mbps. O que me faz um pouco de falta são serviços que ninguém usava, mas a Oi liberava, como chamadas em conferência, a rede fixada no 4G e mesmo com a qualidade pior que o 3G o aparelho continuava no 4G, os 15GB de dado por 15 reais durante 30 dias e acumulava, 50 reais internet ilimitada…etc.
Por outro lado, a Vivo colocou seus produtos que dão mais qualidade VoLTE, VoWiFi, sms e mms ilimitados…etc
Mas aqui sempre foi uma rede livre, 80% dos clientes são TIM e Claro e apesar da boa cobertura, a velocidade é péssima. Em eventos dá 1,2Mbps na Claro e no máximo 2Mbps na TIM.

1 Like

Já sofri com a rede em dias de jogo, pois eu morava perto de um estádio de futebol. Isso por volta de 2013. Assim que começavam a chegar os torcedores, a rede da Tim e Oi (eram elas que eu usava na época) ficava sem funcionar tanto dados quanto voz.

Eu vivia reclamando na Anatel. Até que, por volta de 2016, a rede parou de ficar ruim em dias de jogos.

Como certeza, elas aumentaram a capacidade na região.

A solução aqui é só 5G, mas por enquanto só tem 1 antena da brisanet que estão testando.

A TIM ficou com todo o espectro de 2600 que era da Oi.

A Vivo ficou com as frequências 900 MHz, 1,8 GHz e 2,5 GHz da Oi no Nordeste, assim como a base de clientes. Apenas a Claro não comprou espectro.

1 Like

Faz literalmente um ano que isso terminou… Eu acompanhei diretamente as ondas de migração em uma das operadoras, e a última etapa foi virar a carteira de todo mundo pras novas operadoras, até lá, todo mundo dá Oi fazia roaming com todas as operadoras praticamente, por um pequeno tempo.

A divisão de espectro não seguiu a mesma divisão da carteira de clientes nem das torres e equipamento.

A subfaixa V2 que era da Oi e era uma licença nacional ficou inteiramente para a TIM.

Se a Vivo está usando aí é em caráter secundário.

Este tópico foi fechado automaticamente 30 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.