YouTube passa a reproduzir vídeos em HTML5 por padrão