Anatel quer que velocidade média de banda larga seja de 1 Gb/s até 2027

Se me dissessem que chegaria internet de 1Gb/s a preço acessível há alguns anos atrás eu não acreditaria. Essa semana mesmo chegou um panfleto aqui oferecendo essa velocidade por R$99. Então pra uma capital é bem realidade, estou em Goiânia. No interior já mais difícil dizer.

2 Likes

Os diretores da Anatel ainda acredita no e-pênis né?

240Mb/s já está ótimo, ao invés de estarem preocupados com velocidade, era pra estarem em cima de disponibilidade e latência.

4 Likes

Conseguiram atingir mais que o objetivo.

9 Likes

Meu provedor de internet vende 500 Mbps de velocidade de download por R$ 99,00 mensais e reduziu para R$ 149,00 o preço de 1 Gbps de velocidade de download.
É questão de uns dois anos para que a internet de 1 Gbps de velocidade de download fique tão barata que os provedores embutirão serviços adicionais na internet para ganhar dinheiro. Talvez assinatura de serviços de streaming ou IPTV legalizada.

2 Likes

Mas já tem regulamentação sobre disponibilidade, velocidade mínima e alguns outros parâmetros; acho que nivelar por cima já automaticamente melhora todos esses aspectos.

Eu já cheguei nos 1 Gbps com a Claro, rumo aos 10 Gbps hahaha.

1 Like

Tem gente que está acostumada a só nivelar por baixo.

Não sei se vamos chegar a isso de média, mas que vai ser uma velocidade comum e barata bem antes disso eu tenho certeza.

Pq falo da dificuldade dessa média, o problema vão ser as redes internas, mal vejo as pessoas tendo redes gigabit, qualquer rede maior é comum ver pontos 10/100, então passar para uma rede 2,5 gbps vai ser muito difícil. O projeto da Oi de FTTR vai ajudar nisso, entregando aos clientes diversos pontos de 1 gbps, ou seja, vai poder ter 2 computadores baixando a 2gbps, mas cada um deles limitado a 1gbps.

Outra questão que vejo é os provedores de internet demorando para migrar de gpon para xgpon, onde no gpon é complicado oferecer mais de 1 gbps pois a porta é compartilhada entre até 64 clientes e limitada a 2,5gbps.

Com planos de 1 gbps, para saturar a porta precisaria de pelo menos 3 clientes fazendo download pesado simultaneamente (acima de 800 mbps), algo pouco provável, já com planos de 2 gbps, um unico cliente já chega próximo a saturar a porta e comprometer a internet dos outros usuários.

7 Likes

Qual a necessidade de 1 Gbps para usuário doméstico? Muita gente não tem nem dispositivos capazes de tudo isso.

Deviam se preocupar com disponibilidade, cobertura e qualidade do serviço.

Olha, eu também acho a meta um pouco exagerada, mas me parece exequível.
Mais de 2/3 das conexões fixas já são via fibra, e só estão aumentando (eu não ficaria surpreso se 2022 terminar com 70%).

E sim, tem outros gargalos, mas a meta aqui é velocidade contratada, que é mais fácil de atingir.

3 Likes

Se algum lugar não tem cobertura é provavelmente por conta do baixo potencial de retorno financeiro.

Agora se for provado que o lugar tem dificuldades burocráticas para instalarem ali novos cabos de fibra, ai sim pode se pensar em pressionar a Anatel por resolver esse problema.

A vantagem para usuário doméstico é descongestionar a rede. Manda os dados todo de um vez porque a rede aguenta e assim tira o usuário da rede.

Vou falar morador de Goiânia também, meus parentes no interior do estado conheceram fibra ótica primeiro do que eu, quando a Oi passou fibra no meu bairro em 2020.

O problema é dessas operadoras de médio porte daqui de Goiânia (Linq, Jactos) e as do interior é que elas ficam lentas sexta feira 19 horas quando todo mundo liga o streaming. Não fica impossível, mas as velocidade cai pra 20 Mbps em planos que são de 500.

Eu tive fibra ótica primeiro na minha casa de veraneio, no interior do estado. Aqui no Rio de Janeiro, boa parte da cidade depende do cabo coaxial por causa da Claro.

É bizarro.

1 Like

Meus parentes do interior de Goiás conheceram fibra ótica primeiro do que eu, achando tudo bonitinho os cabos coaxiais da NET com aquele uplink trevoso.

Moro no interior do ES, região rural e montanhosa, antes só conseguia acesso via 4G/3G usando modem externo (amplimax) mais uma antena parabólica. Alguns meses atrás as famílias que moram aqui se juntaram, procuramos algumas empresas locais de fibra ótica e bancamos a construção de uns 20km de linha. A velocidade ficou em 150Mbps pra todo mundo.

1 Like

No RJ já tem vários lugares com cabeamento GPON, já estão a mais de um ano colocando nas ruas daí. Precisa consultar o seu cep e ver se já está disponível.

Acho que faz parte da evolução, se não ainda estaríamos no ADSL ou na conexão discada.

1 Like

Até tem pelo RJ, mas ainda não é maioria. Fora que está rolando uma dificuldade tacanha para puxar a fibra em alguns bairros.

Na Zona Sul, por exemplo, já acompanhei o relato de alguns amigos que ainda não conseguiram instalar Oi Fibra, Vivo Fibra ou TIM Live porque não tem espaço na tubulação do prédio para passar o cabeamento. Fora as ruas que não têm poste: recentemente, o Catete estava um inferno de tanta obra de operadoras puxando fibra para expandir a cobertura.

Encarei o primeiro problema na minha casa. Além da demora para passar a fibra no condomínio, porque ainda tinha cabo da TELERJ e da TVA (!!!) na tubulação do prédio, o técnico levou um tempão para puxar a fibra para o meu apartamento. Foi tão difícil que quase rolou desistência.

1 Like

Tem de arrancar os cabos velhos nos prédios pra liberar espaço para as fibras, elas ocupam bem menos espaço que um cabo coaxial, então não pode ser tão dificil renovar as instalações, mas claro, alguns problemas vão seguir, não tem espaço para mais do que 2 ou 3 empresas, não da para todas as empresas colocar fibra no prédio.