Você vai precisar pagar para usar as cores Pantone no Adobe

meio caro, ainda mais se considerar que é uma patente da década de 60, a sorte que impressão está diminuindo com o tempo

2 Likes

Tá, mas os outros padrões de cores não funcionam da mesma forma, como o CMYK, se são só códigos e os códigos não deveriam se comportar igual independente do lugar, aplicação?

3 Likes

Imagina pagar 500 reais por cor kkk

10 Likes

Chegamos ao tempo em que os aplicativos de assinatura não vem completos e temos que pagar para usar o aplicativo e pagar mais pelo aplicativo completo.
Essa prática gananciosa da Adobe tem que ser convida com uma alternativa decente.

3 Likes

Pantone sendo Pantone. Depois desse vídeo abaixo, não fiquei nenhum pouco surpreso.

4 Likes

Pagar pra usar cores,husuhahushuasuaahs foda!

1 Like

Impressão não é tão simples. Se em displays já tem diferenças de cores entre eles (por causa das variações de qualidade) imagina na hora de imprimir.

Acho que você interpretou “impressão” meio errado ai… Se referem a impressão da indústria, livros, banners, flyers, painéis e por ai vai…

Para que uma impressão saia de acordo com o que se pretende tudo deve ter o mesmo sistema? Tipo: Monitor, OS, App, Impressora, tinta? Acho que com relação a isso, como muita coisa Apple, é só marketing. Tudo no parte das três cores primárias?
No fim será apenas mais uma assinatura que deve cair na conta, de quem precisa ou se importa.

sobre uma matéria que fala de design, adobe, cor e impressora, eu falei em que sentido?

1 Like

A indústria como um todo deveria se juntar e criar um padrão internacional e gratuito, dessa forma, acabando com esse tipo de cobrança!

Ficar preso a modelos fechados é complicado por conta disso, a empresa decide do nada aumentar o valor ou pior, vai a falência por algum motivo e milhares de arquivos ficam inutilizados por nenhum software abrir os mesmos como foram feitos…

5 Likes

Vai vendo!! Nada que o Capitão Jack Sparrow não resolva.

7 Likes

ora ora, se não é o famoso DLC :rofl:

9 Likes

Não é pra usar cores e sim parametrizar e padronizar (e até patentear) as cores que você usa, seja na tua marca ou produto. Pena que é caro, mas pra quem usa, acaba compensando.

Acontecer, isso não vai. O que vai rolar é que não vão ter novas paletas, novos materiais, novos revestimentos e coisarada. O que já existe, já existe.

Pra impressão, não é utilizado o RGB e sim o CMYK (Ciano, Magenta, Amarelo e Preto). Há inúmeras escalas de cor: hexadecimal - utilizada na programação, RGB - artes digitais, CMYK - impressão e infindas outras. As próprias marcas de tinta e montadoras de carro dão nomes bizarros (Cinza Urano, Preto Ninja…) pras paletas de cores justamente pra padronizar a colorimetrização. A Pantone só é a mais utilizada pela galera da comunicação.

2 Likes

Há um erro conceitual, e quem escreveu a matéria possivelmente não teve conhecimento, que é como a impressão funciona.
Digitalmente, qualquer cor é apenas um código. Mas na impressão, principalmente em pantone, não é assim.

A impressão mais corriqueira, CMYK, é chamada de policromia, pois precisa do conjunto de códigos do Ciano, Magenta, Yellow e Black pra se chegar ao resultado final. Ou seja, o papel passa 4x pela impressora e recebe porcentagens de cada uma dessas cores.

Ao utilizar cores na escala Pantone, está se trabalhando com monocromia. Por exemplo, um laranja, a tinta empregada é exatamente o laranja escolhido pelo código Pantone (as tintas também são licenciadas), enquanto no sistema de policromia, usaria o Yellow + Magenta pra chegar no resultado.

E porque Pantone é melhor do que o CMYK? Uniformidade. Ao usar 2 cores pra chegar em uma terceira, a tinta é jateada no papel por microgotículas, e dependendo da porcentagem de cada um, acabam aparecendo (ao olhar bem de perto) esses pontnhos, que se torna ainda mais evidentes quando se trabalha com transparências. Ao usar a tinta específica da cor, o mesmo não ocorre, garantindo uma qualidade visual muito superior.

11 Likes

Ilustrando minha mensagem anterior, é basicamente isso.

E alguém ainda pode falar “mas o código da cor CMYK não será o mesmo em qualquer lugar?”. Sim, será, no entanto impressoras também precisam ser calibradas, então é muito mais simples garantir a uniformidade com o uso da tinta correta, do que depender da ponta do processo (gráficas).
Toda impressão que usa cores prontas ao invés da policromia (existem outras cores, sem ser as Pantone), são chamadas Spot.


9 Likes

Entendi, então o buraco é mais embaixo… Então está passando da hora da indústria se juntar e criar um padrão, junta empresas de softwares com empresas de hardware e tomam uma atitude rs

1 Like

Salve, Xavier! Eu não cheguei a me aprofundar tanto no sistema de impressão mas li isso da monocromia durante a apuração da notícia. Realmente, erro meu não ter explicado melhor.

Isso que você escreveu me levou láaaa para 2013, quando tive a primeira matéria sobre editoração na faculdade.

2 Likes