Você é um dependente de assistentes pessoais?

Oi, tudo bem?! :slight_smile:
Para estrear meu primeiro tópico na comunidade do Tecnoblog, venho abrir uma discussão em torno da assistente pessoal do Google. Mas, caso queria abordar a temática sobre outras assistentes fique à vontade! :smiley:

Em resumo, o que posso falar com mais ou menos 3 meses de uso: Como estou ficando mal acostumado!

Me considero um entusiasta de tecnologia, e quando comprei um Google Home Mini/Nest Mini tinha em mente que seria uma coisa extremamente limitada. MERO ENGANO!

Não sei o futuro, mas não duvidarei nada ver cada vez mais pessoas dependestes de assistentes pessoais e isso não é uma “zueira”.

Umas semanas atrás parei para observar certas coisas que eu não fazia, por exemplo, ligações… Tive um raro momento de ligar para um familiar via Google Duo através do Home mini e ao mesmo tempo fazendo meus home office da vida, observação: a 4/5 metros de distancia, conversando de boas e por um momento esquecia que de fato estava em uma ligação. A qualidade sonora e o tempo de resposta em um ambiente fechado fez essa ilusão.

É muito legal criar rotinas e automatizar a casa, mas e você? Consideraria um depende de assistentes pessoais? bora aprofundar mais neste assunto! :call_me_hand:t2:

4 Curtidas

Não sei se posso me considerar dependente porque até que não uso tanto assim. Mas já acostumei a fazer algumas coisas com a Siri, tipo configurar timer com o Apple Watch, iniciar uma ligação com os AirPods. Acaba sendo mais rápido do que tirar o celular do bolso, desbloquear, abrir o aplicativo, etc. Ainda não investi em automação aqui em casa, mas imagino que isso vai fazer com que eu use bem mais as assistentes virtuais.

2 Curtidas

Em casa se tornou um habito, me acordar (eu uso ela para alarme) e informar algo para meu dia, seja noticia, lembrete etc. de pouquinho em pouquinho preparando os ambientes e quartos, seja ligando o Xbox One, ou TV, preparar live stream no Mixer, Fazer modo auto-falante nos cômodos usando Spotify. Em breve planejo comprar kit de iluminação e tomadas inteligentes.

1 Curtida

Você sente alguma limitação usando a Siri? tipo, pedir alguma coisa, ou ela entender contexto?

1 Curtida

Pra coisas básicas é até tranquilo, mas ela ainda é meio burrinha em português pra coisas mais complexas que envolvem contexto. O que mais me incomoda mesmo é que ela não é boa em entender múltiplos idiomas. A maioria das músicas que eu ouço são internacionais, aí não consigo dar os comandos pra tocar uma faixa específica, por exemplo.

1 Curtida

Na empresa que eu trabalhava tinha um Echo Show e eu sempre ficava surpreso com a naturalidade da Alexa em português. Bem melhor do que a Siri.

2 Curtidas

Antes de fazer aquisição no Home mini, pensei muito em comprar o Echo Show, porém fiquei com pé atrás quando se trata do maldito “ecossistema”. Já perambulei entre IOS e Android e vejo na visão de consumidor uma bobagem as empresas tratarem assistentes pessoais como algo “exclusivo” da peça. Seria ousadia Tim Apple deixar outros assistentes em periféricos, Apple TV, IPhone, Mac entre outros sem meter segurança no meio? Eu gostaria! (Mesmo sabendo que a possibilidade é remota) hahah.

Voltando a falar da Echo Show se tratando de contexto e naturalidade de fala, eu acho ela bem mais superior comparado com a Google Assistente.

2 Curtidas

Eu ainda não consigo me acostumar com a ideia de está falando com um dispositivo, então raramente eu uso esse tipo de recurso, como por exemplo, no carro em momentos que preciso executar algo e não tenho como digitar ou acionar o comando.

2 Curtidas

Uso mais no carro só… Em casa uso pra ajustar alarmes, timer, as vezes ligar pra alguém, mas nada demais.

1 Curtida

Não criei o hábito de utilizar as assistentes pessoais, o " Ok Google" nunca funcionou para mim (Uso um Zenfone 4), então acho mais prático ir manualmente e fazer a ação do que apertar o botão e falar o que quero.

2 Curtidas

Também ainda não me habituei a isso ainda não.
Não falo com assistente nenhuma :sweat_smile:

3 Curtidas

Eu usava muito a Siri quando tinha Apple Watch, mas ela é muito burra. É tão burra que não uso no iPhone. Quando tento algo, ela não entende, então desisti faz um bom tempo.

