Xperia XZ1: bom, mas apegado ao passado