Venda de tablets cai 32% no Brasil, mas mercado corporativo cresce

Originally published at: Venda de tablets cai 32% no Brasil, mas mercado corporativo cresce – Gadgets – Tecnoblog

Enquanto as vendas de tablets para o consumidor final caíram 32,3% no Brasil, no mercado corporativo o crescimento foi de 47,3%

Gosto muito de ter o tablet para ler uma revista, livro com fórmulas e diagrams. Mas a falta de um teclado incomoda. Também, pagar R$5000,00 de um tablet mais R$1000,00 por uma capa com teclado desanima muito. Aí entra o notebook, a gente coloca no colo, se vira com os fios, com a bateria que dura pouco etc. Mas sempre temos a versatilidade do computador pessoal. Então, fazendo conta simples, pego o valor que usaria para comprar o tablet mais o notebook e invisto em um notebook mais sofisticado.

1 curtida

“Enquanto as vendas de tablets para o consumidor final caíram 32,3% no Brasil, no mercado corporativo o crescimento foi de 47,3%”

Efeitos do “home-office” e suas adequações pelas empresas e funcionários.
Teoricamente, temos 2 perfis de funcionários, demandas das empresas.

A - Atividades simples, que um pacote office, videoconferência e internet, representa 80-90% das atividades do funcionário. Um tablet com boa configuração, e mais um teclado e mouse sem fio, sai mais barato que um notebook basico.

B - Atividades mais avançadas e/ou pesadas, e talvez algum programa/software especifico. Entre um notebook intermediário "normal, e um gamer e/ou ultrabook, quase na mesma faixa de preço, maioria das vezes tá compensando investir nesses de nicho e usar na area profissional.

1 curtida

Este tópico foi automaticamente fechado após 92 dias. Novas respostas não são mais permitidas.