Em compensação… Ah, Alexa… Uso a Amazon Echo o tempo inteiro quando estou em casa. Ela entende tudo, muito melhor do que qualquer outra que testei. Não é dependência, sabe? É praticidade.

2 Curtidas

Cara, um dia eu estava em casa com o Google Home Mini e eu precisava falar com um amigo e daí pensei: “ah, vou tentar ligar pra ele pelo Home: Ok Google. Ligue para Fulano”. Com isso eu percebi que ele fazia a ligação pelo Duo, e estava chamando… mas fiquei naquela do Whatsapp, que as vezes chama mas o contato não está disponível, mas realmente chamou e consegui contato pelo Home, que achei muito bacana.

2 Curtidas

Agora, falando um pouco sobre a dependência de Assistentes Pessoais: eu estou sinceramente me jogando nisso, ou seja, simplesmente estou tentando deixar a minha casa o mais inteligente que me for possível (tanto de possibilidades quanto monetariamente kkkk), pois acho bacana isso, de eu criar uma rotina de “Bom dia”, e o Assistente ligar a luz, me dizer a previsão do tempo e também tocar uma música enquanto estou me arrumando para ir ao trabalho e tal…

Ou seja: estou declarando de fato o fim da minha privacidade em casa com isso kkkkkkkkkk

4 Curtidas

Lembrei de uma boa: fiquei preso no elevador, o interfone não tava bom e minha esposa tem o costume de não atender celular. Usei o 4G e fiz um Drop In pra Alexa, falei com minha esposa e ela veio me socorrer. huahuahua

4 Curtidas

Não digo completamente dependente, mas depois que comecei a automação em casa, posso dizer que em alguns momentos faz falta. Em casa uso o Google Home Mini, e automatizei todas as lampadas, ventilado e TV. Posso dizer que facilita bastante quando quero algo e não estou com o celular na mão. Algumas coisas, como as rotinas que podemos configurar, ajudam bastante no dia a dia.

1 Curtida

Bom vamos lá… Comprei o google home mini no final de 2018, porem usei ele por cerca de uns 8 meses e quando mudei de casa não instalei ele nem as tomadas e trancas eletrônica que tenho, estou com ele desligado no momento então posso dizer que sim, viciamos em coisas simples e nem notamos ate não ter mais, quando estava com o sistema ativado eu nao usava mais os interruptores das luzes da yeelight e usava bem pouco o touch nas outras tomadas e equipamentos com o sonoff instalado, me acostumei a dar bom dia e boa noite para uma assitente, me acostumei a ficar tranquilo por saber q minha porta estava trancada quando saia de casa, me acostumei a chegar em casa e falar “Hey Google cheguei” e continuar ouvindo nele a musica q estava escutando no meu spotify, ter a luz ligada, o computador ligando, ventilador ligando… tudo automatizado isso tudo com um só comando.

Agora vem o lado que fiquei sem usar, as vezes saia de casa sem trancar a porta, esquecia luzes acessas, as vezes chegava ia tomar um banho e tinha q colocar musica ou ligar o pc pra isso… são tantas pequenas coisas que facilitava tanto e deixava a vida mais suave rsrs, estou me programando para instalar todos meus equipamentos na casa onde estou morando pois quero ter todos esses mimos quando chegar em casa e ficar tranquilo quando sair de casa rsrs

4 Curtidas

O sistema já evoluiu bastante no que diz respeito a entender o que estou falando… contudo ainda cabe bastante evolução nas skills.
A que utilizo as vezes para atividades mais corriqueiras é o google assistente, más não me vejo como dependente… são coisas como: “me acorde ás 06:30h” ou “ligue para fulano…”, nada que justifique a dependência por enquanto.

1 Curtida

Como há disseram, não me sinto dependente, mas uso diariamente e a facilidade pra ações simples ajuda muito. Quando saio de casa, digo minha saudação configurada e automaticamente abre o waze, me dá melhor rota. Uso muito para criar lembretes e eventos na agenda. Ainda não avancei com o uso do “home”, pois como você, fico entre o pensamento de uso limitado por não ter muitos dispositivos smart e a vontade de ter.

1 Curtida

Uma tia de minha esposa tem 65 anos. Ela só começou a pesquisar na internet quando ensinaram a usar o Google Assistente. Agora, pesquisa o tempo todo, seja pra receita de bolo, remédio, cuidar do jardim, etc. Eu fiquei impressionado.

3 Curtidas