Windows 11: Microsoft Store aceitará apps Win32, mas não irá atualizá-los

Uma das primeiras coisas que faço quando reinstalo o Windows em algum dos meus PCs, é remover a loja.

Não serve pra nada no W10.

1 Like

Se ia fazer o serviço meia-boca e pela metade não precisava nem ter mexido

2 Likes

Nossa, mas vai chover votos no feedback hub pra Microsoft consertar essa *agada

Jogaram fora a única utilidade que a loja tinha no Windows: manter os programas instalados a partir dela atualizados sem precisar de 3514 atualizadores individuais rodando em segundo plano.

@Alecrim, uma pequena correção, aplicativos Win32 disponíveis atualmente na Microsoft Store (como o Spotify, iTunes, Office, entre outros), são empacotados em MSIX, não em UWP…

2 Likes

Como não? Atualiza vários apps do sistema, inclusive uns essenciais, como o calendário e até o painel de controle da GPU.

1 Like

Talvez pra vc, mas eu utilizo bastante. Atualmente tenho vários apps q uso no dia-a-dia e que são instalados dela, como o WhatsApp, SmartThings, Unigram (um cliente do Telegram), Spotify e outros.

Fora as atualizações pra apps essenciais, como o Your Phone e vários outros.

1 Like

A MS tá cagando pra os feedbacks. O post do drag-and-drop tá abarrotado de críticas sobre a remoção do recurso. O q a MS fez? Falou q esse era o desempenho esperado, possivelmente, matando a função.

1 Like

Opa, obrigado pelo toque, Mateus!

A Microsoft da 2 passos para frente tornando a loja mais interessante e um pulo para trás limitando os recursos afim de promover seu padrão preferido. :man_shrugging:

1 Like

O padrão MSIX da loja do Windows 10 traz benefícios reais (como as atualizações automáticas gerenciadas pelo sistema e a certeza de que não vai ficar nenhum lixo pra trás se você desinstalar o app) e programas Win32 existentes podem ser empacotados em MSIX com poucas ou nenhuma modificação, na maior parte dos casos.

Quando soube que a Microsoft planejava ceder e permitir qualquer tipo de programa na loja, já fiquei com uma pulga atrás da orelha de que algo do tipo aconteceria, de fato, o artigo confirma o que eu temia…

2 Likes

É por esse motivo que ela não conseguiu fazer o Windows Phone dar certo e que a Microsoft Store continuará não dando certo.

Historicamente a tática que funciona é ser mais permissivo e conforme você populariza o recurso ou sistema, você vai passando pelo funil e aplicando mais regras.

Se o usuário e o desenvolvedor continuarem dependendo de repositórios e serviços externos para atualizar os apps, perde o sentido e trabalho de usar a loja.

Infelizmente é o que falaram, a Microsoft dá dois passos pra frente e um pulo pra trás.

Tinha ficado empolgado com o Windows 11, depois começaram a surgir os retrocessos e desanimei.

2 Likes

Se é pra fazer o serviço pela metade, que nem faça então

1 Like

A Microsoft Store em si é boa, o problema que não tem nada de muito valor lá. Nos meus PCs Windows uso bastante Spotify da loja. Funciona tão bem que ele está sempre atualizado sem eu nunca perceber quando ele atualizou. O problema da loja são os tutoriais de Google Chrome e outros lixos a venda.

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.