A solidificação do tablet como um produto de nicho

Eu sou fiel usuário de tablet. Isso majoritariamente para consumir vídeos, filmes e TV.

Ele acabou ganhando uma função inesperada: aparelho para apps de banco.

Como o tablet fica em casa o tempo todo, foi ótimo ter ele como opção pra não sair com o dinheiro todo no bolso.

15 Likes

Exatamente, eu deixo meu app da corretora e do itau no ipad e mac
e no telefone apenas uma conta do banco inter com uns 400 conto só pra caso de precisar pagar algo com pix ,

4 Likes

por isso Jobs era contra aumentar o tamanho da tela do iPhone, assim como a Apple se recusa a colocar funções do Mac no iPad :upside_down_face:

2 Likes

Faz muito sentido o que você disse.

2 Likes

Não sei se entram dentro da categoria de tablets exatamente, mas os notebooks 2-in-1 estão incrivelmente bem posicionados no mercado. E faz sentido, pois eles conseguem juntar as vantagens de um tablet e de um notebook, sendo literalmente os dois ao mesmo tempo. Entre as vantagens de ser tablet é ser touch, logo bom para estudos, leituras e desenho, ter uma tela de ótima qualidade (bom para consumo de mídia), bateria longa (em comparação a notebooks) e tamanho/peso menor que um notebook (principalmente se o teclado for removível). Em vantagens sendo um notebook estão rodar Windows, logo ser possível rodar programas sem limitação da tecnologia ARM, ter um hardware competente (alguns modelos com i7, 16gb de RAM), além de, a critério de produtividade, poder usar um teclado físico. É literalmente juntar o que a melhor dos dois mundos.

1 Like

Não sei. Tive um Book2 360 e achava um trambolhão pesado e grosso usa-lo como tablet, tanto que fiquei 1 ano com o notebook e dava pra contar nos dedos quantas vezes insisti em tentar usá-lo assim pra ler um livro ou HQ/Mangá.

Mas tem seu público sim, principalmente pra alguém que só quer a função touch na tela.

2 Likes

Joguei Book2 360 na internet e pelas imagens vi que o teclado não é removível, o que justifica ter parecido muito grosso. Nos que são, o hardware fica junto com a tela, então é construído da mesma forma que um celular, o que deixa com também com a mesma espessura de um celular ou de um tablet normal. Logo, muito mais prático se for usar com o teclado desconectado e só na função de tablet. Sendo que, quando usado como notebook, basta conectar o teclado e funciona identicamente. Um exemplo de dispositivo assim são os Microsoft Surface. Eu deveria ter falado desse detalhe na resposta anterior.

1 Like

O que acabou com o mercado foi a invasão de modelos de baixa qualidade. O tablet tinha potencial pra substituir o laptop, mas o mercado consumidor não realizou isso graças ao péssimo desempenho de produtos como os da Multilaser.

PS: sou usuário de ebook readers (plural) e de tablets (de qualidade) e afirmo: pra livro o negócio é e-ink.

4 Likes

Ah sim, perfeito. Esses híbridos que destacam são bons mesmo, o problema maior é o Windows que não é muito adaptado. Mas dá pra contornar.

2 Likes

Mas um tablet de 7 ~ 8 polegadas também cumpre bem a função.

Só que aí entra no que você disse. Não se acha no mercado um tablet pequeno que seja decente em processamento e na qualidade da tela. O que cumpre esses requisitos é o iPad Mini, mas acaba tendo um custo de tablet topo de linha.

Tenho um Mi Pad 4 com 8 polegadas, tá cansadinho mas não abro mão dele por nada mesmo tendo um Tab S9 aqui. O tamanho do Mi Pad é perfeito pra ler HQs, Mangás e livros.

1 Like

ele está se referindo a tecnologia “e-ink”, tipo kindle, e concordo com ele, não dá impressão de que você não ta vendo a tela de eletrônico.

1 Like

Eu comprei um tablet de 8" (Huawei Matepad T8) há uns dois anos e carreguei a bateria uma única vez. Até usei para ler alguns quadrinhos, mas não gostei da experiência de estudar pdfs. Talvez fosse o caso de ter comprado um bem maior, mas consigo me virar bem estudando no computador há uns bons anos, então acho que o desfecho seria o mesmo.

1 Like

Meu ponto é o seguinte:
Um leitor de livro de e-ink tem hoje uns 300ppp de resolução de tela preto e branco. Você lê por horas pois cansa menos (não vou detalhar o porquê por enquanto).
Mesmo um tablet colorido com ótima qualidade de tela dificilmente terá essa resolução (iPads chegam a 260ppp). A leitura se torna mais cansativa.
Se eu fosse leitor de HQ colorido, por exemplo, hoje eu correria pro e-ink colorido e não pra tela comum.

2 Likes

Galaxy Tab S9 melhor tablet que já usei

2 Likes

Uma coisa sobre tablet (também): quem compra não está preocupado em trocar com a frequência em que trocaria um smartphone. Enquanto smartphone você troca com no máximo 5 anos (em geral) um tablet você não pensa em troca ANTES de 5 anos. Já vi gente com tablet de 8, 9 anos ou até mais.

1 Like

Meu Tab S6 continua sendo muito usado por mim, para ler noticias, pdfs e como caderno digital.

1 Like

Tablet pra mim continua sendo iPad.
Tive uma experiência tão ruim com um tablet Android, que nunca mais.

Mas hoje em dia, de fato, é nicho.
Tenho um iPad aqui mas nem uso.

Meu S23 é suficiente pra mim. O restante pra trabalho é notebook mesmo.

2 Likes

Estou pensando em comprar um tablet decente (o único que tive eram aqueles genéricos e que vinha com INTEL ATOM), com um uso mais específico: Acesso remoto do PC. Coloca um tecladinho físico e um mouse bluetooth, vira um “mini notebook”

1 Like