Windows 11 em ARM não vai oferecer suporte a Macs com Apple M1

Ou seja, quem comprar um Macbook com chip M1 ou superior será restrito ao macOS.
Isso é ruim para quem comprar um mac.

1 curtida

Acho eu que até não seja nenhuma estratégia de limitação da Microsoft, e sim a baixa escala de usuários de MAC(que precisam do Windows), e especificamente com o SOC M1 nesse momento. Talvez mais a frente a Microsoft mude suas postura, ainda mais quando o Windows se torne mais maduro na plataforma ARM.

Mais um empecilho pro W11. E contando…

2 curtidas

Seria um paradoxo ter o Windows rodando decentemente no Apple Silicon enquanto roda precariamente nos Surfaces.

Pra mim seria um cenário bem possível, pois o chip da Apple já é bom, bastaria a Microsoft dar uma forcinha adicional no software. No quintal da Microsoft o problema é ao quadrado. O Windows ainda não está 100% e os chips que a Qualcomm vem fazendo pra Microsoft são uma piada.

1 curtida

Também acho. Antigamente o abismo de software entre plataformas era imenso. Hoje o Windows não é tão necessário assim visto que o MacOS já roda quase tudo que interessa para a maioria nativamente.

A Microsoft não oferece nem suporte robusto ao próprio Windows com ARM, que dirá dedicado para MacBook M1.

Se a Microsoft quisesse, ela mesmo poderia vender uma licença, ou criar toda uma categoria de serviço dedicada e esse nicho, só que pra isso teria que ter o Windows ARM maduro o suficiente, coisa que ela não tem. Nesse cenário, prefere esperar uma mobilização maior do mercado e se for realmente inevitável, vai precisar se adequar ao futuro em ARM.

Acho que a maioria esmagadora que compra o M1 não se importa de não ter o Windows.

Pelo o que eu ando vendo a Microsoft simplesmente faz o mínimo para o Windows ARM ser algo real. A empresa poderia estar fomentando parcerias, criação de produtos, etc, mas não vejo muita movimentação nisso.

Com certeza o foco está mesmo em serviços e manter o suporte aos x86 de Intel e AMD, que são ainda a grande maioria esmagadora de PCs e servidores rodando o Windows.

Para quem quer uma terceira via, inacreditavelmente o Linux pode ser quem vai ocupar os Macs M1 como SO alternativo, mesmo sem ter ajuda de ninguém da Apple.